Siga-nos

Saúde

Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Évora requalificada.

A requalificação e modernização custou mais de 280 mil euros co-financiados em 85% pelo Alentejo 2020

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Inauguração da requalificação e modernização da Unidade de Cuidados Intensivos do HESE EPE contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos

‘A requalificação da UCIP constituía um dos objetivos deste Conselho de Administração que, assim, foi alcançado’, esta foi uma das declarações de Maria Filomena Mendes, Presidente do Conselho de Administração do HESE EPE na cerimónia que decorreu na Unidade hospitalar.

O valor total da obra foi de 282 679, 58 euros, co-financiada em 85%, no valor de 240 277,64 euros, pelo Programa ALENTEJO 2020 e União Europeia, através do FEDER, no âmbito do projeto ReMoTe – Requalificação e Modernização Tecnológica do HESE. Francisco Palma, responsável pelos fundos europeus no Alentejo fez questão de frisar que foram gastos ‘apenas’ 40 mil euros de fundos nacionais.

A renovada Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente do HESE EPE possui agora 8 camas e uma capacidade instalada física e humana que permitirá melhorar a segurança e a qualidade dos serviços prestados à população e garantir em tempo útil e adequado o acesso a cuidados de saúde diferenciados nesta parte do território.

Em simultâneo, perspetiva-se uma Unidade fortemente atrativa para todos os profissionais que pretendam desenvolver as suas competências no HESE, assim como para todos os Médicos do Alentejo Central que aqui queiram aprofundar conhecimento e boas práticas.

Saúde

Novo modelo de cuidados de saúde domiciliados aos idosos em Reguengos de Monsaraz

O isAlice foi desenvolvido durante mais de uma década pela Escola Superior de Enfermagem S. João de Deus da Universidade de Évora e é financiado pelo programa Portugal 2020.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Município de Reguengos de Monsaraz assinou um acordo de parceria com a DECSIS – Sistemas de Informação para a implementação do projeto isAlice (Ageing Longer: Intelligent Care Environment).

A intervenção isAlice tem como objetivo o desenvolvimento no concelho de um novo modelo de cuidados de saúde domiciliados, com recurso à IoT (Internet das Coisas) e à inteligência artificial, obtendo-se um novo paradigma na prestação de cuidados para a população sénior através da ativação dos meios mais eficientes de cuidados para cada caso.

Desta forma pretende-se promover o bem-estar das populações dependentes através da domiciliação de cuidados continuados e integrados.

O isAlice visa implementar um modelo integrado de apoio à intervenção e processos de trabalho dos cuidadores, com elevada intensidade tecnológica e com geração de conhecimento no processamento automático de dados, complementando-se com uma estratégia de monitorização remota dos casos em que se justifique.

Com este projeto pretende-se também colmatar a lacuna existente entre as pessoas dependentes e as estruturas de saúde e sociais, com recurso ao Plano Individual de Cuidados centrado no doente e no cuidador.

A preparação dos cuidadores será efetuada com abordagens que conjugam capacitação por cursos desenvolvidos em ambiente laboratorial com simulação de alta fidelidade, vídeos de demonstração acessíveis em todas as plataformas e estratégias de aptidão psicossocial através de entrevistas com os cuidadores. Para o desenvolvimento do projeto, o Município de Reguengos de Monsaraz vai promover o envolvimento de outras entidades do concelho.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul