Últimas:
Baixo Alentejo regista um valor dos alojamentos de 629€/m2 – RÁDIO TDS
Siga-nos

destaque

Baixo Alentejo regista um valor dos alojamentos de 629€/m2

Publicado

em

Baixo Alentejo

Baixo Alentejo regista um valor dos alojamentos de 629€/m2

São dados lançados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e fazem referência ao 2º trimestre deste ano. O valor mediano de vendas de alojamentos familiares no Baixo Alentejo fixou-se nos 629 euros por metro quadrado (€/m2).

Em termos homólogos, a região conheceu uma descida de 10,9%.

Em Portugal, no 2º trimestre de 2023, o valor mediano de vendas de alojamentos familiares foi de 1629€/m2, o que corresponde a um aumento de 9% face ao 2º trimestre de 2022.

De acordo com o INE, o Algarve (2 583 €/m2 e +9,5%), Área Metropolitana de Lisboa (2 306 €/m2 e +11,1%), Região Autónoma da Madeira (1 916 €/m2 e +24,9%) e Área Metropolitana do Porto (1 802 €/m2 e +14,3%) foram as regiões que apresentam os preços superiores à média nacional.

Crime

Roubo de cobre preocupa agricultores no Alentejo

Exploração em Portel foi vandalizada

Publicado

em

Portel

Roubo de cobre preocupa agricultores no Alentejo

É um acontecimento que está a marcar a atualidade e que visa diretamente os agricultores.

Quando menos se espera, e pela noite dentro, os assaltantes invadem explorações agrícolas e vão diretos aos postes de energias instalados. O objetivo é alcançar os transformadores, que estão colocados na parte superior dos postes, e atirá-los para o chão retirando, posteriormente, o cobre.

Uma onda de assaltos que tem acontecido regularmente e que segundo, José Palha, proprietário agrícola, está a espalhar-se pelo país. Está a acontecer por uma grande zona do país, digamos que desde Abrantes até aqui”, refere.

Ao chegar a uma das suas explorações agrícolas, em Portel, o empresário deparou-se com um cenário preocupante. “Hoje de manhã, quando chegamos aqui, íamos por os pivôs a funcionar e demos conta do que aconteceu. O transformador no chão e os fios cortados”, explica

Um prejuízo na ordem dos milhares de euros que vem preocupar os agricultores. “Temos aqui prejuízos de centenas de milhares de euros porque cada transformador, dependendo da potência, pode variar entre os 8 e os 22 mil euros. Não havendo seguros e maneira de prever isto, a situação torna-se dramática e insustentável”, acrescenta.

Uma vaga de assaltos que multiplicado nos últimos meses e que se traduz numa tempestade perfeita para os agricultores.

A par das dificuldades atuais do setor, vivem agora um clima de insegurança.

Continuar a ler

destaque

Uma nova era digital em plena vila medieval

Publicado

em

Imagem retirada do site invinoviajas

Vila de Monsaraz,

Tecnologia digital em pleno cenário medieval

Banhada pelas águas do Alqueva e com vinhos de marca própria, a vila Medieval de Monsaraz vai dar um novo passo rumo à modernização dos negócios e outros serviços na área das tecnologias. O novo bairro comercial digital, como assim é apelidado, tem a autoria do Município de Reguengos de Monsaraz.

Para o projeto inovador, a autarquia vai apostar uma quantia de 385 mil euros, obtendo ainda um financiamento de 346 mil  euros do PRR para dinamizar o polo urbano comercial da terra. O objetivo será ligar a história, a cultura e a paisagem presente nos produtos e serviços locais à modernização dos negócios”, informações retiradas da autarquia.

“Conectar e harmonizar Monsaraz”

Para este projeto piloto, o município delineou quatro eixos de intervenção. A primeira fase será dotar o espaço com os equipamento que permita a utilização dos meios digitais, através da instalação de cobertura wi-fi.

Marketplace Viver Monsaraz”

Tal como refere o titulo, o segundo eixo pretende dinamizar canais de venda online para os comerciantes. Nesta fase, será criada uma plataforma digital – Marketplace – onde os negócios serão colocados online.

“Experiência de consumo Viver Monsaraz”

Neste terceiro momento, serão criadas soluções que acompanhem a experiência dos visitantes deste novo bairro comercial digital, onde será também desenvolvido um sistema de tráfego online para saber o alcance dos produtos.

“Sustentabilidade de Monsaraz”

Por fim, a última intervenção incidirá sobre a sustentabilidade deste projeto, ou seja, será criado uma modelo de negócio sustentável que tem o intuito de estimular a literacia digital dos empresários. Ainda neste eixo, será implementado um plano anual de formação em tecnologias digitais, a elaboração de um plano de comunicação e ainda a contratação de um gestor de bairro para serem realizadas candidaturas a planos de negócio.

Um projeto inovador que pretende dar um novo rumo à pacata vila de Monsaraz.

Continuar a ler

destaque

Sines: Individuo está desaparecido

Publicado

em

Imagem retirada da Rádio Sines

Um homem com 40 anos está desaparecido em Sines

Segundo informações dadas pelo Comando Territorial da GNR de Setúbal, hoje, Sexta-Feira, a GNR recebeu um alerta para o desaparecimento de um indivíduo com cerca de 40 anos. O apelo às autoridades foi feito pela mãe do homem desaparecido, pelas 11h10.

De acordo com as autoridades, o homem apresenta alguns problemas do foro psicológico.

Neste momento, a Guarda Nacional Republicana está a efetuar buscas na zona de Morgavel, em Sines, local onde o indivíduo terá desaparecido. Também os Bombeiros Voluntários de Sines se juntaram às buscas.

No local estão estão 7 operacionais apoiados por 3 viaturas.

 

 

Continuar a ler

Autarquias

Odemira celebra dia internacional da cidade educadora

Este ano dedicado ao tema “A cultura, fonte de criação e de aprendizagem na Cidade Educadora”

Publicado

em

“Pop-up Arte na Escola”

Dia Internacional da Cidade Educadora

No dia 30 de novembro, o Município de Odemira vai celebrar o Dia Internacional da Cidade Educadora, este ano dedicado ao tema “A cultura, fonte de criação e de aprendizagem na Cidade Educadora”. Para promover a ligação entre a dinâmica cultural do território e a comunidade educativa, será desenvolvido o programa “Pop-up Arte na Escola”, entres os dias 27 e 30 de novembro, com a presença de artistas nos vários agrupamentos de escolas, para apresentação do seu trabalho e diálogo com os alunos.

A artista plástica Mariana Dias Coutinho irá visitar e mostrar a sua arte na Escola do 1º Ciclo do Agrupamentos de Vila Nova de Milfontes (no dia 27 de novembro), na EB2,3 Aviador Brito Pais de Colos (no dia 28) e no Colégio Nossa Senhora da Graça Vila Nova de Milfontes (no dia 29). A companhia de Teatro Só irá até à EB2,3 do Agrupamento de Escolas de Sabóia para mostrar a sua arte performativa e a artista plástica Maya Kempe estará na Escola Secundária Dr Manuel Candeias Gonçalves, do Agrupamento de Escolas de Odemira.

Em simultâneo, o espetáculo “Teias e Odisseias”, da companhia Cem Palcos, será apresentado aos alunos dos Agrupamentos de Colos, Sabóia e São Teotónio, entre os dias 27 e 30 de novembro, no âmbito do MIRAGEM!, o projeto educativo do Município de Odemira no domínio das Artes do Espetáculo, cuja programação e acompanhamento pedagógico é da responsabilidade da coreógrafa Madalena Victorino.

Ao longo de toda a semana, a Bandeira das Cidades Educadoras será hasteada no edifício dos Paços do Concelho e em todas as sedes de Agrupamentos de Escolas. Enquanto membro da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, Odemira defende a Educação como pilar fundamental para o desenvolvimento socioecónomico, para a inclusão e integração.

Esta será a 8ª edição do Dia Internacional implementado pela Associação Internacional de Cidades Educadoras, que defende que “a cultura e a arte são um importante meio de inclusão e capacitação social.” Com o tema “A cultura, fonte de criação e de aprendizagem na Cidade Educadora” procura-se mobilizar as comunidades para uma “celebração dinâmica e participativa que promova o diálogo e sirva para dar a conhecer as oportunidades artísticas que o município oferece e contribuir para a geração de novas sinergias e aprendizagens.”

Continuar a ler

destaque

Novo Posto da GNR de Poceirão vai avançar

O Contrato de Cooperação Interadministrativo para a construção do novo Posto Territorial da GNR de Poceirão, no valor de 1.494.537,63€ (+IVA), foi aprovado, por unanimidade, na reunião pública do Executivo de 22 de novembro.

Publicado

em

Poceirão, Palmela

Novo Posto da GNR de Poceirão vai avançar – aprovado Contrato de Cooperação

O Contrato de Cooperação Interadministrativo para a construção do novo Posto Territorial da GNR de Poceirão, no valor de 1.494.537,63€ (+IVA), foi aprovado, por unanimidade, na reunião pública do Executivo de 22 de novembro.

O Contrato vai ser estabelecido entre o Município de Palmela, a Secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (MAI) e a GNR, definindo as responsabilidades de cada interveniente para a concretização da obra, que vai dotar a GNR de Poceirão de instalações ajustadas à sua atividade, com condições de funcionalidade e operacionalidade.

O Posto vai ser construído no terreno do logradouro da antiga Escola Básica de Poceirão, já cedido pela Câmara Municipal para o efeito. O Município será responsável por garantir os licenciamentos e autorizações, lançar os procedimentos de empreitada e respetiva execução e pelos trabalhos de fiscalização, coordenação de segurança em obra e ramais. O financiamento da obra é assegurado pelo MAI, à exceção das despesas com custas, emolumentos e taxas, que ficam a cargo da Autarquia.

A concretização deste acordo é uma notícia animadora para o concelho, para a população da União das Freguesias de Poceirão e Marateca e para os militares que prestam serviço neste posto e vem na sequência das diligências institucionais (moções, abaixo-assinados, visitas ao local, reuniões com a tutela e, mais recentemente, uma sessão pública com a população) que o Município e a União das Freguesias têm vindo a realizar para pressionar o Governo a corresponder às necessidades deste território.

As atuais instalações da GNR de Poceirão não apresentam as condições mínimas de dignidade e de operacionalidade, nem para os militares, nem para o atendimento à população. Recorde-se que, em 2020, foi assinado o Protocolo de Colaboração para a celebração do Contrato de Cooperação Interadministrativo. Entretanto, decorreu a elaboração do projeto de execução (com concurso lançado pelo Município), que foi finalmente aprovado no dia 27 de outubro de 2023, após várias alterações.

Continuar a ler

destaque

Nova área empresarial em Amareleja

Área de Acolhimento Empresarial de Amareleja – UP4

Publicado

em

Moura

Área de Acolhimento Empresarial de Amareleja – UP4

Em Amareleja, já se encontra concluída a obra de urbanização da UP4, referente à instalação da Área de Acolhimento Empresarial.

Assim, no seguimento da deliberação da Câmara Municipal na reunião de 02 de novembro de 2023, vai proceder-se à atribuição de lotes na Unidade de Planeamento 4 de Amareleja – os lotes 1.01 a 1.09 e 1.12 a 1.21 – por Hasta Pública, na modalidade de propriedade plena.

As candidaturas deverão ser formalizadas através do preenchimento de formulário próprio, disponível na plataforma Serviço On-Line do Município de Moura (https://servicosonline.cm- moura.pt), no menu Desenvolvimento Económico, ou através da hiperligação direta https://servicosonline.cm- moura.pt/ src=MyNetFormBD.asp&intmenu=10714&formato=SPO_menu_10714

Refira-se que para submissão do formulário o utilizador terá de efetuar o respetivo registo na plataforma e efetuar a necessária autenticação.

Os interessados em participar na hasta pública, a realizar em data a definir pela Comissão designada, podem inscrever-se até ao dia 12 de dezembro de 2023.

O Regulamento Municipal de Atribuição de Lotes e Parcelas para instalação de atividades económicas pode ser consultado no sítio da internet www.cm-moura.pt ou nos serviços administrativos da DOTE – Divisão do Ordenamento do Território e Empreitadas, da Câmara Municipal de Moura, nos dias úteis entre as 9:00 e as 12:30 e entre as 14:00 e as 16:30.

Continuar a ler

destaque

Alentejo 2024 – Vai ser a única região do país dividida em Unidades Locais de Saúde

Publicado

em

Alentejo 2024,

Alentejo 2024 – Vai ser a única região do país dividida em Unidades Locais de Saúde

É já em Janeiro do próximo ano. O Alentejo vai ficar preenchido por Unidades Locais de Saúde (ULS), um modelo de gestão que permite a integração de cuidados a vários níveis. O Hospital do Espírito Santo de Évora, e mais 14 centros de saúde, vão ser abrangidos por este sistema.

Organizar os serviços de forma diferente fazendo com que as populações beneficiem de cuidados mais qualificados é o objetivo da Administração Regional da Saúde. Por isso mesmo, avançaram para a criação de um grupo de trabalho para a ULS do Alentejo Central. Um novo modelo que vai abranger o Hospital do Espírito Santo, em Évora, e o ACES do Alentejo Central, que cobre os concelhos do Alandroal, Arraiolos, Borba, Estremoz, Évora, Montemor-o-Novo, Mora, Mourão, Portel, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vendas Novas, Viana do Alentejo e Vila Viçosa, numa extensão de 7393 km2, e serve uma população residente que ronda os 170 mil habitantes.

De recordar que cerca de 25% da população, que reside no Alentejo, tem 65 anos ou mais. Uma realidade que justifica um apoio mais próximo juntos destas pessoas e daí a inclusão deste modelo de gestão que vai servir a região alentejana.

 

 

Continuar a ler

destaque

Opinião: Manuel Alegre,  lembra-se de 2004?

A opinião de Paulo Freitas do Amaral

Publicado

em

Opinião

Manuel Alegre,  lembra-se de 2004?

Ouvindo as palavras de Manuel Alegre dizendo que o Presidente da República fez mal em marcar eleições para o próximo dia 10 de Março vem-me à memória vários episódios da História política portuguesa em que este protagonista esteve ativo politicamente e em que disse precisamente o contrário.

A meu ver, é preciso algum descaramento para quem criticou aos sete ventos o governo de Santana Lopes em 2004 por falta de legitimidade democrática, enquanto fazia uma candidatura à liderança do PS contra João Soares e José Sócrates, vir agora lançar críticas sobre a decisão de Marcelo de dar voz ao povo.

Manuel Alegre aparece agora em praça pública com pergaminhos de defesa da estabilidade contra o tão defendido “espírito de abril” defendido em 2004…

Certamente se fosse um governo de direita com tal proposta de continuidade de governo,  Manuel Alegre já estaria a deslumbrar o fascismo no seu horizonte.

Seria bom lembrar a Manuel Alegre que Américo Tomás também defendia a estabilidade mesmo com um regime podre e que nunca quis eleições livres e democráticas, arrastando o antigo regime até às últimas consequências…

É com tristeza que vejo um resistente à antiga ditadura compactuar com uma falta de clarificação democrática pelo voto dos portugueses.

Seria bom lembrar Manuel Alegre que os contestatários não viveram só na sua época,  nem os ditadores ficaram perdidos na História…

Os ditadores nos tempos que correm também ocupam poderes políticos por trás de uma capa aparentemente democrática e os contestatários democráticos dos dias de hoje, albergaram-se noutros quadrantes políticos que não são certamente os que Manuel Alegre defende…

Não foi só no passado que alguém resistiu a regimes podres…

Manuel Alegre deveria saber que no presente;

Há sempre quem diga “não”! Há sempre quem resista!

A opinião  de Paulo Freitas do Amaral

Continuar a ler

destaque

‘É um orgulho para Nós’, diz Luís Rosinha sobre série ‘Sr.Rui-um homem do povo’

Presidente da autarquia diz que os episódios vão mostrar Campo Maior ao mundo.

Publicado

em

Campo Maior

‘É um orgulho’

A autarquia de Campo maior também está a colaborar na rodagem de ‘Sr.Rui-um homem do povo’, a série da TVI e da Coral que está a ser gravada em campo Maior.

Luís Rosinha refere que ‘ todas as homenagens que lhe (Rui Nabeiro) forem feitas serão poucas’.

O autarca realça a importância da série para mostrar Campo maior ao mundo.

Continuar a ler

destaque

Doçura ou travessura?

Publicado

em

Halloween

Doçura ou travessura?

É uma espécie de celebração popular de culto aos mortos que se comemora todos os anos na noite que antecede o dia 31 de Outubro. O Halloween, cujo termo tem origem na expressão em inglês All Hallow´s Eve quer dizer em português – Véspera de todos os santos.

A cultura de celebração do Halloween é muito forte nos Estados Unidos. Com o tempo, o feriado ganhou popularidade e hoje é comemorado em boa parte do mundo.

Doçuras e travessuras: do inglês trick or treat, teve origem na Grã-Bretanha, mas foi popularizado nos Estados Unidos nos anos 50. A atividade é voltada para crianças que, fantasiadas, batem de porta em porta perguntando “gostosuras ou travessuras?”. Caso a pessoa não dê algum brinde como doces ou dinheiro, as crianças fazem alguma travessura na sua casa.

No Alentejo a tradição também se cumpre e a TDS aponta algumas sugestões.

O Octant Hotels Évora apresenta-se ao público como uma fuga perfeita à cidade. “Com uma paisagem natural de 11 hectares, na Herdade do Perdiganito, este hotel de quatro estrelas espelha o Alentejo autêntico e veste-se a rigor para celebrar o Dia das Bruxas”, referem.

Também em Montargil a ocasião é de festa. O Montargil Monte Novo, um alojamento turístico no Alto Alentejo, promete uma noite de “poções mágicas de divertimento”.

Em Redondo, a Enoteca abre mais uma vez as portas à Festa de Halloween e onde a premissa será : muita animação e surpresas diabólicas.

O Halloween está de volta e está na hora de aproveitar.

Continuar a ler

destaque

Bombeiros Voluntários de Évora colocam capacetes à porta do quartel

Publicado

em

Bombeiros Voluntários de Évora

Bombeiros Voluntários de Évora colocam capacetes à porta do quartel

Na última noite, de domingo para segunda-feira, 28 membros dos Bombeiros Voluntários de Évora c0locaram os capacetes à entrada do quartel como forma de protesto.

Segundo o comunicado dos próprios bombeiros, existiu uma reunião do corpo ativo com a direcção e onde resultaram algumas divergências. O motivo da discórdia esteve quando os profissionais do socorro perceberam que em detrimento de “uma vertente empresarial de transportes mais ativa” podiam hipotecar o auxílio à população.

Depois do sucedido, 49 bombeiros assinaram uma carta e enviaram à direcção, onde informaram os seus superiores que não iriam comparecer às comemorações dos 141 anos da casa e que não iriam dar resposta a serviços de transporte, a não ser que fosse em situações de emergência e aos sócios.

Duas semanas após o sucedido, os bombeiros colocaram os capacetes na fachada principal do quartel como forma de protesto.

No rescaldo destes acontecimentos, os profissionais referem que o presidente da direção dos Bombeiros Voluntários de Évora irá apresentar a sua demissão à Assembleia Geral.

Uma luta diária destes elementos que informam a população que não irão desistir deste protesto “enquanto não forem aceites as nossas reivindicações e sem que o socorro nunca seja posto em causa para o bem da população”.

 

 

Continuar a ler

destaque

Alentejano Pedro do Carmo ‘organiza’ Congresso do PS

Pedro do Carmo é deputado por Beja

Publicado

em

PS

Pedro do Carmo é deputado por Beja

A lista encabeçada por Pedro do Carmo, membro do Secretariado Nacional, ex-líder da Federação do Baixo Alentejo e antigo presidente da Câmara de Ourique, bateu a lista alternativa do advogado Pedro Rodrigues Pereira, conotada com a sensibilidade minoritária de Daniel Adrião, que registou 12% dos votos.

Nas próximas semanas, caberá à COC apresentar uma proposta em relação ao local em que se realizará o XXIV Congresso Nacional do PS, embora dirigentes socialistas admitam que poderá ter lugar em Guimarães.

Continuar a ler

destaque

Torre do Relógio em Mora inaugurada

Dada a centralidade da Torre do Relógio e a sua importância para a história do Concelho de Mora, esta obra revestiu-se de especial importância

Publicado

em

Mora

Inauguração da Torre do Relógio

O emblemático edifício da Torre do Relógio, localizado na Praça Conselheiro Fernando de Sousa em Mora, agora totalmente requalificado e transformado, foi inaugurado este sábado.

Dada a centralidade da Torre do Relógio e a sua importância para a história do Concelho de Mora, esta obra revestiu-se de especial importância. Agora concluída, a traça exterior típica da região foi mantida, mas o interior foi totalmente modernizado e adaptado às necessidades dos tempos que correm.

Os trabalhos realizados permitem que este edifício volte a albergar serviços municipais úteis para a população em geral e, também, para quem visita o Concelho.

É exemplo disso o Posto de Turismo, que será também inaugurado na mesma ocasião, e que merecidamente terá um local de destaque no edifício e, como tal, na própria vila de Mora.

Continuar a ler

BEJA

Greve da Função Pública com forte adesão no Alentejo

Publicado

em

Greve da Função Pública

Greve da Função Pública tem forte adesão no Alentejo

A Frente Comum convocou uma greve nacional para esta Sexta-Feira e os trabalhadores aderiram. Em cima do mesa estão: Subida dos salários, valorização das carreiras e reforço dos serviços públicos.

No Alentejo, tal como no resto do país, a adesão à greve tem sido bastante significativa. O coordenador da Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública. Sebastião Santana, refere que há hospitais em serviços mínimos, sublinhando ainda que é difícil encontrar hoje um serviço público a funcionar em pleno.

Uma realidade que a equipa da TDS testemunhou quando se dirigiu ao Tribunal de Beja, esta manhã, e de facto não havia nenhum movimento. “A adesão é de 100%, aliás não há serviços mínimos”, diz-nos Armando Torrão, do Sindicato dos Funcionários Judiciais. O sindicalista acrescenta ainda que em 30 funcionários há um elevado número de pessoas com mais de 55 anos e, por isso, apela ao governo para dotar o Tribunal  de meios humanos para existir uma resposta mais célere.

Também em Évora várias escolas fecharam as portas ao longo do dia de hoje.

De relembrar que a Frente Comum reivindica um aumento dos salários em pelo menos 15%, com um mínimo de 150 euros por trabalhador, para fazer face ao “brutal aumento do custo de vida”.

Continuar a ler

destaque

Vinhos do Alentejo associam-se à Humanwinety

Publicado

em

Alentejo

Vinhos do Alentejo associa-se à Humanwinety para integrar pessoas com deficiências física ou intelectuais

Falar da Humanwinety é falar de Bento Amaral. Um enólogo apaixonado pelo mundo dos vinhos e que está tetraplégico desde os 25 anos. Algo que à partida seria uma barreira tornou-se para Bento uma janela repleta de oportunidades. Foi campeão mundial, em 2005, de vala adaptada, tendo mesmo representado Portugal nos Jogos Paralímpicos de 2008. É licenciado em Engenharia Alimentar e em 2020 integrou um grupo de cinco nomeados para o prémio “Personalidade do Ano no Vinho”, um concurso feito pela revista norte-americana Wine Enthusiast. É no meio desta trilha de vitórias que o português decide criar, em 2o22, um projeto ambicioso e inclusivo, ou seja, a Humanwinety. Um conceito que pretende promover a integração de indivíduos com deficiências físicas ou intelectuais e outras minorias, sejam elas de “comunidades étnicas frágeis” ou de refugiados, no mundo do vinho e da hotelaria. O objetivo do projeto é dar-lhes formação e capacitá-los para que possam ser integrados no setor.

Atento a esta realidade, a Comissão Regional Alentejana (CVRA) estabeleceu uma parceria com a Humanwinety. No âmbito desta parceria, que visa o desenvolvimento da sustentabilidade social do Alentejo, será definida uma agenda que passará, entre outros, pela formação de profissionais para o setor, tendo como destinatários produtores e agentes económicos da região alentejana.

Através do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), por exemplo, os agricultores podem contar com os mais diversos apoios para integrar estas pessoas.

Continuar a ler

BEJA

Apresentada Guia de Aves do Baixo Alentejo, em Sevilha

Edição bilingue em Português e Castelhano

Publicado

em

CIMBAL

Guia de Aves do Baixo Alentejo em Sevilha

No Consulado Geral de Portugal de Sevilha, foi apresentada, a edição bilingue em Português e Castelhano do Guia de Aves do Baixo Alentejo.

A sessão de apresentação decorreu no Salão de Festas, com intervenções da Senhora Cônsul-Geral, Cláudia Boesch, do Presidente do Conselho Intermunicipal da CIMBAL, António Bota, do Diretor Executivo da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo, António Lacerda e do autor do livro, Dinis Cortes.

Após as apresentações, tivemos um apontamento musical, com Campaniça Trio, que se prolongou no vestíbulo do Consulado, com degustação gastronómica e vínica dos municípios de Beja, Castro Verde e Mértola, e ainda da Adega Cooperativa de Vidigueira, Cuba e Alvito.

Os municípios presentes aproveitaram ainda para divulgar as suas ofertas turísticas, com especial enfoque no birdwatching e turismo de natureza.

Esta apresentação contou, entre o público presente, para além das entidades oficiais, com operadores turísticos e meios da comunicação social da Andaluzia, tendo beneficiado do extraordinário apoio do Consulado Geral de Portugal em Sevilha e da Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo.

Continuar a ler

Crime

O roubo de azeitona cresce cada vez mais no Alentejo

As autoridades apreenderam doze toneladas de azeitona

Publicado

em

Alentejo,

O roubo de azeitona cresce cada vez mais no Alentejo

Uma rede organizada de roubo de azeitonas foi desmantelada em Ferreira do Alentejo. As autoridades apreenderam doze toneladas de azeitona. Desta investigação resultaram dois arguidos, que adquiriam as azeitonas por 40 cêntimos o quilo, para vender a um euro.

Depois das mais recentes notícias do aumento do preço do azeite, que se tem vindo a fazer sentir em Espanha e que está a afetar Portugal, houve quem tivesse tentado alterar o sistema.

Os roubos de azeitonas têm vindo a verificar-se cada vez mais na região do Alentejo, facto que levou a ASAE de Évora a investigar esta realidade.Causando grandes prejuízos aos agricultores, os criminosos invadem propriedades de grandes dimensões para chegar às oliveiras.

O Modus Operandi destes grupos é sempre similar, ou seja, vigiam os proprietários e os trabalhadores para escolherem o momento certo para invadir as propriedades e retirar a azeitona. Em seguida, transportam as azeitonas em veículos ligeiros, transportando o “ouro vegetal” até aos cúmplices.

Suspeita-se que os indivíduos recebem o produto e depois o vendem pelo dobro do preço de compra. São ainda suspeitos de produzir azeite de forma ilegal. A investigação continua em curso.

Continuar a ler

destaque

Mora promove formação em vinho

A formação realiza-se nos dias 26 de Out, 2 e 9 de Novembro

Publicado

em

Mora

Formação em vinhos

No âmbito do Programa Formação + Próxima, do Turismo de Portugal, em parceria com o Município realiza-se em Mora uma formação relacionada com Serviços de Vinhos na Restauração.

Uma iniciativa que pretende descentralizar a formação em turismo e adaptá-la às necessidades locais.

A formação realiza-se nos dias 26 de Out, 2 e 9 de Novembro, com uma duração total de 9 horas, no horário das 15h30 às 18h30.

Trata-se de uma formação gratuita destinada a profissionais de restauração e bebidas, empregados de mesa, responsáveis por unidades de restauração, entre outros interessados.

A emissão do Certificado pelo Turismo de Portugal é condicionada pela presença mínima em 90% da carga horária da formação. A formação a decorrer nas instalações do Município de Mora (sala a designar consoante os inscritos).

Conteúdos:

O turismo vínico

Armazenamento correto dos vinhos

Materiais e utensílios necessários

Protocolo de serviço

A carta de vinhos – elaboração

Mais informações e inscrições AQUI

Continuar a ler

destaque

Homem morre afogado na Barragem de Pego do Altar

Vítima tinha 67 anos.

Publicado

em

Alcácer do Sal

Nacionalidade estrangeira

Um homem de nacionalidade estrangeira morreu ontem afogado na albufeira da Barragem do Pego do Altar.

O corpo foi detectado cerca das 16h30 de ontem, a boiar segundo os Bombeiros de Alcácer do Sal.

A vítima tinha 67 anos de idade.

Continuar a ler

Acidentes

Hospital de Portalegre com alguns serviços inundados

Publicado

em

Portalegre

Rotura em canalização provoca inundações no Hospital de Portalegre

O hospital de Portalegre viveu esta segunda-feira momentos de alguma tensão. Uma rotura numa canalização e a queda parcial de dois tetos falsos causou alarmismo dentro da unidade hospitalar.

De acordo com o enfermeiro diretor da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, Jorge Marques, o incidente ocorreu por volta das 07h30. Em declarações aos jornalistas, o enfermeiro conta que a rotura aconteceu na zona do Serviço de Esterilização provocando inundações. A água também se alastrou até um dos serviços de cirurgia, o que resultou em infiltrações em áreas como a cozinha, refeitório e rouparia.

Apesar do aparato, a administração do hospital garante que no respeita aos utente e cirurgias, a atividade não foi afetada, sem registo de maiores danos a acrescentar.

Continuar a ler

Últimas

x
error: O conteúdo está protegido!!