Últimas:
Veja lista dos concelhos com COVID-19. Campo Maior com 4 casos. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Veja lista dos concelhos com COVID-19. Campo Maior com 4 casos.

Números refletem cruzamento de fontes das Unidades Locais de Saúde e de autarquias. São números apurados pela TDS.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Campo Maior chega aos 4 casos e Elvas aos 9.

“… distrito de Portalegre engrossa números na região”

Em Campo Maior trata-se de 3 funcionárias do Lar de Degolados e um habitante de Campo Maior. São os 4 casos conhecidos até esta altura nesta vila alentejana.

Em Elvas o número sobe para 9 casos registados. Ainda no distrito de Portalegre Nisa entra para a lista com um primeiro caso de COVID 19.

Santiago do Cacem chega aos 14 casos e um doente recuperado.

De registar no distrito de Évora a existência de mais um doente recuperado. Segundo a DGS em Reguengos de Monsaraz passam a existir 7 e não 8 casos.

Economia

Agência do Alentejo defende inclusão da Escola de Saúde de Évora e acessibilidades na região.

Propostas para o Plano de Recuperação e Resiliência.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Plano de Recuperação e Resiliência

” Pretensões da ADRAL para a região Alentejo”

A ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo defendeu, na Consulta Pública do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a inclusão da Escola de Saúde de Évora e acessibilidades condignas que liguem o Alto Alentejo e o Baixo Alentejo aos futuros serviços de saúde nascidos com o novo Hospital Central do Alentejo.

A Escola de Saúde e de Desenvolvimento Humano visa constituir-se como uma nova unidade orgânica da Universidade de Évora (UÉ) destinada a assegurar o ensino graduado nas áreas científicas ligadas às Ciências da Saúde, nomeadamente, com uma forte aposta na saúde pública, saúde da comunidade e saúde da família (com destaque para a enfermagem em
saúde da família e a medicina familiar).

A missão da Escola de Saúde e de Desenvolvimento Humano prevê que esta contribua para a consciência de que a saúde não é uma ciência isolada e que ela adquirirá coerência entendendo “o ser humano” como um todo e garantindo a harmonia consigo próprio, ou seja não se pode olhar para uma pessoa exclusivamente com o foco numa parte e não no todo.

A OMS, já em 1947, definiu saúde como “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”, sublinha José Calixto, presidente da ADRAL.

O PRR é de aplicação nacional, com um período de execução até 2026, com recursos que ascendem a cerca de 14 mil M€ de subvenções, um conjunto de reformas e de investimentos que serão uma oportunidade para o país retomar o crescimento económico e encontra-se em consulta pública atá amanhã, 28 de fevereiro.

Continuar a ler

x
error: Content is protected !!