Últimas:
Vandalizaram cartazes do movimento apoiado pelo PSD em Vila Viçosa – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Crime

Vandalizaram cartazes do movimento apoiado pelo PSD em Vila Viçosa

Candidato denuncia destruição

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Destruição de material de campanha

“Cartazes parcialmente destruídos”

Os cartazes de campanha do “Movimento por Vila Viçosa”, apoiado pelo PSD E CDS/PP, entre outros, foram vandalizados.

A cara dos candidatos foi riscada e nalguns dos cartazes foram mesmo feito inscrições.

O movimento já reagiu a este ato criminoso falando em ‘vandalismo deliberado’.

“Não compreendemos nem nos identificamos com esta atitude de vandalismo deliberado dos nossos cartazes, tal facto, quanto a nós, só revela intolerância e falta de civismo e mostra-nos que ainda há um caminho a percorrer para uma democracia plena de direitos e de deveres,” refere Inácio Esperança, candidato à Câmara Municipal de Vila Viçosa.

“… não baixaremos os braços e continuaremos a lutar por aquilo em que acreditamos pois a intolerância de alguns não se pode sobrepor ao desenvolvimento do nosso concelho,” acrescenta.

A destruição de cartazes de campanha eleitoral é crime.

Crime

GNR de Évora detém dois homens por tráfico de drogas

Detidos puseram-se em fuga mas rapidamente foram intercetados

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Imagem: GNR

Polícia militar encontrou droga, armas e dinheiro no carro

“460 doses de canábis e 260 doses de haxixe foram encontradas”

O Comando Territorial de Évora deteve, no dia 20 de setembro, dois homens de 22 de 27 anos, por tráfico de drogas no concelho de Évora.

Enquanto a GNR realizava uma ação de fiscalização rodoviária, “os militares abordaram um veículo que tinha sido controlado em excesso de velocidade, sendo que nesse momento os suspeitos colocaram-se em fuga, acabando por ser intercetados de imediato.”

Segundo o comunicado, depois de uma inspeção, encontrou-se dentro do veículo cerca de 460 doses de canábis, mais 260 doses de haxixe, uma arma de fogo, duas armas brancas, dois telemóveis ou 881 euros em numerário.

Os detidos foram presentes ao Tribunal Judicial de Évora, onde lhes foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!