Siga-nos

Autarquias

Vizinhos espanhóis ajudam Vila Verde de Ficalho

A fronteira separa as duas terras mas a amizade de sempre perdura ainda mais em tempo de pandemia.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Espanha não está bem mas existem espanhóis a ajudar vila alentejanas. É o caso de Rosal de la Frontera.

“ alcaide espanhol entregou na zona de fronteira material protector sanitário.”

O executivo do Ayuntamiento de Rosal de la Frontera fez uma entrega de material protetor sanitário para Vila Verde de Ficalho que continua a registar um número elevado de doentes por COVID-19. Nesta altura são 18 casos tendo já sido registadas duas recuperações.

António Carlos, autarca de Rosal acompanhado da 1 ª. Tenente de prefeito, Maribel Borrero e Vereadora de Festejos, M ª. Rosa López, fizeram uma entrega na alfândega que separa os dois países.

As máscaras e restante material foram recolhidas pelo presidente da junta de freguesia de Vila Verde de Ficalho, Bento Jose Santana Godinho.

As duas localidades, apesar de serem de países diferentes, mantiveram, ao longo dos séculos, uma união, que nunca uma fronteira foi capaz de separar.

Em nota na sua página de Facebook a junta de freguesia de Vila Verde de Ficalho referiu que “ aqui está um exemplo de que as fronteiras e as barreiras são tanto construídas como destruídas pela solidariedade, amizade, cumplicidade, fraternidade…assim o Homem queira.”

Autarquias

Câmara de Évora quer fazer terminal para receber turistas no Rossio de S.Brás.

Obra tem um custo superior a 938 mil € e quer reduzir a entrada de viaturas no Centro Histórico.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Interface Modal do Rossio

“Autarquia pretende reduzir a entrada de viaturas no Centro Histórico”

O projecto da Câmara de Évora visa ocupar cerca de 1/4 do Rossio de S.Brás.

Pretende-se construir uma estrutura para receber  e fazer o reencaminhamento de turistas que visitam Évora.

O projecto entre outros pontos pretende reduzir o acesso de viaturas ao Centro Histórico de Évora.

A obra, segundo a autarquia, não coloca em causa a realização de Feiras e Mercados assim como o estacionamento no Rossio.

Um dos benefícios apresentados é combater o abandono do espaço.

Por várias vezes é referido que  este Interface não coloca em causa a remodelação geral do Rossio de S.Brás que continua sem qualquer projecto em cima da mesa.

O documento, datado de 24 de junho de 2020, a que a TDS teve acesso, é assinado pelo Arquitecto Paulo Esperança, responsável da divisão de Ordenamento e Requalificação Urbana da CME.

Trata-se de um ante-projeto que ainda terá que receber a votação dos eleitos.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!