Últimas:
Vidigueira é o concelho alentejano mais longe da lista ‘negra’ das restrições – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Vidigueira é o concelho alentejano mais longe da lista ‘negra’ das restrições

É o único concelho alentejano e um dos 3 no continente com um nível tão baixo.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Dados oficiais da DGS

” Durante os últimos 14 dias, analisados pela DGS, a Vidigueira registou 18 casos de covid 19″

Vidigueira registou 18 casos de covid 10 no período entre 28 de outubro e 10 de novembro, sabe a TDS segundo números oficiais da DGS.

Um valor que deixa, neste período, a Vidigueira com uma incidência cumulativa abaixo de 20,0. É o único concelho alentejano com um valor tão baixo.

Refira-se que esta é a regra para classificar todos os concelhos e coloca-los, ou não, na lista dos concelhos com mais restrições.

A Incidência Cumulativa a 14 dias de infeção por SARS-CoV-2/ COVID-19 corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada, por concelho, a 31 de dezembro de 2019, pelo Instituto Nacional de Estatística, IP.

Habitualmente é expressa em número de casos por 100 000 habitantes.

Crime

ASAE encerra ginásio em Portalegre

Total incumprimento das medidas decorrentes do estado de emergência

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da sua Unidade Regional do Sul, realizou uma ação inspetiva direcionada à verificação do cumprimento das medidas previstas no estado de emergência no âmbito do combate à pandemia de Covid-19.

“encerramento de um ginásio”

O operador económico, localizado em Portalegre, mantinha a prestação do serviço, funcionando em total incumprimento das medidas decorrentes do estado de emergência de forma camuflada, por intermédio de mecanismos de controlo de entradas, de vigilância das imediações para alerta quanto a possível intervenção policial e munido com sistemas de dissimulação que asseguravam a não emissão de sinais para o exterior.

A ação resultou no encerramento coercivo do ginásio e na identificação do proprietário e dos 6 clientes que ali se encontravam, originando, também, a instauração dos respetivos processos de natureza contraordenacional tando ao proprietário como aos clientes, nomeadamente por se encontrarem em violação do encerramento de atividade do estabelecimento, do dever geral de recolhimento obrigatório e pela ausência uso de máscara.

Continuar a ler

x
error: Content is protected !!