Siga-nos

Saúde

Urgências pediátricas do Hospital do Litoral encerram a 31 de dezembro e 1 de janeiro

Falta de pediatra é adiantada como justificação para encerrar o serviço

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: TDS (direitos reservados)

A ausência do único pediatra que constitui a Urgência do Hospital do Litoral Alentejano faz com que as urgências pediátricas da unidade estejam encerradas nos dias 31 de dezembro e 1 de janeiro.

A notícia foi confirmada pelo Hospital e denunciada pelo Sindicato Independente dos Médicos.

A Comissão de Utentes do Litoral Alentejano. através do seu porta-voz Dinis Silva, refere que “Em grande parte dos dias, a urgência pediátrica é assegurada por médicos de clínica geral já que o Hospital do Litoral Alentejano conta apenas com um médico pediatra” .

Os casos menos graves são habitualmente atendidos na urgência pediatra mas por um médico de clinica geral no entanto o Hospital decidiu agora encerrar a urgência pediatra.

Os utentes são obrigados, nestes dias de encerramento, a deslocar-se para os Hospitais de Setúbal, Beja ou Lisboa que ficam a mais de 100 quilómetros” adianta Dinis Silva.

O Hospital do Litoral Alentejano serve uma população de 100 mil habitantes, residente nos concelhos de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém, Sines e Odemira.

Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Publicidade

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022