Últimas:
Viana do Alentejo com novo posto da GNR em 2024 – RÁDIO TDS
Siga-nos

Policias

Viana do Alentejo com novo posto da GNR em 2024

Obra vai custar mais de um milhão de euros e fica pronta em 2024.

Publicado

em

Viana do Alentejo

Novo posto da GNR vai avançar

O Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, participa, esta quinta-feira, na cerimónia de assinatura do Contrato de Cooperação Interadministrativo com o Município de Viana do Alentejo.

Em causa a construção do Posto Territorial da Guarda Nacional Republicana em Viana do Alentejo.

A cerimónia decorre no Cineteatro Vianense, Rua Dr. António José D`Almeida, em Viana do Alentejo, às 17h00.

As instalações do novo Posto Territorial de Viana do Alentejo, a construir de raiz num terreno cedido em 2011 pela autarquia, correspondem a um investimento de 1.226.959,59 euros (mais IVA de 6%) a concretizar este ano e em 2024.

O projeto foi inscrito em 2017 na Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança, sendo o protocolo de cedência do terreno assinado em 2018 com a Câmara Municipal de Viana do Alentejo.

Continuar a ler
Publicidade

ÉVORA

PSP de Évora nega aumento da criminalidade e diz que em 2023 esteve mais proativa.

Leia nota da PSP de Évora

Publicado

em

Évora

Esclarecimento sobre criminalidade no Centro Histórico de Évora

A PSP de Évora, em comunicado, vem dizer que a criminalidade violenta, na cidade de Évora, tem vindo a diminuir. Ainda assim não refere na nota os números comparativos.

A Policia refere igualmente que o ano de 2023 foi um ano de maior proatividade.

A nota não refere os casos mais recentes como o assalto a uma ourivesaria mas adianta que nos últimos 6 meses não se registou qualquer violação como tem vindo a ser referido nas redes sociais.

 Nota da PSP de Évora

O Comando Distrital de Évora da PSP tem constatado nas ultimas semanas que se verifica no seio da população eborense um certo sentimento de insegurança relativamente a situações de suposta criminalidade, a qual tem sido motivo de conversa e de preocupação através das redes sociais e cuja informação é veiculada por alguns cidadãos através da comunicação social.

Concretamente, ontem, 21 de fevereiro, pelas 15H30, 4 elementos policiais encontravam-se em missão de regularização de trânsito e fiscalização no Largo Luís de Camões, tendo por si só, esta situação, provocado de imediato comentários sobre a presença policial naquele espaço e erroneamente tendo sido a mesma atribuída a outro tipo de ocorrências, no caso uma suposta violação de uma mulher.

Tal não corresponde à verdade, devendo ser referido que, relativamente a este tipo de crime, a PSP de Évora não possui qualquer registo há mais de seis meses, ou seja, não foi denunciada qualquer ocorrência neste âmbito, nem mesmo após as várias averiguações efetuadas com base nos comentários que se referem anteriormente.

Já noutro âmbito, esta polícia informa que, no Centro Histórico da cidade de Évora, não se regista qualquer aumento de criminalidade sazonal e muito menos registou nas ultimas semanas um número alarmante de crimes contra o património, ainda que desde o mês de novembro de 2023 tenham ocorrido 3 situações em estabelecimentos comerciais, as quais foram devidamente investigadas e em que, em duas delas, foram já identificados os respetivos autores, levando ainda à detenção de dois indivíduos relacionados com as mesmas.

Por outro lado, neste tipo de crime, a maioria das denúncias está relacionada com furto de oportunidade, em que as vítimas, de algum modo, deixam os objetos à vista, facilmente acessíveis em estabelecimentos e no interior de viaturas que ficam abertas por esquecimento.

Destaca-se ainda a propensão para o aumento dos crimes praticados com recurso à internet, tal como se registou durante o ano de 2023, muito por desconhecimento e negligência das vítimas.

Já no âmbito da criminalidade violenta e grave, registe-se que esta tem diminuído gradualmente desde o final do ano de 2022 e que só recentemente ocorreu no centro histórico desta cidade uma situação com suposta ameaça de arma branca por individuo identificado, tratando-se de uma caso pontual.

Conhecem-se ainda outro tipo de informações e de preocupações na população relacionadas com a suposta presença e atuação criminosa de gangs formados por jovens, notícias que não correspondem à realidade pois esta polícia está atenta à ocorrência desse eventual fenómeno, não existindo até à data indícios e motivos que confirmem tal. Efetivamente este comando tem registados alguns casos de ofensa à integridade física, principalmente durante a noite e madrugada, no entanto e contrariamente à alegada existência de gangs, estas situações estão relacionadas com situações pontuais e com consumo excessivo de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos de diversão noturna.

Neste enquadramento, os locais onde mais ocorrem estes casos estão perfeitamente identificados pela PSP, fazendo esta um policiamento especifico, preventivo e de visibilidade variável na via pública, de acordo com ordens de missão previamente concebidas para o efeito.

Este tipo de atuação estende-se igualmente aos períodos diurnos, em locais de maior concentração de pessoas e veículos, concretamente, na Praça do Giraldo e artérias adjacentes, aí mantendo uma presença permanente não só a nível do patrulhamento mas também a nível do policiamento de proximidade, como é o caso do Programa Comércio Seguro, onde são privilegiados os contactos frequentes com os comerciantes e a visibilidade na via pública, a par do que acontece nas restantes freguesias e nos estabelecimentos escolares.

Refira-se ainda que durante o ano de 2023, o Comando Distrital de Évora aumentou significativamente a sua proatividade, daí resultando mais fiscalização, um maior número de detenções e por conseguinte um aumento dos crimes detetados no âmbito da criminalidade rodoviária e do tráfico de estupefacientes

Face a tudo o exposto, esta polícia aconselha a que os cidadãos se dirijam às instalações policiais no caso de terem conhecimento da prática dos ilícitos ou que eventualmente suspeitem de tal prática, evitando assim a circulação de informação incorreta que conduz à desinformação e ao alarmismo social.

Continuar a ler

BEJA

PSP de Beja identifica 5 jovens espanhóis que pretendiam fazer grafitis

Após terem sido identificados seguiram o seu destino e os autos
policiais foram remetidos ao MP de Beja.

Publicado

em

Beja

5 jovens de nacionalidade espanhola

Foram identificados cinco indivíduos de nacionalidade espanhola, residentes em Madrid, por se prepararem para levar a cabo pinturas em veículos ferroviários nesta cidade de Beja.

Com efeito, confirmou-se que pertencerem a um grupo que se dedica habitualmente à prática de grafitis urbanos e ferroviários, não apenas no seu país de origem mas também nas principais cidades do Território Nacional.

Apreenderam-se trinta e cinco latas de tinta spray que se encontravam na posse dos cinco
jovens, com idade compreendidas entre os 19 e os 26 anos.

Após terem sido identificados seguiram o seu destino e os autos
policiais foram remetidos ao MP de Beja.

Continuar a ler

Policias

PSP apreende 51 armas de fogo durante o Carnaval.

Neste período temporal salientamos ainda a apreensão de 51 armas de fogo e 31 armas brancas, quer como medida cautelar, quer no seguimento das 17 detenções efetuadas por posse de armas proibidas.

Publicado

em

Polícia Sempre Presente

Carnaval em Segurança 2024 – Balanço final

Por ocasião do período do Carnaval a Polícia de Segurança Pública (PSP) levou a cabo, na sua área de responsabilidade em Portugal Continental e na totalidade das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, a operação “Carnaval em Segurança 2024”. Decorreu entre os dias 05 e 14 de fevereiro e teve como objetivo reforçar a visibilidade policial e capacidade de prevenção da ocorrência de ilícitos criminais, contribuindo para o aumento do sentimento de segurança dos cidadãos.

No período referido foram efetuadas 592 detenções, das quais destacamos 167 detenções por crimes rodoviários, nomeadamente 92 por condução sob o efeito do álcool e 75 por falta de habilitação legal para conduzir. Foram detidos 51 suspeitos por tráfico de estupefacientes, tendo sido apreendidas mais de 15 750 doses individuais. Foram ainda efetuadas 55 detenções por crimes contra a propriedade e dado cumprimento a 196 mandados de detenção judiciais.

Neste período temporal salientamos ainda a apreensão de 51 armas de fogo e 31 armas brancas, quer como medida cautelar, quer no seguimento das 17 detenções efetuadas por posse de armas proibidas.

No âmbito da competência exclusiva da PSP em matéria de armas e explosivos foram fiscalizados diversos operadores e locais de comercialização e utilização de artigos de pirotecnia, tendo sido apreendidos 3807 artigos.

Relativamente à fiscalização rodoviária, desde o início da operação a PSP fiscalizou, em todo o território nacional, 16 879 condutores e controlou por radar 72 505 viaturas. No total foram registadas 3971 contraordenações, das quais destacamos 833 por excesso de velocidade, 107 por condução sob o efeito do álcool, 353 por falta de inspeção periódica obrigatória, 115 por falta de seguro de responsabilidade civil e 64 por uso do telemóvel durante a condução.

Quanto à sinistralidade rodoviária, na área de responsabilidade da PSP foram registados 1421 acidentes, dos quais resultaram 433 feridos leves, 6 feridos graves e 2 vítimas mortais.

Ressalve-se que a condução em excesso de velocidade, uma das principais causas da sinistralidade rodoviária, representa mais de 21% do total das infrações verificadas. A par disso, cerca de 28% das detenções efetuadas são referentes a crimes rodoviários.

A PSP apela aos condutores que se abstenham de qualquer tipo de comportamento passível de causar distração e de prejudicar o ato da condução. Além disso, relembramos que os comportamentos irresponsáveis na estrada não colocam em perigo apenas a vida de quem conduz, mas de todos os utentes da via, pelo que a segurança rodoviária depende de todos.

Continuar a ler

Policias

GNR apanha 655 com excesso de álcool durante o carnaval.

Foram fiscalizados 57 233 condutores

Publicado

em

Operação “Carnaval 2024”

O Balanço

A Guarda Nacional Republicana, entre os dias 05 e 14 de fevereiro, realizou uma operação intensiva de sensibilização, patrulhamento e fiscalização nos locais de festividades, estabelecimentos comerciais onde se procedeu à venda de artigos pirotécnicos e nos eixos rodoviários de acesso às principais zonas onde ocorram festividades associadas ao Carnaval.

·      Durante esta operação, foram fiscalizados 57 233 condutores tendo sido detetados 655  condutores com excesso de álcool, dos quais 251 foram detidos por possuírem uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l e detidas 97 pessoas por conduzirem sem habilitação legal. Foram ainda levantados 1 071 autos de contraordenação por excesso de velocidade.

No mesmo período, destacam-se ainda as seguintes infrações:

  • 749 por falta de inspeção periódica;
  • 283 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • 187 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 183 por utilização indevida do telemóvel durante a condução.

No que diz respeito à sinistralidade rodoviária, a GNR, na sua área de responsabilidade, registou 2 139 acidentes, dos quais resultaram em 4 vítimas mortais, 39 feridos graves e 631 feridos leves.

Continuar a ler

Crime

Crime em Beja aumenta. Roubos, tráfico de droga e posse de arma proibida.

Semana de 15 a 31 de janeiro

Publicado

em

Beja

Crime aumenta

Em uma semana, de 15 e 31 de janeiro’ a Polícia de Segurança Pública de Beja, não teve mãos a medir a crimes registados na cidade.

Foram várias as detenções entre as quais:

Detenção de 1 homem de 35 anos de idade pelo crime de violência doméstica em que como medida de coação lhe foi ordenada a sua detenção nas instalações desta policia até poder ser presente ao Ministério público;

Detenção de 1 homem de 19 anos de idade pela posse de 28,97 gr de Haxixe e 5,69 gr de cocaína, que após indicação da Procuradora da República, foi ordenada a detenção do referido individuo nas instalações desta policia a aguardar presença a primeiro interrogatório judicial;

Detenção de 1 homem de 28 anos de idade pelo crime de tentativa de roubo e posse de estupefacientes que após confrontado tentou a fuga para o Jardim das imediações, tendo sido intercetado por elementos policiais que o revistaram e confirmaram a existência de haxixe na sua bolsa. Contactada a Procuradora da República que após exposto o sucedido determinou a sua detenção nas instalações desta policia a fim de ser presente ao Tribunal de Beja.

Detenção de 1 homem de 17 anos de idade pelo crime de roubo por esticão de uma mala de senhora a uma idosa de 87 anos;

Detenção de um homem de 33 anos de idade pelo crime de violação de domicilio;

Detenção de 1 mulher de 17 anos de idade por posse de arma branca
proibida (arma de abertura automática ou faca de ponta e mola)

No âmbito do combate ao crime contra o património e contra as pessoas e após investigação e realização de busca domiciliárias efetuadas pelo Comando Distrital da PSP foi apreendida o seguinte:
1 arma de calibre 12 e diversos cartuchos;
Artigos de vestuário contrafeito,

No que respeita a investigações de diversos crimes por furto a interior de veiculo automóvel foram apreendidos equipamentos informáticos e de telecomunicação.

Continuar a ler

ÉVORA

PSP de Évora interceta homem com 54 petardos

Veja relatório completo dos últimos 7 dias de 2023.

Publicado

em

Évora

Homem tem 44 anos

A PSP de Évora anunciou ter intercetado um homem com 44 anos de idade na posse de material pirotécnico.

Em causa o transporte de 54 petardos  (apreensão de 30 petardos tipo F2, 20 petardos tipo F3 e 04 petardos desconhecidos).

A apreensão registou-se na noite de passagem de ano.

Nos últimos 7 dias a PSP eborense fez ainda outras detenções:

Detido 1 Homem com 18 anos de idade por falta de habilitação legal para conduzir.

Detido 1 Homem com 38 anos de idade por furto em supermercado. Apreensão de televisor.

Detido 1 Homem com 26 anos de idade por condução sob efeito do álcool.

Detido 1 Homem com 36 anos de idade em cumprimento de mandado de detenção e condução a EP para cumprimento de 6 meses de prisão efetiva.

Quanto à actividade operacional, entre 25 e 31 de dezembro, foram realizadas 9 operações policiais:

7 operações de fiscalização de trânsito, tendo sido fiscalizados 144 viaturas/condutores (25 condutores submetidos ao teste de alcoolemia, 1518 viaturas controladas pelo radar), detetadas 50 infrações das quais destacamos:

26 por excesso velocidade;

3 por falta de inspeção periódica;

2 por não utilização de cinto de segurança.

2 operações de fiscalização no âmbito da segurança privada a 01 estabelecimento e a 06 vigilantes de segurança privada. Foi detetada 01 infração.

O Comando Distrital da PSP da Évora aproveita para recomendar a todos os cidadãos que tenham conhecimento de ilícitos de natureza criminal, que contactem, no mais curto espaço de tempo, qualquer Esquadra da PSP a fim de acionar a intervenção policial em tempo útil e em prol de um melhor serviço à comunidade.

Continuar a ler

Acidentes

Balanço de Natal: Mais quatro vítimas mortais e mais 137 feridos

Entre 15 e 26 de dezembro de 2023, registaram-se 17 vítimas mortais, mais quatro do que em igual período do ano passado

Publicado

em

Campanha “O melhor presente é estar presente”

Balanço de Natal: Mais quatro vítimas mortais e mais 137 feridos

No período de Natal, entre 15 e 26 de dezembro de 2023, registaram-se 17 vítimas mortais, mais quatro do que em igual período do ano passado.

No mesmo período registaram-se 4.852 acidentes, menos 307 que no período homólogo, donde resultaram 1.492 feridos, mais 137 do que em igual período de 2022. Dos 1.492 feridos, 80 foram graves (mesmo que no ano anterior) e 1.412 leves (mais 137 que o ano anterior).

Deste modo, face aos mesmos dias de 2022, os acidentes evidenciaram uma diminuição de 6,0%, enquanto as vítimas totais registaram um aumento de 10,3%.

As 17 vítimas mortais registadas entre os dias 15 e 26 de dezembro de 2023 foram provenientes de acidentes nos distritos de Beja (3), Portalegre (3), Coimbra (2), Setúbal (2), Braga, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Vila Real e na região autónoma dos Açores.

Nos restantes distritos do país – Aveiro, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Viana do Castelo e Viseu – e na região autónoma da Madeira, o objetivo de zero mortos nas estradas foi atingido.

Os acidentes com vítimas mortais ocorreram na rede rodoviária nacional (12): estradas nacionais (7), autoestradas (3) e itinerários principais (2), na rede municipal (4): em arruamentos (3) e estrada municipal (1) e um na rede de estradas dos Açores.

Predominaram as colisões (7, envolvendo 7 veículos ligeiros, 3 motociclos, 2 pesados e 1 velocípede), tendo havido ainda 6 despistes (5 veículos ligeiros e 1 motociclo) bem como 1 atropelamento (num arruamento).

Predominaram as colisões (5, envolvendo 10 veículos ligeiros), tendo havido ainda 4 despistes (1 veículo ligeiro, 1 veículo pesado, 1 ciclomotor e 1 motociclo) bem como um atropelamento (num arruamento).

Das 17 vítimas mortais, 14 eram do sexo masculino e tinham idades compreendidas entre 22 e 84 anos.

Mais de 7 milhões de veículos fiscalizados

No período de 15 a 26 de dezembro de 2023, foram fiscalizados 7,2 milhões de veículos, quer presencialmente, pela Guarda Nacional Republicana (GNR) e pela Polícia de Segurança Pública (PSP), quer através de controlo por radar, pela GNR, pela PSP e pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Do total dos veículos fiscalizados, foram registadas 48,9 mil infrações, distribuídas conforme quadro abaixo, resultando numa taxa de infração (n.º total de infrações/n.º total de veículos fiscalizados) de 0,68% (0,81% no período homólogo de 2022).

Relativamente à velocidade, foram fiscalizados 7,1 milhões de veículos, dos quais 6,7 milhões pelo SINCRO – Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (94,8% do total), da responsabilidade da ANSR.

Dos veículos fiscalizados por radar de velocidade, 29,8 mil circulavam com excesso de velocidade, dos quais 7,6 mil foram detetados pelos radares da GNR e da PSP e 22,2 mil pelos da ANSR, resultando numa taxa de infração (n.º total de infrações/n.º total de veículos fiscalizados) de 0,42% (0,39% no período homólogo de 2022).

No que diz respeito à condução sob o efeito do álcool, foram submetidos ao teste de pesquisa de álcool 82,3 mil condutores, tendo 1,3 mil apresentado uma taxa de alcoolemia superior à máxima permitida, do que resultou um total de 681 detenções. A taxa de infração (n.º total de infrações/n.º total de testes de pesquisa de álcool realizados) foi de 1,58% (1,28% no período homólogo de 2022).

Com a expetativa de contribuir para a descida da sinistralidade no período de Natal e Ano Novo, decorre até 2 de janeiro de 2024 a campanha de segurança rodoviária “O melhor presente é estar presente”, uma iniciativa da ANSR, em parceria com a GNR, PSP e mais de 240 entidades, que apela a todos os portugueses para que nas deslocações no período da passagem de ano, adotem comportamentos seguros na estrada, designadamente, viajar sem pressa, sem álcool, sem telemóvel e parar para descansar.

Pretende-se com esta campanha dar mais um passo para o envolvimento dos portugueses no desígnio de tornar a segurança rodoviária uma prioridade de todos. Só assim será possível consolidar a diminuição da sinistralidade rodoviária até ao único número aceitável de vítimas mortais: Zero.

Continuar a ler

Policias

Mais de mil acidentes na quadra do Natal

Única vítima mortal registou-se em Alcobaça.

Publicado

em

Portugal

1.162 acidentes

As estradas portuguesas registaram, nos últimos três dias, 1.162 acidentes, que causaram um morto e 358 feridos, dos quais 24 graves, segundo dados divulgados esta segunda-feira pela PSP e GNR.

A vítima mortal é uma mulher que foi atropelada no domingo por uma viatura ligeira na localidade de Turquel, no concelho de Alcobaça.

Entre sexta-feira e domingo, a GNR contabilizou 684 acidentes, que provocaram um morto e 211 feridos, dos quais 17 graves.

No mesmo período, a PSP registou nas estradas sob sua jurisdição 478 acidentes, que causaram 147 feridos, incluindo sete graves.

Continuar a ler

Policias

81 condutores com excesso de álcool no início da Operação Natal e Ano Novo

Foram ainda detidas 27 pessoas por conduzirem sem habilitação legal

Publicado

em

GNR

Operação “Natal e Ano Novo 2023/2024” – Dados Provisórios

No dia de ontem, 22 de dezembro de 2023, entre as 00h00 e as 23h59, no âmbito da Operação “Natal e Ano Novo 2023/2024”, a Guarda Nacional Republicana (GNR) registou os seguintes dados operacionais, em resultado das ações desencadeadas pelos militares que, diariamente, estão empenhados no patrulhamento rodoviário e na prestação de auxílio aos condutores, para que estes cheguem aos seus locais de destino em segurança, nomeadamente:

·     9 256  condutores fiscalizados, dos quais, 81 conduziam com excesso de álcool e, destes, 35 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. 

·     Das 2 142 contraordenações rodoviárias detetadas, destacam-se:

  • 726 por excesso de velocidade;
  • 76 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;
  • 60 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução;
  • 200 por falta de inspeção periódica obrigatória;
  • 54 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

 ·     Relativamente à sinistralidade rodoviária, a GNR registou 270 acidentes, dos quais há a registar 4 feridos graves e 80 feridos leves.

 Durante a operação, a GNR irá continuar a priorizar a fiscalização às seguintes infrações:

  • Condução sob a influência do álcool e de substâncias psicotrópicas;
  • Excesso de velocidade;
  • Utilização indevida do telemóvel;
  • Falta de inspeção periódica obrigatória;
  • Falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;
  • Incorreta execução de manobras de ultrapassagem, de mudança de direção e de cedência de passagem.

Continuar a ler

GNR

José Luis Carneiro em Évora. Ministro assina protocolo para polícias e guardas frequentarem as cantinas da Universidade.

Presença de policias nas cantinas e refeitórios da instituição universitária já a partir do próximo mês de dezembro.

Publicado

em

Foto:José Luis Carneiro

Évora

O Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, preside à sessão de abertura da 4.a Conferência MAI(s) Próximo.

Esta é a quarta sessão do ciclo de conferências que visa apresentar e debater três áreas fundamentais para as nossas comunidades: a Estratégia Integrada de Segurança Urbana, a Estratégia de Segurança Rodoviária “Visão Zero” e a Estratégia de Proteção Civil Preventiva.

O ciclo MAI(s) Próximo começou na Universidade de Lisboa, no passado dia 3 de novembro, e prosseguiu no Instituto Politécnico do Porto e na Universidade do Algarve e agora na Universidade de Évora.

À margem da conferência, serão assinados protocolos entre a Universidade de Évora e os Serviços Sociais da Guarda Nacional Republicana (SSGNR) e da Polícia de Segurança Pública (SSPSP), respetivamente, para garantirem o acesso dos efetivos das Forças de Segurança às cantinas e refeitórios da instituição universitária já a partir do próximo mês de dezembro.

Continuar a ler

destaque

Novo Posto da GNR de Poceirão vai avançar

O Contrato de Cooperação Interadministrativo para a construção do novo Posto Territorial da GNR de Poceirão, no valor de 1.494.537,63€ (+IVA), foi aprovado, por unanimidade, na reunião pública do Executivo de 22 de novembro.

Publicado

em

Poceirão, Palmela

Novo Posto da GNR de Poceirão vai avançar – aprovado Contrato de Cooperação

O Contrato de Cooperação Interadministrativo para a construção do novo Posto Territorial da GNR de Poceirão, no valor de 1.494.537,63€ (+IVA), foi aprovado, por unanimidade, na reunião pública do Executivo de 22 de novembro.

O Contrato vai ser estabelecido entre o Município de Palmela, a Secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (MAI) e a GNR, definindo as responsabilidades de cada interveniente para a concretização da obra, que vai dotar a GNR de Poceirão de instalações ajustadas à sua atividade, com condições de funcionalidade e operacionalidade.

O Posto vai ser construído no terreno do logradouro da antiga Escola Básica de Poceirão, já cedido pela Câmara Municipal para o efeito. O Município será responsável por garantir os licenciamentos e autorizações, lançar os procedimentos de empreitada e respetiva execução e pelos trabalhos de fiscalização, coordenação de segurança em obra e ramais. O financiamento da obra é assegurado pelo MAI, à exceção das despesas com custas, emolumentos e taxas, que ficam a cargo da Autarquia.

A concretização deste acordo é uma notícia animadora para o concelho, para a população da União das Freguesias de Poceirão e Marateca e para os militares que prestam serviço neste posto e vem na sequência das diligências institucionais (moções, abaixo-assinados, visitas ao local, reuniões com a tutela e, mais recentemente, uma sessão pública com a população) que o Município e a União das Freguesias têm vindo a realizar para pressionar o Governo a corresponder às necessidades deste território.

As atuais instalações da GNR de Poceirão não apresentam as condições mínimas de dignidade e de operacionalidade, nem para os militares, nem para o atendimento à população. Recorde-se que, em 2020, foi assinado o Protocolo de Colaboração para a celebração do Contrato de Cooperação Interadministrativo. Entretanto, decorreu a elaboração do projeto de execução (com concurso lançado pelo Município), que foi finalmente aprovado no dia 27 de outubro de 2023, após várias alterações.

Continuar a ler

Policias

IGAI realiza hoje em Évora ação sobre discriminação nas polícias. (PSP e GNR)

Ação a nível nacional. Em causa vão estar os 22 distritos que abrangem um total de 880 comandantes de posto da GNR e esquadra da PSP.

Publicado

em

Foto: TDS (direitos reservados)

Évora

Ação para comandantes da PSP e da GNR

A IGAI (Inspeção-Geral da Administração Interna), em comunicado, avança que vai realizar, hoje, quarta-feira, em Évora, mais uma ação de formação junto dos comandantes de postos da GNR e esquadras da PSP sobre o combate a qualquer tipo de discriminação nas polícias.

Estas ações de formação começaram em maio e realizam-se no âmbito do Plano de Prevenção de Manifestação de Discriminação nas Forças e Serviços de Segurança, que existe desde 2020 e tem como objetivo o combate ao racismo e a qualquer tipo de discriminação nas polícias.

A IGAI está a realizar estas ações a nível nacional.

Em causa vão estar os 22 distritos que abrangem um total de 880 comandantes de posto da GNR e esquadra da PSP.

Inspeção da administração interna

Só no primeiro trimestre deste ano foram abertos 9 processos a polícias devido à atuação em serviço, juntando-se aos 83 que já estavam a decorrer neste organismo e que transitaram de 2022.

A única pena aplicada, neste período, foi a um polícia da PSP, que foi alvo de uma repreensão, a pena mais baixa e que consiste no reparo pessoal pela infração praticada feita na forma escrita e comunicada ao infrator.

Continuar a ler

Policias

Operação da PJ em Cuba faz 28 detidos.

Até agora 28 detidos

Publicado

em

Operação da PJ

Dezenas de buscas, detidos, carros e motos aprendidos

A Polícia Judiciária está a realizar uma operação de grande escala em Cuba, Faro do Alentejo e Évora.

Em causa o trabalho ilegal e escravo por parte de imigrantes.

As rusgas tem vindo a decorrer desde o nascer do dia em casas, propriedades e veículos.

Alguns empresários de trabalhadores agrícolas foram detidos.

A Polícia Judiciária está ainda no terreno a identificar trabalhadores e a realizar a apreensão de veículos e outros bens.

(em actualização)1

Continuar a ler

Policias

Policia e GNR apanham 61 condutores TVDE sem contrato.

Veja mapa de irregularidades detectadas pelas autoridades.

Publicado

em

Operação “TVDE SEGURO”-  Balanço

61 condutores sem autorização para a condução de veículo TVDE. Sem ser detentor de contrato escrito.

A Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP), entre os dias 13 e 17 de novembro, realizou uma operação de fiscalização seletiva de transportes rodoviários de passageiros em regime de TVDE, orientando as ações de fiscalização para as vias onde se verificou um maior volume de veículos afetos a esta atividade, a fim de garantir a segurança rodoviária e aumentar o sentimento de segurança entre os utilizadores.

Os militares da GNR e os agentes da PSP que diariamente estiveram empenhados nas ações de patrulhamento, fiscalizaram 1444 condutores neste período, tendo registado no âmbito desta operação, 569 autos de contraordenação nas estradas portuguesas, dos quais se destacam:

  • 61 por condução de veículo TVDE sem ser detentor de contrato escrito que comprove a relação laboral com o operador TVDE;
  • 89 infrações relativas à organização do trabalho e registo dos tempos de condução e repouso;
  • 11 por utilização de veículo TVDE sem dístico identificador;
  • 19 por utilização de veículo TVDE com dístico identificador sem estar afixado nas condições regulamentares;
  • 9 por exercício de atividade de operador de TVDE sem licença;
  • 13 por utilização de veículo TVDE que não tenha sido sujeito a inspeção periódica obrigatória um ano após a data da primeira matrícula;

O combate à sinistralidade rodoviária é uma prioridade estratégica das forças de segurança e deve constituir o foco das ações de fiscalização desencadeadas ao longo do ano, tendo em vista proporcionar uma melhor segurança rodoviária nas vias da sua área de responsabilidade e a eficácia e qualidade do serviço prestado à população, reforçando a importância e legitimidade da sua atuação.

Esta operação contou com a colaboração da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) que registaram 147 infrações.

Continuar a ler

BEJA

PSP de Beja: cão de raça roubado em agosto foi recuperado.

Ilícitos criminais e contraordenacionais, no período entre 27 de outubro e 14 de novembro

Publicado

em

Beja

Cão recuperado pela PSP de Beja

Um cão de raça “Braco Alemão” foi recuperado pela PSP de Beja com auxilio da veterinária municipal. O animal tinha sido roubado a 8 de agosto deste ano.

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública de Beja, no âmbito das suas competências de prevenção e combate permanente à prática de ilícitos criminais e contraordenacionais, no período entre 27 de outubro e 14 de novembro de 2023, na
sua área de jurisdição, destaca o seguinte:

 Detenção de 1 pessoa, com 48 anos de idade, suspeita da prática do crime de violação de domicílio e furto. Ao suspeito foi aplicada a medida de coação mais gravosa de prisão preventiva;

 No âmbito de uma investigação, foram identificados 2 pessoas, com 16 e 23 anos de idade, suspeitos da prática do crime de furto em estabelecimento comercial, tendo sido recuperado parte dos objetos furtados;

 No âmbito de uma investigação, foi dado cumprimento a um mandado de busca e apreensão por suspeitas dos crimes de burla e tráfico de estupefacientes, da qual resultou a identificação de 2 pessoas, com 24 e 28 anos, a apreensão de diverso material probatório, bem como 322 (trezentos e vinte e duas) doses individuais de haxixe;

 No âmbito de uma operação Policial em colaboração com médica veterinária do Município de Beja, foi recuperado um canídeo de raça “Braco Alemão” que tinha sido dado como furtado pelo seu proprietário em 8 de agosto do corrente ano;

 Foi dado cumprimento a 2 (dois) mandados de detenção para primeiro interrogatório judicial pela prática do crime de Violência Doméstica em que foi decretada a medida de coação de proibição de contato com as vítimas e constituição de arguido com termo de identidade e residência;

Trânsito:

 No período compreendido entre 27 de outubro e 14 de novembro ocorreram 13 (treze) acidentes na cidade de Beja.

 Esta PSP efetuou 79 operações de Fiscalização/Visibilidade em que foram fiscalizadas 230 viaturas tendo sido submetidos ao teste de álcool 214 condutores.

Ações de Sensibilização:

 Através do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade foram realizadas ações de sensibilização em vários estabelecimentos de ensino da cidade de Beja sobre o tema Bullying é Para Fracos. O público-alvo das ações foram turmas de alunos do 2º e 3ºs anos do ensino básico e do ensino secundário selecionadas pelas direções das próprias escolas. Foram ministradas um total de 14 ações de sensibilização em que participaram 332 alunos e 17 professores;

 O Comando Distrital da PSP de Beja, através das equipas do Modelo Integrado de Policiamento de Proximidade e em colaboração a ULSBA – Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo está a levar a cabo ações de sensibilização no âmbito do programa Saúde em Segurança. Estas ações fazem parte do plano de sensibilização delineado pela PSP e pela ULSBA para ser aplicado a todos os colaboradores de saúde no exercício da sua atividade profissional.

Estas ações têm como objetivo transmitir e/ou recordar aos profissionais de saúde os procedimentos de segurança quando em interação com pessoas violentas ou potencialmente violentas, tendo-se revelado bastante positivas por força não só dos conselhos de segurança que a PSP passa, mas também da partilha de experiências pessoais/profissionais de todos os participantes.

Continuar a ler

Crime

Jovem de 21 anos detido por posse de arma proibida

Na freguesia de Santiago Maior, no concelho de Alandroal.

Publicado

em

Alandroal

Detido por posse de arma proibida

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento Territorial de Reguengos de Monsaraz, deteve um homem de 21 anos por posse de arma proibida, na freguesia de Santiago Maior, no concelho de Alandroal.

No âmbito de um inquérito por posse de arma proibida, os militares da Guarda realizaram diligências que culminaram com o cumprimento de três mandados de busca, duas domiciliárias e um em viatura, dos quais resultou a detenção em flagrante do suspeito assim como a apreensão do seguinte material:

  • Uma espingarda;
  • Um carregador;
  • 16 munições de vários calibres;
  • Uma faca de abertura automática;
  • Uma soqueira;
  • Uma estrela de lançar.

O detido foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Redondo.

Continuar a ler

Crime

PSP faz 541 detenções numa semana. 14 pelo crime de violência doméstica.

 Foram efetuados 5731 testes de alcoolemia, dos quais resultaram 156 autos de contraordenação, o que significa que 2,7% dos condutores testados se encontrava sob o efeito do álcool.

Publicado

em

Nacional

14 pelo crime de violência doméstica

A Polícia de Segurança Pública (PSP), na semana de 30 de outubro a 05 de novembro, efetuou 541 detenções na sua área de responsabilidade em Portugal Continental e na totalidade das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores.

Das detenções efetuadas destacamos 14 pelo crime de violência doméstica e 265 detenções por crimes rodoviários, nomeadamente 140 por condução sob o efeito do álcool e 125 por falta de habilitação legal para conduzir. Foram detidos 61 suspeitos por tráfico de estupefacientes, tendo sido apreendidas mais de 11 970 doses individuais, maioritariamente canábis.

Foram ainda efetivadas 30 detenções por crimes contra a propriedade (furtos e roubos).

Neste período temporal salientamos a apreensão de 31 armas de fogo e 20 armas brancas, quer como medida cautelar, quer no seguimento das 13 detenções que foram efetuadas por tráfico ou posse de armas proibidas.

Foi ainda dado cumprimento a 83 mandados de detenção judiciais.

A PSP apela à denúncia de todos os crimes de que se tenha conhecimento, quer na condição de vítima ou testemunha, e relembra que quanto mais célere for esta denúncia, mais depressa será desencadeado o processo de investigação para que se possa chegar à identificação do(s) autor(es) do(s) crime(s). 

No que diz respeito à vertente da segurança rodoviária, na janela temporal mencionada a PSP realizou 461 operações de fiscalização rodoviárianos principais centros urbanos de Portugal Continental e na totalidade das Regiões Autónomas da Madeira e dos Açores, tendo sido fiscalizadas 13 389 viaturas.

 Foram efetuados 5731 testes de alcoolemia, dos quais resultaram 156 autos de contraordenação, o que significa que 2,7% dos condutores testados se encontrava sob o efeito do álcool.

Foram ainda controladas 17 253 viaturas por radar, das quais 244 encontravam-se em excesso de velocidade (167 infrações graves e 9 infrações muito graves).

Das 3401 infrações registadas nesta semana destacamos:

– 344 por falta de inspeção periódica obrigatória;

– 114 por falta de seguro obrigatório;

– 93 por uso indevido do telemóvel durante a condução;

– 31 por não utilização (ou utilização incorreta) de cintos de segurança;

– 12 por não utilização (ou utilização incorreta) dos sistemas de retenção (cadeirinhas).

Continuar a ler

Alvito

MAI investe 4 milhões na PSP E GNR de Óbidos, Alvito e Caxias

Publicado

em

Óbidos, Alvito e Caxias

MAI autoriza investimento na PSP e GNR

A Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública vão ter novas obras de construção e requalificação de infraestruturas, nomeadamente em Óbidos, Alvito e Caxias. Uma realidade que acontece depois do Ministério da Administração Interna (MAI) ter autorizado o investimento correspondente a 4 milhões de euros.  

ÓBIDOS – Foi autorizada a despesa relativa ao Contrato de Cooperaçõo Interadministrativa, acordada com o Município de Óbidos, com o objetivo de construir um novo posto territorial da GNR . A obra está prevista até finais de 2025 e terá um montante máximo de 1.626.494,49 euros (mais IVA) 

ALVITO – Acordado com o Município do Alvito, o Posto territorial da GNR vai ser alvo de obras de reabilitação e adaptação do Edifício. A obra está prevista até ao final de 2026 e terá um montante máximo de 1.927.350,75 euros (mais IVA)

CAXIAS – No Município de Oeiras, a PSP de Caxias vai ser alvo de uma requalificação da sua Esquadra de Trânsito. A obra implicará um montante de 482.289,80 euros, mais IVA. 

Autorizações contudo já publicadas no Diário da República, sendo a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna a assumir os encargos orçamentais relativos às empreitadas.

Desde o início do seu mandato como ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro já celebrou contratos interadministrativos desta natureza no valor global de 29.893.918,87 euros. Com as presentes autorizações de despesa ascende a 33.930.053,91 euros o investimento do MAI em infraestruturas ou na sua renovação para a PSP e GNR.

Uma aposta clara que o Ministério faz na melhoria das condições de trabalho das Forças de Segurança e inscrevem-se na Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança, que define investimentos de 607 milhões de euros até 2026.

Continuar a ler

Policias

GNR E SEF recusam a entrada de 28 pessoas na fronteira do Caia.

Operações de controlo das fronteiras vão continuar até 6 de Agosto

Publicado

em

Foto: TDS

Caia, Elvas

Recusa de entrada a 28 pessoas

As autoridades já recusaram a entrada deb28 pessoas só  na fronteira do Caia, até  esta terça-feira, segundo apurou a TDS.

A nível nacional, até  hoje, foram recusadas 91 entradas, a nível nacional.

Operação fronteiras terrestres, atualização dos dados (ainda não saíram) nacionais.

Foram controladas 12.945 viaturas e mais de 50 mil pessoas.

As operações estão a decorrwr de forma aleatória em todas entradas portuguesas mesmo nas chamadas fronteiras secundárias.

Continuar a ler

Policias

GNR realizou curso de segurança e proteção no Porto de Sines.

Este exercício teve lugar numa das infraestruturas estratégicas nacionais, tendo em conta o Porto de Sines é responsável por mais de 50% do total de mercadorias movimentadas por via marítima em Portugal.

Publicado

em

Porto de Sines

 “CIREX2023”

A Guarda Nacional Republicana (GNR), através da Unidade de Segurança e Honras de Estado (USHE) realizou nos dias 28 de 29 de junho de 2023, o exercício “CIREX2023”, durante o Curso de Segurança, Proteção e Resiliência de Infraestruturas (CSPRI), no Porto de Sines.

Este exercício foi desenvolvido em parceria com a Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) e constituiu-se como o corolário da formação, tendo como finalidade o desenvolvimento de capacidades da GNR no âmbito da segurança e proteção de infraestruturas críticas e outros pontos sensíveis, bem como potenciar a resiliência das mesmas.

O CSPRI é um curso de qualificação na área da segurança e proteção inserida no âmbito do Sistema Nacional de Qualificações, com dois níveis: gestor e técnico.

  • Nível Gestor − tem como finalidade habilitar os formandos com as competências para o desempenho de missões de gestão de recursos de uma estrutura responsável pela resiliência de ativos críticos, bem como pela respetiva segurança e proteção de infraestruturas, gestão da monitorização e resposta a incidentes em infraestruturas, supervisão dos recursos de segurança de infraestruturas, supervisão do controlo de entradas e saídas de pessoas, bens e viaturas, e supervisão do controlo da permanência de pessoas, num contexto de interdependência crescente e visando a resiliência sistémica;
  • Nível Técnico − tem como finalidade habilitar os formandos com as competências para o desempenho das missões de patrulhamento, vigilância e segurança e proteção em infraestruturas, resposta a incidentes em infraestruturas, enquanto first responders, controlo de acessos e permanência de pessoas, bens e viaturas, bem como a operação dos meios intrínsecos a tais missões, num contexto de interdependência crescente e visando a resiliência sistémica.

No decorrer do exercício, enquadrado por um contexto securitário ficcionado, onde as Infraestruturas Críticas na área do Porto de Sines estavam sujeitas a um grau de ameaça grave, a GNR projetou uma força constituída, composta pelos 40 formandos dos CSPRI, reforçada por diversos meios e valências da GNR, num total de 150 militares e 40 viaturas.

A GNR, enquanto força de Segurança de natureza militar, congrega as vertentes: segurança, proteção e socorro e defesa (security, safety & defense), detendo especificamente atribuições nas áreas da proteção e segurança às instalações dos órgãos de soberania e de outras entidades que lhe sejam confiadas, bem como de vigilância e proteção de pontos sensíveis, designadamente infraestruturas rodoviárias, ferroviárias, aeroportuárias e portuárias, edifícios públicos e outras instalações consideradas críticas, missões estas decorrentes da sua Lei Orgânica, aprovada pela Lei n.º 63/2007 de 6 de novembro. Nos termos e limites do Decreto-Lei n.º 20/2022, de 28 de janeiro que aprova os procedimentos para identificação, designação, proteção e aumento da resiliência das infraestruturas críticas nacionais e europeias, compete à GNR emitir parecer (Security) sobre os planos de segurança da Infraestruturas Críticas, na sua área de responsabilidade, bem como, elaborar os Planos de Proteção e Intervenção nessas mesmas Infraestruturas Críticas.

Este exercício teve lugar numa das infraestruturas estratégicas nacionais, tendo em conta o Porto de Sines é responsável por mais de 50% do total de mercadorias movimentadas por via marítima em Portugal, sendo ainda uma fonte de abastecimento vital para as necessidades do nosso país.

Continuar a ler

Últimas

x
error: O conteúdo está protegido!!