Últimas:
Portalegre é o distrito do país que elege menos deputados. Apenas 2. – RÁDIO TDS
Siga-nos

Política

Portalegre é o distrito do país que elege menos deputados. Apenas 2.

Beja e Évora elegem 6 deputados (3 em cada distrito) e Setúbal coloca 19 na Assembleia da República.

Publicado

em

Foto: Assembleia da República

Portalegre

Deputados a eleger

Portalegre é o distrito do país que menos deputados vai eleger nas próximas eleições legislativas.

São apenas dois deputados que irão representar os habitantes do distrito do norte Alentejo.

Beja e Évora elegem 3, cada um dos distritos, enquanto Setúbal vai eleger 19. As contas são o resultado do número de eleitores por distrito.

Lisboa mantém-se como o maior círculo eleitoral (48 deputados), seguido pelo Porto (40), Braga (com os mesmos 19 de Setúbal), Aveiro (16) e Leiria (10).

Com nove deputados permanecem Coimbra, Faro e Santarém, enquanto Viseu tem oito lugares no parlamento para distribuir.

Nas regiões autónomas, Madeira mantém seis deputados e os Açores cinco.

Com os mesmos cinco mandatos de Viana do Castelo continua Vila Real, seguido de Castelo Branco com quatro.

Beja, Bragança, Évora e Guarda continuam com três deputados, enquanto com dois mantêm-se Portalegre, Europa e Fora da Europa.

Continuar a ler
Publicidade

Política

Cartaz do Chega vandalizado em Évora

Cartaz está integrado na campanha eleitoral de 10 de março em causa está o crime de ‘dano em material de propaganda’

Publicado

em

Évora

Cartaz vandalizado

O cartaz do Chega, na principal entrada de Évora, foi vandalizado.

Foi lançada tinta para o rosto de André Ventura a imagem central do cartaz.

Este não é o primeiro caso de destruição de material de campanha do partido tendo o partido por várias situações apresentado queixa junto das autoridades tal como prevê a lei.

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) referiu noutras situações que “a liberdade de propaganda vigora a todo o tempo, nos termos da Constituição, e inclui o direito de fazer propaganda e de utilizar os meios adequados próprios, bem como o direito ao não impedimento de realização de ações de propaganda”.

Segundo adianta a CNE em período eleitoral, a liberdade de propaganda encontra-se particularmente protegida pelas diversas leis eleitorais, designadamente ao nível punitivo, através da consagração do crime de ‘dano em material de propaganda’, que apenas tem aplicação desde o início do processo eleitoral.

Ou seja, desde a publicação do decreto que marca a data do ato eleitoral.

Refere o artigo 175.º (Dano em material de propaganda):

       1 — Quem roubar, furtar, destruir, rasgar, desfigurar ou por qualquer forma inutilizar ou tornar inelegível, no todo ou em parte, material de propaganda eleitoral ou colocar por cima dele qualquer outro material é punido com pena de prisão até 1 ano ou pena de multa até 120 dias.
2 — Não são punidos os factos previstos no número anterior se o material tiver sido afixado em casa ou em estabelecimento de agente sem o consentimento deste.

Continuar a ler

Política

PCP apresenta manifesto eleitoral para o Alentejo

É apresentado em 4 distritos diferentes

Publicado

em

PCP

 Manifesto eleitoral

No âmbito da pré-campanha eleitoral para as eleições legislativas do próximo dia 10 de Março, a Direcção Regional do Alentejo do PCP apresentará no próximo dia 14 de Fevereiro, 4ª Feira, o Manifesto Eleitoral do PCP “O Alentejo tem futuro – Mais CDU, vida melhor”.

Segundo o partido “Trata-se de um importante documento que sintetiza uma visão integrada de desenvolvimento para toda a região Alentejo assente num conjunto de medidas e projectos concretos que abarcam uma visão de conjunto das necessidades e potencialidade de desenvolvimento do Alentejo.”

A apresentação deste manifesto será concretizada em 4 conferências de imprensa, realizadas no mesmo dia (14 de Fevereiro), uma em cada uma das 4 sub-regiões do Alentejo, direccionadas à comunicação social nacional, regional e local, e que contarão com a participação de candidatos da CDU e dirigentes do PCP. Todos os órgãos de comunicação são convocados para estas conferências de imprensa que terão um período de perguntas e respostas após a apresentação do manifesto.

Conferência de Imprensa no Distrito de Évora

14 de Fevereiro – 11:00

Local: Centro de Trabalho do PCP de Évora –  Rua de Avis, 97, Évora

Participam:

Alma Rivera, 1ª Candidata da CDU pelo Círculo Eleitoral de Évora

Noel Moreira, Candidato da CDU pelo Círculo Eleitoral de Évora, Membro do Executivo da Direcção da Organização Regional de Évora do PCP

Nuno do Ó, Candidato da CDU pelo Círculo Eleitoral de Évora.

Conferência de Imprensa no Distrito de Portalegre

14 de Fevereiro – 17:00

Local: Centro de Trabalho de Portalegre do PCP – R. do Comércio 46, Portalegre

Participam:

Fátima Dias, 1ª Candidata da CDU pelo Círculo Eleitoral de Portalegre

Diogo Júlio, Mandatário da CDU no Círculo Eleitoral de Portalegre, membro da Direcção Regional do Alentejo e do Executivo da Direcção da Organização Regional de Portalegre do PCP

Helena Neves, Membro do Comité Central, do Executivo da Direcção da Organização Regional de Portalegre e da Direcção Regional do Alentejo do PCP.

Conferência de imprensa no Distrito de Beja

14 de Fevereiro – 15:00

Local: Centro de Trabalho do PCP de Beja – R. Ancha, 21, Beja

Participam:

João Dias, 1º Candidato da CDU pelo Círculo Eleitoral de Beja

José Pós de Mina, Membro da Direcção Regional do Alentejo e da Direcção da Organização Regional de Beja do PCP

António Vitória, Membro da Direcção Regional do Alentejo e da Direcção da Organização Regional de Beja do PCP

Conferência de Imprensa no Litoral Alentejano

14 de Fevereiro – 11:30

Local: Entrada do Mercado de Vila Nova de Santo André

Participam:

Susana Espada, Candidata da CDU pelo Círculo Eleitoral de Setúbal e membro da Direcção da Organização Regional do Litoral Alentejano do PCP

Tiago Aldeias, Candidato da CDU pelo Círculo Eleitoral de Setúbal, membro do Conselho Nacional do Partido Ecologista os Verdes

Miguel Gonçalves, Membro da Direcção Regional do Alentejo e da Direcção da Organização Regional do Litoral Alentejano do PCP.

Continuar a ler

Política

Luís Dias suspende mandato para ser deputado do PS

É cabeça de lista pelo PS nas legislativas de março

Publicado

em

Vendas Novas

Luís Dias suspende mandato na Câmara Municipal de Vendas Novas, por imperativo legal, para aceitar desafio de ser candidato a deputado por Évora

Luís Dias anunciou a suspensão automática e imediata do seu mandato como Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas, à data de 26 de janeiro, decorrente da entrega em tribunal da lista do PS, que lidera, por Évora, às próximas Eleições Legislativas.

Na sessão transmitida a toda a população através das redes sociais do Município, fez questão de referir que «… este fim de ciclo na Câmara Municipal não me fará abandonar nunca a minha terra e que, acredito que este novo desafio, me permitirá continuar a servir Vendas Novas, agora no Parlamento Português, se assim o entenderem obviamente os eleitores.»

Agradeceu ainda a todos os Vendasnovenses pela confiança depositada; aos titulares dos demais órgãos públicos, instituições e associações do Concelho pela forma como cultivaram as relações institucionais e aos trabalhadores do Município por serem o corpo que permitiu a cada dia fazer mais e melhor por Vendas Novas.

Apesar da saída, reafirmou a continuação do projeto iniciado em 2021, «É minha certeza, que o projeto se vai renovar, e que a determinação do Valentino Salgado Cunha e da Susana Gonçalves será igual àquela que tiveram todos os que serviram Vendas Novas até aqui. Têm a minha total confiança e terão todo o meu apoio sempre que precisarem.»

Terminou salientando que, «depois de 20 anos da minha vida dedicada à causa autárquica, em Vendas Novas, sendo quase 10 anos na oposição, e mais de 10 anos na Presidência da Câmara Municipal, considero de forma inequívoca que cumpri com honra, com profissionalismo, com espírito de missão e com total empenho todos os desafios que me foram confiados.».

Na próxima sexta-feira, dia 2 de fevereiro, pelas 21h30, no Auditório Municipal, irá ainda conduzir a sessão pública de transmissão de poderes ao Presidente, Valentino Salgado Cunha, e à Vereadora Susana Gonçalves.

Continuar a ler

FRONTEIRA

Cabeça de lista da AD por Portalegre justifica opção aos fronteirenses

Autarca é candidato pela AD em Portalegre

Publicado

em

Presidente de Fronteira justifica saida aos municipes

Candidato da AD por Portalegre

Texto de intervenção do autarca:

“Serei cabeça de lista no círculo de Portalegre, pela coligação entre PSD, CDS e PPM, designada Aliança Democrática, nas eleições legislativas do próximo dia 10 de março.

E é minha obrigação que as primeiras palavras que profiro publicamente acerca deste desafio, sejam precisamente dirigidas aos munícipes do meu concelho. Afinal, foi pela populacão do meu concelho que decidi suspender a minha atividade no sector privado, num já longíquo ano de 2009, e dedicar-me à política autárquica em regime de exclusividade. E foi também por causa da confiança que a população do meu concelho sempre me manifestou, traduzida nas sucessivas maiorias absolutas que obtive, que, em abono da verdade, acabei por chegar a este momento.

Quando fui desafiado pelo Dr. Luís Montenegro, para ser cabeça de lista no nosso distrito, no nosso território, fiquei honrado, mas não deixei de refletir acerca das minhas responsabilidades perante os meus munícipes. Quem me conhece, e vocês conhecem-me bem, sabe que pondero muito todas as minhas ações. Decidi aceitar por duas razões:

(1) Por um lado, confio totalmente na minha equipa na Câmara Municipal. É uma equipa que já deu mostras da capacidade de continuar o nosso projeto, que é um projeto centrado nas pessoas, um projeto que instituiu um conjunto alargado de apoios à população ao mesmo tempo que reduziu impostos e ainda assim conseguiu melhorar substancialmente a situação financeira da câmara municipal. É um projeto capaz, que investe no essencial e não acessório, que prioriza o que faz falta e não o que é mais popular. É um projeto potenciador, apto a colocar o nosso pequeno território no centro das atenções em eventos com projeção internacional. Quando ainda hoje ouvimos na campanha eleitoral partidos a propor apoios na aquisicao de medicamentos, nós já temos. Quando ouvimos propor creche gratuita, nos já temos. Quando se fala de transportes gratuitos, nós já os temos. Não fui só eu a conseguir estes resultados. Foram todos os que ao longo dos anos estiveram e estão comigo. Confio totalmente neles e sei que a nossa população também pode confiar.

(2) Por outro lado, decidi aceitar este desafio porque não consigo ficar indiferente ao que se passa no nosso país e que afecta especialmente a nossa região. Sinto que está na altura de dar a cara e assumir as minhas responsabilidades. Que está na altura de colocar ao serviço do nosso território todo o conhecimento e experiência que os anos de governação autárquica, intermunicipal e regional me trouxeram. Que está na altura de defender a outro nível os interesses dos norte alentejanos, que são também por maioria de razão, interesses da populacão do concelho de Fronteira.

Sei que a larga maioria da população do concelho de Fronteira se revê nestas palavras e se sentirá tão honrada quanto eu neste desafio.

Sou social democrata. Sempre fui. Por isso não me posso conformar com uma governação de impostos máximos e serviços públicos mínimos. Uma governação que não transmite futuro aos seus jovens e despreza as necessidades dos seus idosos. Daqueles que construíram o nosso presente. Uma governação que despreza a nossa cultura, que não preserva as nossas tradições e que tornou a agricultura, a pecuária e o mundo rural reféns do radicalismo ambiental.

Por todas estas razões e tantas outras que terei oportunidade de referir e pormenorizar, serei cabeça de lista pela Aliança Democrática ao nosso Distrito. Respeitando o legado e honrando o percurso que a população do meu concelho me deu a honra de percorrer.”

Veja declaração em Video AQUI

Continuar a ler

Política

Novo posto da GNR de Sousel vai custar mais de 1,2M de €uros.

Presidente da autarquia fala de um dia muito feliz para o concelho.

Publicado

em

Sousel

Acordo assinado

O Ministério da Administração Interna (MAI) homologou acordos entre eles com o  município de Sousel, numa cerimónia presidida pela Secretária de Estado da Administração Interna, Isabel Oneto.

Através do Contrato interadministrativo assinado com o Município de Sousel o Estado irá financiar a construção do novo Posto Territorial da GNR com 1,2 milhões de euros (acrescidos de IVA).

A Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna tem curso a elaboração dos projetos de execução para os Postos Territoriais da GNR em Alijó, em Freamunde (Paços de Ferreira), em Matosinhos e a breve prazo ficará disponível o contrato
interadministrativo para a Esquadra da PSP na Cruz de Pau (Seixal).

A Secretária de Administração Interna, Isabel Oneto, afirmou que “a execução do nosso programa de investimentos tem decorrido a bom ritmo. Esperemos que assim continue no futuro, porque estes programas são essenciais para que as forças de segurança tenham condições de trabalho e de operacionalidade para garantir a segurança dos cidadãos. Concretizamos hoje estes passos porque o poder local é um parceiro essencial nas políticas de segurança e de administração interna. E gostaria de salientar que os territórios menos densamente povoados, ou com povoamento mais disperso, merecem o mesmo respeito da parte do Governo que os territórios urbanos. Todos carecem da mesma proteção e do mesmo investimento”.

Municipio de Sousel

Investimento de 1.212 milhões de euros (acrescido de IVA) na construção do Posto Territorial da GNR de Sousel, para a qual a autarquia cedeu terreno.
O presidente da Câmara Municipal de Sousel, Manuel Silva Valério, afirmou: “Hoje é sem dúvida um dia muito feliz para Sousel. Passados vários anos de uma visita da então Secretária de Estado Isabel Oneto a Sousel, quis o destino que o contrato fosse assinado pela senhora. As atuais instalações têm muitos anos e vai ser feito um investimento significativo. Estas são sinergias que funcionam bem para os munícipes e para o país”.

Continuar a ler

Política

Autarcas de Évora com Pedro Nuno Santos

Apresentação do programa de candidatura à liderança do partido

Publicado

em

PS, Évora

Federação está com Pedro Nuno Santos

Os autarcas socialistas do distrito de Évora estão com Pedro Nuno Santos. Foi isso que demostraram na apresentação das linhas mestras no Palácio D.Manuel, em Évora.

Entre os apoiantes está Luís Dias, presidente da Federação distrital de Évora do PS.

Na sala esteve igualmente Norberto Patinho, atual deputado do PS pelo distrito.

Na intervenção do candidato Pedro Nuno Santos não se poupou nas críticas à direita.

Continuar a ler

Política

Pedro Nuno Santos apresenta em Évora candidatura

As eleições internas do PS estão marcadas para os dias 15 e 16 de dezembro, para escolha do secretário-geral, da presidente das mulheres socialistas e dos delegados ao congresso nacional, que decorrerá nos dias 5, 6 e 7 de janeiro de 2024. 

Publicado

em

Pedro Nuno Santos apresenta em Évora candidatura para “derrotar a direita”

Candidatura à liderança do Partido Socialista (PS)

O socialista Pedro Nuno Santos afirma que a sua candidatura a secretário-geral do PS visa “derrotar a direita” que avisa “prepara-se para se juntar toda” nas próximas eleições legislativas, pelo que está empenhado em mobilizar “o eleitorado do PS, mas não só”.

Pedro Nuno Santos, considerado o “obreiro da geringonça”, conta com o apoio de mais de dois terços da bancada parlamentar do Partido Socialista e da esmagadora maioria das federações do PS.

O candidato defende um projeto político “que mobilize e continue a transformar Portugal”, para as pessoas poderem “viver melhor”, com uma agenda de propostas progressistas, como a valorização salarial, a aposta nas energias renováveis e a defesa dos serviços públicos.

No distrito de Évora, o diretor de campanha da candidatura “Portugal Inteiro” é Jorge Nunes, presidente da concelhia de Reguengos de Monsaraz, sendo o mandatário João Grilo, atual presidente da câmara municipal de Alandroal e Tiago Pardal, mandatário jovem.

Pedro Nuno Santos é candidato à sucessão de António Costa, depois da sua saída da liderança do PS, anunciada após dez anos à frente do partido e do governo.

As eleições internas do PS estão marcadas para os dias 15 e 16 de dezembro, para escolha do secretário-geral, da presidente das mulheres socialistas e dos delegados ao congresso nacional, que decorrerá nos dias 5, 6 e 7 de janeiro de 2024.

Continuar a ler

Autarquias

Nuno Mascarenhas diz estar inocente

Autarca mantém-se no cargo

Publicado

em

Sines

Nuno Mascarenhas vai continuar a presidir a câmara de Sines

O presidente da Câmara de Sines vai continuar a exercer o cargo de presidente da Câmara Municipal de Sines.

O autarca, numa declaração sem direito a perguntas, afirmor ‘Estou inocente’.

“A justiça falou e decidiu a minha inocência”, acrescentou.

O autarca diz continua a “Desenvolver o trabalho em prol de Sines”.

A fechar a declaração diz “Aguardar com tranquilidade com o desenvolvimento do  processo”

Continuar a ler

Autarquias

Nuno Mascarenhas regressou à câmara de Sines

Presidente não está indíciado de qualquer crime

Publicado

em

Sines

Autarca regressou à câmara sem ser indiciado de qualquer crime

O autarca de Sines, envolvido no processo influencer, regressou esta manhã à autarquia de Sines.

Nuno Mascarenhas em declarações, à saída da sua habitação, referiu que irá tomar posição numa eventual declaração ou comunicado as 15h30.

Nuno Mascarenhas deverá continuar no cargo de presidente da autarquia já que não existe qualquer impedimento para exercer o seu cargo.

Refira-se que o autarca fica com termo de identidade e residência e sem qualquer outra medida de coação mais gravosa.

Nuno Mascarenhas não foi indiciado de qualquer crime.

Continuar a ler

Autarquias

PSD Évora acusa PS de bloquear funcionamento da CIMAC

O PSD enviou hoje aos representantes dos eleitos do PS e da CDU, um convite para uma reunião presencial na próxima 4ª feira.

Publicado

em

Foto: Francisco Figueira I Presidente da Comissão Política Distrital de Évora do PSD

Évora

PSD acusa socialistas

Em comunicado a Comissão Política Distrital do PSD de Évora afima que o PS faltou à última reunião tendo provocado o impedimento de aprovação de contas.

Segundo os social democratas ” a atitude dos eleitos do Partido Socialista impediu a aprovação das contas consolidadas da CIMAC-GESAMB de 2022, a aprovação das alterações modificativas do orçamento da CIMAC de 2023, bem como dos documentos previsionais para 2024-2028. Impedindo também a eleição do Secretariado Executivo.”

Em causa estão matérias aprovadas pelos 14 Presidentes de Câmara no Conselho Intermunicipal, e agora boicotadas pela falta injustificada dos eleitos do
Partido Socialista no órgão deliberativo.

Na reunião em Reguengos de Monsaraz, o Partido Socialista “chantageia as populações do distrito de Évora, pondo em causa o regular e normal funcionamento da sua Comunidade Intermunicipal e os projetos que dela dependem”, refere a nota.

Os eleitos do PSD dizem “manter e reafirmar o seu compromisso com a
descentralização das reuniões da Assembleia Intermunicipal da CIMAC, que devem realizar-se rotativamente em todos os concelhos, devendo tal ser
consagrado no regimento da AI.”

No comunicado a que a TDS teve acesso os eleitos do PSD, apelam ao “bom senso dos eleitos do PS na Assembleia  Intermunicipal, apelando a que libertem as populações do distrito de Évora da sua chantagem política, respeitando as decisões dos seus Presidentes de Câmara Municipal e permitindo o regular funcionamento da CIMAC em situação de igualdade entre todos os municípios.”

Os eleitos do PSD, apelam igualmente ao “bom senso dos eleitos da CDU, que se deixaram arrastar para um ato de bloqueio incompreensível, que compromete a atividade da CIMAC e os seus compromissos com as populações do distrito de Évora.”

O PSD enviou hoje aos representantes dos eleitos do PS e da CDU, um convite para uma reunião presencial na próxima 4ª feira, 15 de novembro, para que através de uma reunião tripartida seja possível ultrapassar o bloqueio imposto pelo Partido Socialista.

Continuar a ler

Política

Nuno Mascarenhas fica detido pelo menos até segunda-feira

Presidente da Câmara de Sines fica nas instalações da PSP

Publicado

em

Sines

Presidente de Sines continua detido

A medida de coação a Nuno Mascarenhas, presidente da câmara municipal de Sines, detido na Operação Influencer, só será conhecida na próxima segunda-feira.

O autarca fica detido nas instalações da PSP pelo menos até essa altura.

A medida de coação de Mascarenhas só será anunciada após a audição de todos os arguidos detidos.

Nesta altura ainda falta ouvir Diogo Lacerda Machado e Vítor Escária, melhor amigo e chefe de gabinete do primeiro-ministro, respetivamente.

As audiências são suspensas amanhã domingo, pelo que o processo só volta a tribunal na segunda-feira.

Os arguidos entre eles Nuno Mascarenhas poderão ter medidas de coação que vão desde o simples TIR (termo de identidadee residência) à prisão preventiva .

Continuar a ler

Autarquias

Nuno Mascarenhas passa a noite na PSP de Moscavide

É um dos 5 detidos na investigação que provocou a demissão de António Costa.

Publicado

em

Sines

Os cinco detidos no âmbito da investigação aos negócios do lítio e hidrogénio verde vão ficar no Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, em Moscavide.

Entre eles está Nuno Mascarenhas, presidente da câmara municipal de Sines.

Para além do autarca estão ainda detidos o chefe de gabinete do primeiro-ministro, Vítor Escária, dois administradores da sociedade Start Campus, Afonso Salema e Rui Oliveira Neves e o consultor Diogo Lacerda Machado.

A Procuradoria-Geral da República considera que se verificam “os perigos de fuga, de continuação de atividade criminosa, de perturbação do inquérito e de perturbação da ordem e tranquilidade públicas”.

Esta quarta feira serão ouvidos por um Luís de Instrução Criminal para ficarem a conhecer as medidas de coação.

Quem é Nuno Mascarenhas

Chegou à Câmara em 1998, no papel de vereador. Em 2013 foi eleito presidente da Câmara nas listas do Partido Socialista e vai no seu terceiro mandato. De acordo com o site da autarquia, atualmente assume, entre outras, as áreas da “Gestão financeira”, de “Projetos subjacentes a investimentos”, das “Empreitadas de obras públicas” e da “Coordenação e controlo das operações”.

“Em 2013 foi eleito presidente da Câmara nas listas do Partido Socialista e vai no seu terceiro mandato.”

Para além da Câmara, assume a presidência da Comissão Permanente do Conselho Regional da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR-A), é vice-presidente do Conselho Intermunicipal da comunidade intermunicipal do Alentejo Litoral – CIMAL e presidente do Conselho de Administração do Sines Tecnopolo – Associação Centro de Incubação de Empresas de Base Tecnológica Vasco da Gama, entre outros cargos em entidades locais e regionais.

Em 2001 integrou o Grupo de Missão para o Planeamento das Obras de Expansão do Porto de Sines, grupo responsável pela coordenação das obras de expansão da zona leste do Porto. Entre 2005 e 2013 exerceu funções de chefe de divisão na Administração do Porto de Sines.

O socialista Nuno Mascarenhas, foi já condenado este verão pelo Tribunal de Contas num processo relacionado com a nomeação ilegal de cinco dirigentes para os serviços da autarquia. O autarca recorreu desta condenação, que lhe aplicou uma multa de 2300 euros por ter cometido uma infracção financeira negligente.

Continuar a ler

destaque

Alentejano Pedro do Carmo ‘organiza’ Congresso do PS

Pedro do Carmo é deputado por Beja

Publicado

em

PS

Pedro do Carmo é deputado por Beja

A lista encabeçada por Pedro do Carmo, membro do Secretariado Nacional, ex-líder da Federação do Baixo Alentejo e antigo presidente da Câmara de Ourique, bateu a lista alternativa do advogado Pedro Rodrigues Pereira, conotada com a sensibilidade minoritária de Daniel Adrião, que registou 12% dos votos.

Nas próximas semanas, caberá à COC apresentar uma proposta em relação ao local em que se realizará o XXIV Congresso Nacional do PS, embora dirigentes socialistas admitam que poderá ter lugar em Guimarães.

Continuar a ler

Política

“Ele pensa que Portugal é um monte negro de problemas”

Publicado

em

Évora

Academia Socialista terminou hoje em Évora

 Ao longo de cinco dias, em Évora, 80 jovens tiveram a oportunidade de viver uma espécie de participação política fazendo uma reflexão sobre presente e futuro. Uma iniciativa que completa a sua segunda edição e que contou com a presença de Augusto Santos Silva,  Presidente da Assembleia da República, Marina Gonçalves, Ministra da Habitação, Manuel Pizarro, Ministro da Saúde, e ainda o vice-presidente da Comissão Europeia para o Pacto Ecológico Europeu, Maros Sefcovic. Este Domingo, durante a sessão de encerramento, foi a vez de discursar Carlos César, Presidente do PS e o seu homónimo Carlos Zorrinho, Deputado no Parlamento Europeu.

Findado o mês de Agosto, é tempo agora da rentrée dos partidos políticos. O PS muniu-se de malas e bagagens e viajou até Évora para junto dos mais jovens delinear os próximos passos do partido socialista. “Temos um calendário exigente. As eleições na Madeira e nos Açores e ainda as eleições presidenciais e europeias. Temos que ganhar para ter uma Europa mais justa e coesa”, diz Carlos César. O líder socialista, um dia depois das comemorações dos 50 anos do nascimento do Movimento dos Capitães de Abril, em Alcáçovas, falou, no Alentejo, sobre a importância da descentralização em Portugal e ainda levantou as bandeiras da descriminação e desigualdades que precisam ser combatidas. Ainda com os cravos na mão, Carlos César apontou para os jovens referindo que são o futuro do nosso país. “O PS tem que contar com a juventude”.

“Ele pensa que Portugal é um monte negro de problemas”

A olhar para o PSD,  o líder socialista diz sentir “simpatia pessoal” por Montenegro, líder do PSD, mas aponta para a “contestação constante como se Portugal fosse um monte negro de problemas”. Críticas apontadas ao partido social democrata que segundo Carlos César ” a oposição não quer olhar para a trajetória da redução de impostos e mesmo para a valorização da carreira dos professores”. Também atento aos atuais problemas que o país atravessa, como são exemplo o setor da saúde e da habitação, o mesmo aponta que estão conscientes na reforma organizacional em curso.

Também Carlos Zorrinho discursou para os mais jovens. O Eurodeputado falou na importância da transição digital, no entanto, relembra aos presentes, “não podemos ser servos da tecnologia, mas sim temos que seguir as nossas escolhas”, acrescentando ainda a importância da “imaginação e a ética ao poder”. Natural de Óbidos, o socialista não esquece o compromisso que o PS tem com o Alentejo e o país, ou seja, acabar com a descentralização. Com esta atual “guerra de palavras” entre PS e PSD, Carlos Zorrinho também não perdeu a oportunidade de apontar  o dedo. “Abre-se uma política de oposição cheia de treinadores de bancada e apenas são um observatório”, remata.

Terminou assim mais uma edição da Academia Socialista, em Évora, que traça assim os  próximos objetivos do PS, num caminho que será “exigente” como os próprios referem.

Continuar a ler

Política

Marcelo com bebé ao colo fala em ‘futuras gerações’

Momento único proporcionado pelo presidente da república em Alcáçovas.

Publicado

em

Foto: TDS (direitos reservados)

Alcáçovas, Viana do Alentejo

Marcelo com bebé ao colo

O presidente da república, Marcelo Rebelo de Sousa, marcou presença no início das comemorações dos 50 anos do 25 abril que tiveram lugar em Alcáçovas.

Um dos momentos que marcou a cerimónia foi quando o presidente pegou ao colo um bebé de poucos meses pertencente à família proprietária do Monte do Sobral, onde decorreu a iniciativa.

Marcelo ‘mostrou’ o bebé a António Costa referindo que se trata da .geração futura’.

A Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril evocou este sábado, no Monte do Sobral, em Alcáçovas, Viana do Alentejo, os 50 anos da criação do Movimento dos Capitães, numa iniciativa que marca uma nova fase nas Comemorações do cinquentenário da Revolução.

Maria Inácia Rezola, Comissária Executiva, afirmou: “Iniciamos agora uma nova fase nas Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. A partir de 9 de setembro – o dia em que, há 50 anos, 136 jovens militares se reuniram clandestinamente e fundaram o Movimento dos Capitães – vamos destacar, em vários momentos, o papel central que os Capitães de Abril desempenharam no caminho que levou ao derrube da ditadura.

Esta é uma etapa fundamental na passagem de testemunho sobre a luta contra a ditadura e a construção da democracia que pretendemos levar a cabo sobretudo junto das novas gerações”.

Continuar a ler

Política

Marcelo e Costa reencontram-se em Alcáçovas

Este sábado presidente e primeiro-ministro vão estar juntos.

Publicado

em

Alcáçovas, Viana do Alentejo

Reencontro de Marcelo e Costa este sábado

O Presidente da Republica, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro António Costa vão estar juntos este sábado em Alcáçovas, Viana do Alentejo.

O encontro acontece numa iniciativa dos 50 anos das comemorações do 25 de abril.

Marcelo e Costa vão estar no Monte do Sobral a partir das 13h, deste sábado.

A Comissão Comemorativa 50 anos 25 de Abril evoca este sábado, no Monte do Sobral, em Alcáçovas, Viana do Alentejo, os 50 anos da criação do Movimento dos Capitães, numa iniciativa que marca uma nova fase nas Comemorações do cinquentenário da Revolução.

A evocação contempla lançamentos de paraquedistas, o descerramento de um painel de azulejos evocativo, atuações do Grupo Coral dos Trabalhadores de Alcáçovas e da Jovem Orquestra Portuguesa, e a inauguração do Parque Infantil “Liberdade”.

Maria Inácia Rezola, Comissária Executiva, afirma: “Iniciamos agora uma nova fase nas Comemorações dos 50 anos do 25 de Abril. A partir de 9 de setembro – o dia em que, há 50 anos, 136 jovens militares se reuniram clandestinamente e fundaram o Movimento dos Capitães – vamos destacar, em vários momentos, o papel central que os Capitães de Abril desempenharam no caminho que levou ao derrube da ditadura. Esta é uma etapa fundamental na passagem de testemunho sobre a luta contra a ditadura e a construção da democracia que pretendemos levar a cabo sobretudo junto das novas gerações”.

Continuar a ler

Política

Academia do PS com Ana Mendes Godinho

Academia encerra no domingo com Carlos César

Publicado

em

Évora

Academia Socialista

Está a decorrer até ao próximo domingo a Academia Socialista.

Os trabalhos decorrem numa unidade hoteleira, em Évora, e estendem-se até domingo.

A ministra do Trabalho, na sua intervenção de hoje, realçou  temas como a precaridade de emprego para os jovens assim comoba influência do ordenado minimo na taxa de desemprego.

A governante salientou o combate à precariedade, tendo referido que foram notificadas 350 mil empresas para regularizar situações de contratos a termo ilegais.

O tema do trabalho digno marcou a intervenção da ministra que falou para 80 jovens que participam nos trabalhos.

Continuar a ler

ÉVORA

‘Rentrée’ do PS é feita em Évora. Costa abre trabalhos e César encerra.

António Costa, Carlos César, Augusto Santos Silva, e os ministros da Saúde, Habitação, Trabalho e Cultura serão alguns dos oradores

Publicado

em

Évora

Academia Socialista

O PS faz a sua ‘rentrée’ em Évora, este ano, com a realização da Academia Socialista.

Os trabalhos irão decorrer entre 6 e 10 de setembro. Esta é a segunda edição da Academia do PS.

António Costa abre os trabalhos, 06 de setembro, numa sessão em que participa também o líder da JS, Miguel Costa Matos, e a presidente das Mulheres Socialistas, Elza Pais.

O encerramento está agendado para dia 10 com Carlos César e uma intervenção do eurodeputado ‘eborense’ Carlos Zorrinho.

Augusto Santos Silva, presidente da Assembleia da Republica, intervirá na abertura dos trabalhos a 7 de setembro, segundo dia dos trabalhos.

Durante a ‘Academia’ será um rol de figuras socialistas a passarem por Évora nomeadamente alguns ministros.

Eurico Brilhantes Dias, líder parlamentar, falará sobre “Política económica de esquerda no euro: o caso português”, enquanto o secretário-geral adjunto do partido, João Torres, intervirá sobre o tema “Porque não há democracia sem Estado Social?”.

A democratização da cultura, será tema de um dos painéis que contará com o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva.

O multilateralismo, com o antigo embaixador Francisco Seixas da Costa, a saúde mental e a legislação laboral para os jovens serão outros temas em debate, onde irá estar a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho.

Continuar a ler

CASTRO VERDE

Santos Silva em Castro Verde no dia do concelho.

Inaugurou a nova Zona Empresarial

Publicado

em

Castro Verde, esta manhã

Santos Silva em Castro Verde

O Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, visitou esta manhã a Basílica Real de Castro Verde e conheceu o resultado da requalificação do teto pintado e todo o processo de melhorias no templo, entretanto classificado como Monumento Nacional.

A segunda figura do estado inaugurou ainda a nova Zona Empresarial de Castro Verde.

Na recepção os autarcas de Castro Verde (António Brito) e de Ourique (Marcelo Guerreiro) e o deputado do PS pelo Baixo Alentejo, Pedro do Carmo.

Continuar a ler

ÉVORA

Mariana Mortágua é a única líder política a visitar a Feira de S.João, em Évora.

Visita o certame no dia 30 deste mês.

Publicado

em

Évora

Visita da líder do Bloco de Esquerda

A Coordenadora Nacional do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua, estará em Évora na próxima sexta-feira (30 de junho) para visitar a Feira de São João a partir das 19h.

Será a primeira visita ao Alentejo enquanto coordenadora do Bloco.

Será igualmente a única líder partidária a visitar a Feira de S.João, em Évora.

Continuar a ler

Últimas

x
error: O conteúdo está protegido!!