Últimas:
Ana Sofia Cardoso presente na inauguração da PIMEL (Video) – RÁDIO TDS
Siga-nos

ALCÁCER DO SAL

Ana Sofia Cardoso presente na inauguração da PIMEL (Video)

Para além de ser alentejana tem muito orgulho na região

Publicado

em

PIMEL – 2023

Embaixadora do Alentejo presente na inauguração

Ana Sofia Cardoso,  jornalista e embaixadora do Alentejo designada pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, também esteve presente na inauguração da PIMEL.

A pivot da CNN Portugal, referiu que aceitou o convite com muito gosto, até porque para além de ser alentejana tem muito orgulho na região.

Continuar a ler
Publicidade

ALCÁCER DO SAL

Alunos do ensino básico do concelho de Alcácer do Sal apoiados pela autarquia

64 crianças apoiadas com cadernos de atividades e mochilas.

Publicado

em

Alcácer do Sal

Município investiu cerca de 18.688,08 euros

A Câmara Municipal de Alcácer do Sal continua, a apoiar os alunos do 1.º ciclo do ensino básico do concelho, através da oferta dos cadernos de atividades, assim como de mochilas para o seu transporte.

O Executivo Municipal levou a cabo a entrega das mochilas e cadernos na Escola Básica do Olival Queimado, na Escola Básica de Casebres e na Escola Básica de Palma, onde foram agraciadas 64 crianças com as ofertas do Município de Alcácer.

Neste ano letivo de 2023/2024, o apoio vai estender-se a um total de 344 estudantes, o que constitui um investimento do Município na ordem dos 18.688,08 euros.

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Bandas Filarmónicas do concelho de Alcácer do Sal recebem novos instrumentos

Momento especial para a cultura local.

Publicado

em

Alcácer do Sal

Bandas filarmónicas apoiadas

As bandas filarmónicas da Sociedade Filarmónica Amizade Visconde de Alcácer (Calceteira) e da Sociedade Filarmónica Progresso Matos Galamba (Pazôa), receberam da empresa Oliveira, Reis & Associados (ORA), a oferta de novos instrumentos musicais.
Este momento, particularmente especial para a cultura local, que contou com a presença do presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, que interveio no final da sessão, integra o vasto programa da reunião anual da ORA, empresa de contabilidade, auditoria e consultoria fiscal que conta com o alcacerense Carlos Grenha como sócio principal.
Com escritórios em Lisboa, Porto e Leiria, a ORA escolheu Alcácer do Sal para a realização deste encontro que juntou cerca de 90 colaboradores e que associou períodos de trabalho a momentos de lazer e de descoberta da região.

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

O Conselho Local de Ação Social de Alcácer do Sal reuniu-se

Marcaram presença e intervieram na reunião o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença e a vereadora Vera Letras

Publicado

em

Alcácer do Sal

Reunião do CLASAS teve lugar no salão nobre dos paços do concelho

O Conselho Local de Ação Social de Alcácer do Sal (CLASAS) reuniu em plenário no decorrer da tarde desta quarta-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, tendo a reunião servido, entre outros pontos, para:

Apresentação do relatório final preliminar da Carta Social Municipal, por parte do Dr. Luís Carvalho, técnico da RUR – Estudos e Projetos Urbanos, Regionais e Locais, Lda., empresa responsável pela sua realização, e posterior debate.

Apresentação do Núcleo de Garantia para a Infância, pela Dr.ª Sónia Almeida, da Coordenação Nacional da Garantia para a Infância, com subsequente debate.

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Município de Alcácer do Sal prossegue na cedência de apoios às associações do concelho

Apoio de cerca de 17.000.00€.

Publicado

em

Alcácer do Sal

Associações do concelho apoiadas pela autarquia

De acordo com uma proposta, aprovada em Reunião de Câmara, a autarquia de Alcácer do Sal vai ceder determinantes apoios financeiros a três coletividades do concelho.

Neste âmbito, vai ser assinado um protocolo de colaboração entre o município e o Clube de Caça e Pesca e outras Atividades Recreativas dos Trabalhadores do Município de Alcácer do Sal, que estabelece a cedência de um apoio financeiro anual no valor de 1.000,00 euros, assim como apoio logístico, técnico ou transporte;

O Grupo Desportivo de Vale de Guizo vai receber, da Câmara Municipal, um apoio financeiro no valor de 15.000,00 euros, para levar a cabo diversas obras de requalificação das instalações do Centro de Convívio de Vale de Guizo;

Vai ser assinado um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal e a Associação da Comunidade Ativa da Carrasqueira, que determina a cedência de um apoio financeiro anual no valor de 1.000,00 euros, assim como apoio logístico, técnico ou transporte.

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Estão quase abertas as inscrições para o novo ano letivo da universidade sénior de Alcácer do Sal

Os interessados podem inscrever-se,  nos dias 20, 21 e 22 de setembro.

Publicado

em

Alcácer do Sal

Vão estar disponíveis 11 disciplinas

Estão quase abertas as inscrições e renovações de matrículas para o novo ano letivo da Universidade Sénior de Alcácer do Sal, que vai arrancar a 16 de outubro.

Os interessados podem inscrever-se,  nos dias 20, 21 e 22 de setembro, entre as 10h e as 12h.

A inscrição/renovação de matrícula poderá ser feita nas instalações da USAS (antiga Escola Primária dos Açougues) ou no site da Câmara Municipal.

As disciplinas que vão estar disponíveis serão:

Lavores, Inglês, Gerontopsicomotricidade, Expressão Plástica, Musicoterapia, Informática, Desenvolvimento da Leitura e da Escrita, Atividade Física e Desporto, Psicodança, Desenvolvimento Pessoal e Yoga do Riso/ Astronomia (aulas mensais com inscrição prévia).

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Alcácer, Grândola e Setúbal querem a travessia do Sado mais acessível.

Os tarifários cobrados na travessia do rio Sado “podem, em algumas circunstâncias, ser mais elevados do que fazer a viagem para aquele território por autoestrada, com passagem por Alcácer e rumando depois à Comporta”.

Publicado

em

Setúbal

Setúbal, Grândola e Alcácer do Sal defenderam soluções que tornem mais acessível o acesso fluvial a Troia, incluindo a possibilidade de associar o passe Navegante à travessia.

Numa conferência de imprensa conjunta com os presidentes das câmaras municipais de Alcácer do Sal, Vítor Proença, e de Grândola, António Figueira Mendes, realizada esta manhã no Forte de São Filipe, o presidente do município de Setúbal, André Martins, defendeu a necessidade de intervenção das duas entidades numa questão de interesse nacional.

“Desde tempos imemoriais que o rio Sado é um elemento que facilita a ligação entre a Área Metropolitana de Lisboa e o Sul do país. Hoje, infelizmente, é cada vez mais uma barreira à mobilidade entre as duas margens, devido aos elevados preços praticados no transporte fluvial.”

Para os autarcas, a AML e o Governo “devem assumir as suas responsabilidades para alterar a atual situação e criar as condições necessárias de mobilidade de pessoas e bens para a península de Troia”, melhorando o acesso das populações da Área Metropolitana de Lisboa ao Litoral Alentejano.

Uma das soluções, indicou André Martins, passa pela “entrega do serviço público de transportes da travessia fluvial às entidades públicas com competências nesta matéria, como é o caso da AML”, pois este serviço “deve deixar de estar condicionado por um contrato de concessão gerido pela administração portuária”.

O autarca defendeu, igualmente, que deve equacionada a hipótese de incluir esta travessia no passe Navegante, “permitindo diminuir os custos para as populações que necessitam de atravessar, diariamente, as duas margens do Sado”.

Num comunicado conjunto divulgado na conferência de imprensa desta manhã, os presidentes dos municípios que integram o arco ribeirinho do Sado revelam que decidiram tomar uma posição pública sobre o problema da travessia fluvial, entre Setúbal e Troia,“depois de, nos últimos meses, terem analisado esta situação em conjunto, a par da realização de vários contactos”.

Esta travessia “é uma ligação essencial ao desenvolvimento económico, bem como à coesão social, dos territórios” de Setúbal, Alcácer do Sal e Grândola, sendo que sua relevância “tem de ser associada, por exemplo, à função das estradas nacionais que asseguram as ligações rodoviárias a todo o Litoral Alentejano, bem como à autoestrada”.

Os três autarcas defendem que devem ser encontradas, em conjunto com a Área Metropolitana de Lisboa e o Governo, “soluções e caminhos que façam do Sado, no que diz respeito à mobilidade de pessoas e bens, um elo de ligação acessível e claramente alternativo a outras opções rodoviárias, tanto do ponto de vista económico, como do ponto de vista ambiental”.

Os tarifários cobrados na travessia do rio Sado “podem, em algumas circunstâncias, ser mais elevados do que fazer a viagem para aquele território por autoestrada, com passagem por Alcácer e rumando depois à Comporta”.

Com o tarifário atual, “quem quiser atravessar o Sado com a sua viatura no ferryboat terá de pagar 19,60 euros, com o condutor incluído, mais 5,60 euros pelo primeiro passageiro e 4,30 euros por cada um dos restantes”, o que para uma viatura com quatro pessoas totaliza 33,80 euros por viagem, “mais do que algumas viagens para destinos europeus em companhias de aviação lowcost”.

Se a viagem se realizar no catamarã, que apenas transporta passageiros, o percurso de ida e volta tem o custo de 8,80 euros.

“Utilizando um carro ligeiro a gasolina, o custo da viagem para quatro pessoas continua a ser ligeiramente mais baixo do que se utilizarmos o barco, o que, naturalmente, afasta da travessia muitos potenciais utentes, que preferem utilizar a sua viatura com a comodidade que lhe é sempre associada e, claro, a consequente pegada ecológica”, lamentam os autarcas de Setúbal, Alcácer do Sal e Grândola.

Esta situação, acaba por “afastar quem necessita de atravessar o rio para trabalhar, abastecer as populações que ali vivem, apoiar as atividades que se desenvolvem daquele lado ou para ir à praia ou fazer turismo” em Troia.

Os autarcas destacam a importância histórica, económica, social e ambiental de Troia para a região, uma vez que é “um ponto de paragem, de passagem e de transição entre duas grandes unidades territoriais, a Península de Setúbal, território onde vive praticamente um terço da população da Área Metropolitana de Lisboa, e o Alentejo”.

A península de Troia tem um “papel fundamental” na relação de toda a Área Metropolitana de Lisboa com o Litoral Alentejano, “seja na deslocação de mão de obra, seja no acesso a equipamentos turísticos e zonas balneares, seja, ainda, no abastecimento de variadíssimas matérias aquela área”.

Também as relações das populações dos concelhos do Litoral Alentejano com Setúbal “são, historicamente, muito relevantes”, sendo que milhares de pessoas continuam a utilizar serviços de saúde sedeados em Setúbal, bem como outro tipo serviços e apoios administrativos. 

A travessia do Sado viabiliza, igualmente, o acesso de um elevado número de pessoas que trabalham em ambos os lados do rio e“não pode, por isso, com os preços praticados, continuar a constituir um obstáculo à deslocação destas pessoas”.

Tendo em conta a dimensão do problema de que “resultam condicionamentos à circulação de pessoas e bens” num vasto território do país, que inclui os municípios da AML e do Litoral Alentejano, os presidentes das câmaras municipais de Setúbal, Alcácer do Sal e Grândola consideram que o Governo não pode ficar de fora.

“O Estado não pode continuar a desresponsabilizar-se. Do nosso lado, estamos totalmente disponíveis para, no contexto de soluções negociadas, contribuir para soluções equilibradas em prol das populações.”

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Desassoreamento do Sado vai avançar

O rio encontra-se fortemente assoreado provocando maus cheiros e prejudicando a sua navegabilidade. 

Publicado

em

Alcácer do Sal

Desassoreamento do rio

Foi aprovada, em reunião de Câmara, a proposta referente ao protocolo de colaboração técnica e financeira para ações de desassoreamento do rio Sado.

Trata-se de uma colaboração estabelecida entre a Câmara Municipal de Alcácer do Sal e a Agência Portuguesa do Ambiente, com vista ao desenvolvimento de ações que constituem o Plano de Ação para a Execução da Intervenção de Desassoreamento do Troço do Rio Sado Frente Urbana de Alcácer do Sal. 

A necessidade de promover uma maior relação da cidade com o rio, aumentando a atratividade do Sado como meio de sustentação da revitalização da cidade, leva a que a Câmara Municipal de Alcácer do Sal queira promover o desassoreamento e limpeza de margens do rio Sado na sua frente urbana, promovendo assim o seu usufruto minimizando os maus odores que resultam da situação de assoreamento em que se encontra o rio neste troço. 

Esta justificada pretensão da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, assenta essencialmente nas premissas do ponto de vista ambiental e social.

O rio encontra-se fortemente assoreado provocando maus cheiros, prejudicando a sua navegabilidade. 

No âmbito das suas competências a APA/ARH Alentejo comprometeu-se em avaliar esta pretensão do município do ponto de vista ambiental e promover consulta sobre o assunto às diferentes entidades, com vista a enquadrar as tipologias de intervenção, a realizar estimativas de custos possíveis e fontes de financiamento.  

Tendo agora sido apresentado por parte da APA/ARH Alentejo uma Proposta de Plano de Ação para a Execução da Intervenção de Desassoreamento do Troço do Rio Sado Frente Urbana de Alcácer do Sal, a proposta previa formalizar a relação entre as partes por forma a dar o bom seguimento para concretizar tão relevante ação. 

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

CLDS 4G de Alcácer do Sal apresenta “Missão Jovem 4G”

Estas atividades estão abertas a jovens entre os 16 anos e os 30 anos, de todo o concelho de Alcácer do Sal

Publicado

em

Alcácer do Sal

O objetivo é desenvolver atividades de interajuda, convívio, promoção do envelhecimento ativo

O projeto CLDS 4G de Alcácer do Sal lançou a ação “MISSÃO JOVEM 4G”, que tem como objetivo dinamizar atividades de voluntariado juvenil vocacionadas para o trabalho com a população idosa.

Já se encontram abertas as inscrições para os voluntários acompanharem os idosos do concelho numa ida à praia da Comporta, a acontecer dia 29 de agosto.

Estas inscrições terminam dia 25 de agosto.

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Câmara Municipal de Alcácer do Sal assinou protocolo de colaboração com comité organizador paroquial local

Protocolo assinado no âmbito da realização da Jornada Mundial da Juventude 2023 (JMJ) em Lisboa

Publicado

em

Alcácer do Sal

As Jornadas Mundiais da Juventude realizam-se entre os dias 1 e 6 de agosto em Lisboa

No âmbito da realização da Jornada Mundial da Juventude 2023 (JMJ) em Lisboa, a Câmara Municipal de Alcácer do Sal vai estabelecer uma parceria com o Comité Organizador Paroquial (COP) de Alcácer do Sal para a semana de Dias Nas Dioceses, integrada na organização das JMJ.

A assinatura do contrato que viabiliza este acordo foi assinado na tarde do dia 20 de julho, tendo a formalidade contado com as presenças do presidente da Câmara Municipal de Alcácer, Vítor Proença, e do representante do Comité Organizador Paroquial de Alcácer do Sal (COP), Pe. Sezinando Alberto.

Entre outros apoios, entre os quais o logístico, a Câmara Municipal vai ceder o Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Secundária de Alcácer do Sal e o Pavilhão de Desportos de Alcácer (EB Pedro Nunes) para dormidas, e o refeitório da EB Pedro Nunes para refeições.

A Arquidiocese de Évora, na qual o COP de Alcácer se insere, solicitou este apoio ao Município dada a necessidade de cooperação entre autoridades civis e religiosas para a satisfação das necessidades logísticas e de organização das JMJ Lisboa 2023, com particular incidência na semana Dias Nas Dioceses, considerando que a referida Arquidiocese receberá e acolherá, no seu território, 7500 jovens provenientes de todo o mundo, 271 dos quais ficarão no concelho de Alcácer do Sal, para que possam participar na referida iniciativa, que tem lugar entre os dias 26 de julho e 1 de agosto, antecedendo a JMJ Lisboa 2023, que tem lugar entre os próximos dias 1 e 6 de agosto.

Continuar a ler

ALCÁCER DO SAL

Comemorações do dia internacional da juventude

Projeto CLDS 4G – Alcácer Valoriza Gerações em conjunto com a Câmara Municipal de Alcácer do Sal, vai desenvolver um conjunto de iniciativas

Publicado

em

Alcácer do Sal

Dia Internacional da Juventude

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Juventude a música irá estar em destaque por constituir um elemento fundamental para desenvolver as capacidades de expressão, comunicação e imaginação.

Assim, o projeto CLDS 4G – Alcácer Valoriza Gerações em conjunto com a Câmara Municipal de Alcácer do Sal, vai desenvolver um conjunto de iniciativas nas quatro freguesias do concelho, nos dias 11, 12, 13 e 14 de agosto, sempre pelas 22h30.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!