Últimas:
Unidade de Saúde Pública e Direção de Cultura autorizaram festa que vai ter lugar esta tarde. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Notícia TDS

Unidade de Saúde Pública e Direção de Cultura autorizaram festa que vai ter lugar esta tarde.

Festa tem lugar em Alcáçovas, Viana do Alentejo, e deverá contar com dezenas de pessoas. Câmara não autorizou.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Festa realiza-se esta tarde

“Esperadas dezenas de pessoas para festa de música alentejana”

Está confirmada a realização da Festa em Alcáçovas. Denominada de ‘Vozes de Mestres’ vai ter lugar no Monte dos Peguinhos, em Alcáçovas.

Vários artistas são garantidos numa tarde/noite em que para além do espetáculo musical vai haver baile e jantar.

A organização do evento pede o pagamento antecipado através de conta bancária no entanto no cartaz está fixado o valor de 5€ por pessoa.

Os promotores afirmaram à autarquia que ‘cumpre as exigências em vigor’.

A organização é promovido por uma associação local, a AMART – Associação Musical de Artes e Tradições de Alcáçovas.

Como entidade promotora, é responsável pelo cumprimento das regras e normas em vigor para a realização de eventos desta natureza, bem como pela observância das orientações das entidades competentes que têm vindo a ser emanadas devido ao contexto de pandemia.

Em comunicado o município de Viana do Alentejo afirma que, ‘não tem, qualquer responsabilidade no respetivo licenciamento, tendo a entidade promotora informado que cumpre as exigências em vigor’.

A entidade organizadora diz ter um parecer da Unidade de Saúde Pública – Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central; apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo; declaração de cumprimento de normas de utilização de equipamentos culturais com base no estabelecido na Orientação nº 028/2020 de 28 de maio de 2020 e Licença da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA).

O evento também é apoiado pela Junta de Freguesia de Alcáçovas.

A autarquia informa ainda que ‘o Município não emitiu qualquer licença para a realização do evento, nem tem qualquer responsabilidade na verificação do cumprimento das normas a que a entidade promotora está obrigada’.

Continuar a ler
Publicidade
1 Comentário

1
Deixe um comentário

avatar
700
1 Respostas ao comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentários com mais reações
Comentários mais populares
1 Autores dos comentários
Myronguemn Autores dos comentários mais recentes
Myronguemn
Visitante
Myronguemn

online dating service
singles near you

Notícia TDS

Passadiços no Pulo do Lobo custam quase meio milhão de euros e alteram a imagem da encosta.

A obra é financiada por fundos comunitários. Veja imagens de drone.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

foto e vídeo: TDS (direitos reservados)

Câmara de Serpa investe mais de 460 mil euros na construção dos passadiços no Pulo do Lobo.

“Passadiços estão quase prontos”

A obra vai permitir descer a encosta e observar as várias espécies de flora e fauna em pleno Parque Natural do Vale do Guadiana.

“A criação dos passadiços do Pulo do Lobo decorre da estratégia de desenvolvimento traçada pela Câmara de Serpa, onde a salvaguarda e valorização do património são determinantes, neste caso do património natural”, referiu Tomé Pires, presidente da autarquia, acrescentando que os passadiços que estão a ser construídos pela encosta da margem esquerda do Guadiana e que se estendem até à queda de água vão “valorizar a paisagem, permitindo a circulação e acesso à margem do Rio Guadiana, nas imediações da cascata, através de estruturas [em madeira] de acesso exclusivamente pedonal e integradas no meio natural”.

Os 50 metros, íngremes, até à margem do rio vão poder ser feitos em segurança, através de uma escadaria em madeira, com cerca de 300 degraus.

Ao longo das escadas, a cada 18 degraus, existem patamares para descanso dos visitantes e que servem também como miradouros.

Os passadiços oferecem uma vista privilegiada para a cascata do Pulo do Lobo, uma queda de água situada no Rio Guadiana.

Formada pelas águas do Rio Guadiana, a cascata tem “águas claras e cristalinas” que formam “um mar de espuma pelo meio de umas montanhas rochosas”, desaguando depois num lago com águas calmas.

O Pulo do Lobo é também um lugar de lendas e histórias.

A mais conhecida dá conta de um “homem audaz ou um lobo acossado que poderiam transpor só com um salto o desnível estreito e natural”.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!