Siga-nos

Turismo

“We Call it Alentejo”. Novo filme para chamar turistas ao Alentejo.

Veja o filme na TDS

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Trata-se de uma iniciativa da Agência de Promoção Turística do Alentejo.

“Vai ter versões em espanhol, alemão e português.”

“Este filme assenta num conceito criativo muito simples e que resulta de um trabalho intenso que a ARPTA tem realizado nos últimos anos junto da imprensa internacional”, disse o presidente da agência, Vítor Silva.

Veja o filme na TDS.

Três militares da GNR agredidos num café em Cuba.

Património

Castelo de Palmela distinguido pelo TripAvisor

O Castelo reuniu 488 avaliações na plataforma online TripAdvisor, 251 são “Excelente” e 187 “Muito Bom”.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Castelo de Palmela-Prémio Travellers Choice 2020 – TripAdvisor

“Castelo de Palmela distinguido” 

O Castelo de Palmela, monumento emblemático da região, foi distinguido com o prémio Travellers Choice 2020 pelo portal de viagens TripAvisor, na sequência das avaliações e opiniões dos viajantes.

O Castelo reuniu 488 avaliações na plataforma online TripAdvisor, 251 são “Excelente” e 187 “Muito Bom”.

Sede definitiva da Ordem de Santiago, de 1443 até à sua extinção, em 1834, a fortificação é Monumento Nacional desde 1910. Dentro das suas muralhas encontram-se a Pousada Histórica de Palmela, situada no antigo convento da Ordem de Santiago; a Igreja de Santiago; as ruínas da Igreja de Stª. Maria, onde está instalado o Gabinete de Estudos sobre a Ordem de Santiago; o Posto de Turismo; lojas de artesanato e produtos regionais e um Café-Espanada.

O Museu Municipal apresenta diversos espaços visitáveis no Castelo: o Espaço Arqueológico, o Espaço de Transmissões Militares e a Reserva Visitável de escultura de São Tiago.

Recorde-se que a “Intervenção de natureza estrutural para evitar derrocadas nas Encostas do Castelo de Palmela”, a decorrer, é uma das obras de referência do PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos e foca-se na prevenção de um risco específico – derrocadas em vertente nas Encostas do Castelo de Palmela – potenciado por alterações climáticas. Trata-se de uma intervenção da responsabilidade do Município, que assegurou os diversos projetos, o acompanhamento e fiscalização, representando um investimento total de 2.901.103,80€, cofinanciado em 85% pelo Fundo de Coesão (2.492.598,26€). Os restantes 15% são assegurados pela DGTF – Direção-Geral do Tesouro e Finanças, proprietária do Castelo.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!