PSD Évora acusa PS de bloquear funcionamento da CIMAC

Estimated read time 2 min read

Évora

PSD acusa socialistas

Em comunicado a Comissão Política Distrital do PSD de Évora afima que o PS faltou à última reunião tendo provocado o impedimento de aprovação de contas.

Segundo os social democratas ” a atitude dos eleitos do Partido Socialista impediu a aprovação das contas consolidadas da CIMAC-GESAMB de 2022, a aprovação das alterações modificativas do orçamento da CIMAC de 2023, bem como dos documentos previsionais para 2024-2028. Impedindo também a eleição do Secretariado Executivo.”

Em causa estão matérias aprovadas pelos 14 Presidentes de Câmara no Conselho Intermunicipal, e agora boicotadas pela falta injustificada dos eleitos do
Partido Socialista no órgão deliberativo.

Na reunião em Reguengos de Monsaraz, o Partido Socialista “chantageia as populações do distrito de Évora, pondo em causa o regular e normal funcionamento da sua Comunidade Intermunicipal e os projetos que dela dependem”, refere a nota.

Os eleitos do PSD dizem “manter e reafirmar o seu compromisso com a
descentralização das reuniões da Assembleia Intermunicipal da CIMAC, que devem realizar-se rotativamente em todos os concelhos, devendo tal ser
consagrado no regimento da AI.”

No comunicado a que a TDS teve acesso os eleitos do PSD, apelam ao “bom senso dos eleitos do PS na Assembleia  Intermunicipal, apelando a que libertem as populações do distrito de Évora da sua chantagem política, respeitando as decisões dos seus Presidentes de Câmara Municipal e permitindo o regular funcionamento da CIMAC em situação de igualdade entre todos os municípios.”

Os eleitos do PSD, apelam igualmente ao “bom senso dos eleitos da CDU, que se deixaram arrastar para um ato de bloqueio incompreensível, que compromete a atividade da CIMAC e os seus compromissos com as populações do distrito de Évora.”

O PSD enviou hoje aos representantes dos eleitos do PS e da CDU, um convite para uma reunião presencial na próxima 4ª feira, 15 de novembro, para que através de uma reunião tripartida seja possível ultrapassar o bloqueio imposto pelo Partido Socialista.