Siga-nos

Sociedade

Vamos ter noites tropicais. Termómetros vão chegar aos 37ºC.

Temperaturas mínimas deverão ultrapassar os 20ºC.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A partir de domingo, é prevista a subida das temperaturas máximas, com valores acima dos 30ºC.

“Mínimas superiores a 20ºC vão proporcionar noites tropicais”

No Alentejo estão previstos os valores de temperatura máxima mais elevados durante estes dias. Os termómetros deverão atingir os 37ºC.

“A temperatura mínima terá uma subida ligeira, prevendo-se que, a partir de sábado, 23 de maio, alguns locais do continente registem valores iguais ou superiores de 20ºC¸ denominadas noites tropicais”, refere a nota do IPMA.

Pode aproveitar para ir à praias apesar da época balnear só abrir a 6 de junho. 

Mas há regras a cumprir, sendo possível ir até ao areal apanhar sol e dar um mergulho no mar.

“Até lá [6 de junho] apanhar sol e ar puro é compatível com as regras de distanciamento físico”, disse esta semana o ministro Eduardo Cabrita, frisando que cabe aos portugueses garantir o respeito pelas regras de distanciamento e evitar “os ajuntamentos”, porque se for necessário as forças de segurança “cumprirão a sua missão”.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Incêndios

Proteção Civil de Beja quer meio aéreo em Moura

Em causa as distâncias entre os corpos de bombeiros que coloca em causa o ataque inicial aos incêndios.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Comissão Distrital de Proteção Civil de Beja, emitiu uma tomada de posição sobre a não colocação do meio aéreo de ataque inicial de combate a incêndios rurais, no Centro de Meios Aéreos de Moura, em resultado da Diretiva Operacional n.2 – DECIR 2020. 

“Comando Distrital da Proteção Civil de Beja pretende que o meio aéreo seja posicionado em Moura “

No documento é referido que as distâncias entre Corpos de Bombeiros são elevadas, existindo entre eles uma distância média de 30 Km, o que em termos de ataque inicial aos incêndios e apoio dos meios em triangulação e reforço se torna muito moroso. 

Também a dificuldade em aceder, por meios terrestres, a algumas áreas do território que fica assim sem cobertura aérea de meio de ataque inicial de combate a incêndios, vem reforçar ainda mais a necessidade do seu posicionamento no Centro de Meios Aéreos de Moura por forma a dar cobertura aos concelhos de Moura, Barrancos, Mértola e Serpa. 

A Comissão Distrital de Proteção Civil de Beja recorda ainda que o C.M.A. de Moura está dotado de instalações capazes de receber o meio aéreo de ataque inicial e respetiva equipa, tendo sido alvo de obras de melhoramento no ano transato. 

Esta tomada de posição, reafirma a posição das autarquias de Moura, Barrancos, Mértola e Serpa, que solicitaram na semana passada, com carácter de urgência, uma reunião com o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, por forma a que esta situação seja ultrapassada. Veja AQUI notícia da TDS. 

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!