Roteiro da Água no Alentejo e Algarve

Estimated read time 3 min read

ROTEIRO ECOLOGISTA | OS VERDES

ROTEIRO DA ÁGUA NO ALENTEJO E NO ALGARVE

O Partido Ecologista Os Verdes deu início, no passado dia 1 de Março, a mais uma campanha nacional, o “Roteiro Ecologista”.

Esta campanha inclui um Roteiro sobre diversos temas, que incluirão iniciativas por todo o país, com as quais o PEV pretende dar continuidade a um trabalho de proximidade com as populações e os problemas que enfrentam.

O Roteiro Ecologista que terá lugar entre os dias 8 e 11 de março, pelo Alentejo e Algarve, será um Roteiro da Água.

Com este Roteiro pretendemos dar às questões da água a visibilidade que estas merecem, ouvindo instituições públicas, associações, movimentos e população.

A água é um recurso natural essencial, cuja importância é indiscutível como fonte de vida no nosso Planeta. É um elemento fundamental ao equilíbrio existente nos sistemas terrestres e tem um grande valor não apenas na dimensão ambiental, mas também ao nível social e do desenvolvimento.

A água é um bem e um direito de toda a humanidade, é um recurso estratégico de cada comunidade e país, pelo que os modelos de gestão devem garantir, em equidade, o acesso à água potável e ao saneamento, bem como a proteção do recurso e para isso têm de ser públicos.

Por se tratar de um direito, o qual não pode ser negado a ninguém, o PEV considera inconcebível que a gestão do seu abastecimento e do saneamento seja feita em função de uma lógica de obtenção de lucro. Por isso, os Verdes são frontalmente contra a privatização do sector da água ou da concessão da sua gestão a privados. E só concebem a gestão pública que obedeça ao princípio do direito humano à água, declarado pela ONU, assim como ao princípio do uso eficiente da água, tendo em conta a escassez do recurso e a ameaça das alterações climáticas.

Nos territórios por onde este roteiro vai andar, a questão da escassez da água coloca-se com mais intensidade e é necessário lutar por políticas sérias de investimento e de gestão deste recurso.

Os Verdes, que querem promover processos de envolvimento, partilha, reflexão e participação, pretendem contribuir, com estas visitas e conversas, para soluções mais concretas, transparentes e eficazes.