Últimas:
Variante Delta já domina o país – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Variante Delta já domina o país

Norte e Centro são os único sem a variante a 100%

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Novo estudo abrange semana de 22 até 30

“Delta está em todo o país”

No mais recente estudo do Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge, que saiu no dia de hoje (10/08), analisou “13807 sequências do genoma do coronavírus SARS-CoV-2, obtidas de amostras colhidas em mais de 100 laboratórios/hospitais/instituições representando 298 concelhos” desde a semana 22 até à 30, chegou à conclusão que a variante Delta está em todo o país, com pequenas presenças de outras variantes, ainda desconhecidas ou sem conclusão. A variante indiana tem uma incidência de 98,9% em Portugal, enquanto a Alpha (Reino Unido [1,1%]) já pouco se faz sentir.

Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) – tabela 1

“A variante Delta (B.1.617.2) é a variante mais prevalente em Portugal com uma frequência relativa de 98.9% na
semana ISO 30. A frequência relativa das variantes Beta (África do Sul) e Gamma (Brasil) mantém-se baixa e sem tendência crescente, sendo que não foi detetado nenhum caso destas linhagens na semana ISO 30, de acordo com os dados apurados até à data. Não se detetaram novos casos da variante Lambda (C.37), a qual apresenta circulação vincada nas regiões do Peru e do Chile”, resumo o estudo.

Na região do Alentejo, tal como há três semanas atrás, o gráfico apresenta resultados de predominância desta mesma variante, com pequenos aparecimentos de outras variantes.

Atualmente, na semana 30, somente o Norte e do Centro não têm a variante Delta completamente na região. Há três semanas atrás, somente Alentejo, Madeira e Açores estavam dominados.

Fonte: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) – tabela 2

Saúde

Barrancos, o concelho do país com risco mais elevado.

Covid 19

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Barrancos

“Risco extremamente elevado”

Barrancos é agora o único concelho do país em risco extremamente elevado de Covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O concelho alentejano regista uma incidência cumulativa a duas semanas de 1.171 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes.

Portugal tem sete concelhos com risco muito elevado, ou seja, entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Concelhos com risco muito elevado:

Albufeira (489), Alcoutim (674), Celorico da Beira (519), Penela (594), Póvoa de Lanhoso (489), São Brás de Alportel (501) e Vidigueira (566).

Concelhos em risco elevado:

Aljustrel, Amares, Beja, Boticas, Cabeceiras de Basto, Covilhã, Fafe, Lagoa (Algarve), Lagos, Loulé, Monchique, Montalegre, Portel, Portimão, Rio Maior, Serpa, Silves, Valpaços e Vila Nova de Foz Côa.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!