Últimas:
Variante Delta predominante no Alentejo – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Variante Delta predominante no Alentejo

Também Açores e Madeira estão dominadas por esta variante

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Relatório analisou semanas de 31 de maio a 11 de julho

“Variante está presente em todo o território português.”

A instituição “analisou 11929 sequências do genoma do novo coronavírus SARS-CoV-2, obtidas de amostras colhidas em mais de 100 laboratórios/hospitais/instituições representando 295 concelhos.” para monitorizar a genética do SARS-CoV-2 em Portugal, desde o início do mês de junho.

Segundo um estudo do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), que estudou cinco semanas, de 31 de maio a 11 de julho, na semana passada, 100% dos casos de COVID-19 no Alentejo derivaram da variante Delta (Índia), que se encontra em força na região.

Para além de estar a 100% nesta região, também estão os Açores e a Madeira. Lisboa e Vale do Tejo já esteve no máximo, tendo baixado na última semana. Somente a região do Norte é que se encontra abaixo dos 90% de infeções da Delta.

“A variante Delta é a variante mais prevalente em Portugal com uma frequência relativa de 94.8% na
semana ISO 27 (5 a 11 de julho), mantendo-se dominante em todas regiões (Figuras 2 e 3, Tabela 2)” lê-se no estudo.

O crescimento da variante em Portugal comprova-se pela tabela abaixo:

Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), tabela 2

Ainda no estudo, a variante Lambda, proveniente acima de tudo nas regiões do Peru e do Chile, não foi detetada em Portugal. Também as variantes Beta (África do Sul) e Gamma (Brasil) continuam “baixa e sem tendência crescente”, sendo que “não foi detectado até à data qualquer caso associado à variante Beta nas semanas 26 e 27, e a frequência relativa da variante Gamma nessas semanas foi de 0.4%”

Confira a tabela das variantes ativas em Portugal:

Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), tabela 1

 

 

 

Saúde

COVID-19: Duas das 16 mortes foram no Alentejo

Norte ultrapassou Lisboa e Vale do Tejo em novos casos e mortes

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Boletim DGS

“Mais 16 mortes em 24h”

O Alentejo ultrapassou a margem de 100 novos casos por dia, sendo um total de 132 casos e mais duas mortes.

O Norte ultrapassou Lisboa e Vale do Tejo em casos e mortes. O primeiro registou 1455 novos casos e sete mortes, enquanto que LVT registou 1450 novos casos e três mortes.

O Centro de Portugal registou 352 casos e duas mortes. No Algarve, foram 281 novos casos e duas mortes.

Nas ilhas, não foram registadas mortes, porém os Açores chegaram aos 83 novos casos, enquanto a Madeira mais 41.

Os internamentos registaram menos cinco pessoas, e nos Cuidados Intensivos não houve mudanças em relação ao dia anterior

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!