Incêndio de Odemira continua ativo depois de noite favorável

Estimated read time 1 min read

Brejão, Odemira

Noite de paciência

“Foi uma noite difícil e de muita paciência no incêndio de Odemira”, o relato foi feito por um dos operacionaisque se mantém no terreno.

A frente do Brejão acabou por ‘morrer por ela própria’ e pelo trabalho atento e de forma ‘musculado’ dos bombeiros no terreno, adiantou.

Uma mulher grávida foi uma das retiradas da sua casa já que habita numa habitação isolada onde as chamas estiveram perto.

Sem ser uma ameaça para a aldeia do Brejao ou para Zambujeira do Mar o fogo foi devastando floresta e muito mato.

“Mantemos dois pontos críticos: um a norte, na zona de Defeira, que inspira muita preocupação, e também a sul, na frente virada a Monchique”, referiu já esta manhã o Comandante Operacional José Ribeiro.

O comandante da Proteção Civil na região Alentejo prevê contudo muito trabalho durante o dia de hoje.

Neste quarto dia de incêndio as temperaturas voltam a ser muito elevadas na ordem dos 40 graus.

Não existe nesta altura a perspectiva de perigo junto de zonas habitacionais.

AS MAIS IMPORTANTES DO DIA