Últimas:
Volta ao Alentejo com 6 etapas. Começa hoje em Reguengos de Monsaraz. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Desportos

Volta ao Alentejo com 6 etapas. Começa hoje em Reguengos de Monsaraz.

Na estrada entre 23 e 27 de junho

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

38ª Volta ao Alentejo em Bicicleta

“Na estrada entre 23 e 27 de junho, com início em Reguengos de Monsaraz e final em Évora”

Participam na prova 19 equipas, 12 portuguesas e 7 estrangeiras, com a “Alentejana” a ter seis etapas, cinco em linha e um contrarrelógio, com um total de 819,4 quilómetros, onde a 4ª etapa com final em Castelo de Vide, com a terrível ascensão ao Alto do Cabeço do Mouro e depois a Senhora da Penha (Castelo de Vide), se destaca como a “etapa rainha”.

 

A Volta ao Alentejo é organizada desde 2010 pela Podium Events, a mesma que coloca na estrada a Volta a Portugal, vai percorrer 32 dos 47 concelhos do Alentejo (Alto, Baixo e Litoral) e teve 36 vencedores em 37 edições, com Carlos Barbero, que venceu as edições de 2014 (Euskadi) e 2017 (Movistar), “furou” a tradição e tornou-se no primeiro corredor a vencer a “Alentejana” por duas vezes.

A “Alentejana” chegou a internacional em 1996, com a presença de Miguel Indurain e manteve tal categoria até 2009, data em que a organização a CIMAC-Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, “herdeira” da Associação de Municípios do Distrito de Évora (AMDE), decidiu suspender a efetivação da corrida. Foi depois a Podium num protocolo com a CIMAC, que viabilizou o regresso à estrada desde 2010 da Volta ao Alentejo em Bicicleta, mas passando a mesma para a categoria 2.2 da UCI.

Recorde-se que a edição da Volta ao Alentejo em Bicicleta, a 38ª da “Alentejana”, que se deveria realizar entre 18 e 22 de março no ano passado, foi anulada no dia 10 de março por causa devido à propagação do novo coronavírus (Covid-19). A última edição realizada em 2019, teve como vencedor João Rodrigues (W52/ FCPorto).

Joaquim Gomes, diretor da Organização, justificou que “além da componente desportiva, não há outro evento que tenha a capacidade de promover ao nível cultural e turística a região”, acrescentando que depois da parem forçada em 2020, por causa da covi-19 “é mais um desafio para nós a que se junta o calor do mês de junho”, rematou.

Teixeira Correia

Continuar a ler
Publicidade

Desportos

Futebol: Estádio Alfredo da Silva é casa ’emprestada’ do Amora e do Oriental Dragon

Jogos da Liga 3.

Avatar

Publicado

em

Amora vai jogar no Estádio Alfredo da Silva, no Barreiro

“Barreiro com jogos do Amora e do Oriental Dragon”

O Amora, Clube da Margem Sul do Tejo encontra-se a fazer obras de melhoramento no seu Estádio da Medideira e por esse motivo os primeiros jogos do campeonato da Liga 3 serão realizados no Estádio Alfredo da Silva no Barreiro.

ORIENTAL DRAGON FC de novo com a casa às costas

Devido à Liga 3 ter de ser jogada em relvado natural, o Oriental Dragon FC  vai ter de deixar de jogar no Estádio do Juncal desportos na Moita, sua casa emprestada nas últimas épocas.

Barreiro vai ser a nova cidade que terá o privilégio de ver os jogos do clube, o Estádio Alfredo da Silva propriedade do Grupo Desportivo do Barreiro foi o escolhido pela SAD do clube para disputar a Liga 3.

A  estreia no campeonato será contra a equipa do U.Santarém a 14 ou 15 agosto.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!