Últimas:
Uma hora de espera para votar em Évora – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Uma hora de espera para votar em Évora

Urnas de voto na autarquia

foto: Bruno Baltazar | TDS (direitos reservados)
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Votação está a decorrer nos paços do concelho

” 246 mil eleitores votam hoje”

Mais de 246 mil eleitores pediram para votar antecipadamente hoje, uma semana antes das presidenciais de 24 de janeiro.

O boletim de voto é o mesmo, mas o acto de votar demorará mais tempo.

De acordo com as regras da administração eleitoral, o eleitor recebe, do presidente da mesa, o boletim de voto e dois sobrescritos, um branco e um azul.

Depois vai à câmara de voto, sozinho, vota, dobra o boletim em quatro e coloca-o no sobrescrito branco e fecha-o.

Em seguida, coloca-o dentro do sobrescrito azul, que é também fechado.

Depois, entrega-o ao presidente da mesa, é-lhes colocado uma etiqueta com o nome do eleitor e uma vinheta de segurança de segurança.

Quando for decarregado na mesa de voto do eleitor, só o sobrescrito branco, sem qualquer identificação, é colocado na urna, em 24 de janeiro, garantindo-se o secretismo.

Agricultura

Associação de Beneficiários do Mira obrigada a regularizar caudal do rio Mira.

ABMira coloca em causa a vida selvagem

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Agência Portuguesa de Ambiente (APA) solicitou à Associação de Beneficiários do Mira, “as medidas necessárias à minimização» do corte do caudal ecológico do rio Mira

“APA notifica APMira”

A APA/Administração da Região Hidrográfica do Alentejo, refere que a ABM foi alertada para os «potenciais problemas que advirão» se não tomar medidas para corrigir a situação «com a máxima brevidade».

A confirmação foi dada por André Matoso, diretor regional da APA, ao site ‘Sul Informação’.

O mesmo responsável acrescentou que «não foi indicado [à ABM] um prazo concreto», mas foi «transmitida a necessidade de ser resolvida esta situação com a máxima brevidade».

O corte do caudal da água que sai da Barragem de Santa Clara levou a que o nível das águas a jusante da albufeira descesse de forma drástica.

Além de causar problemas a quem usa a água do rio para rega, este corte põe também em causa a vida selvagem no vale de Santa Clara.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!