Últimas:
TYCO de Évora encerra de 7 a 15 junho – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Economia

TYCO de Évora encerra de 7 a 15 junho

Empresa pretende que os trabalhadores agendem os “respectivos dias de férias” para aquele período. 

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A TYCO, em Évora, anunciou que irá encerrar a fábrica Automotive, de 7 a 15 de Junho, e pretende que os trabalhadores agendem os “respectivos dias de férias” para aquele período. 

“O sindicato diz ainda que, está a avaliar as medidas que vai tomar para fazer valer os direitos dos trabalhadores.”

O SIESI – Sindicato das Indústrias Eléctricas, na sua página da internet, “opõe-se frontalmente a esta situação” e realça que os motivos invocados para o encerramento são da inteira responsabilidade da empresa. 

O sindicato diz ainda que, está a “avaliar as medidas que vai tomar para fazer valer os direitos dos trabalhadores.”

Comunicado do SIESI:

Para a TYCO o COVID-19 tem as costas largas…

As férias são um direito dos trabalhadores, não das empresas!

Uma vez mais, a Direcção da TYCO vem servir-se dos direitos dos trabalhadores ao anunciar que irá encerrar a fábrica Automotive de 7 a 15 de Junho e a afirmar, sem pudor, que os trabalhadores “deverão” agendar os “respectivos dias de férias” para aquele período.

O SIESI opõe-se frontalmente a esta situação e entende que a TYCO tem todas as condições para assegurar que aqueles dias não sejam contabilizados como dias de férias, principalmente quando os motivos invocados são da sua inteira responsabilidade, já que os trabalhadores estiveram sempre disponíveis para trabalhar mesmo nas difíceis circunstâncias em que vivemos actualmente.

As férias são um direito dos trabalhadores, para permitir o seu descanso e a recuperação física e mental e devem ser marcadas por acordo e não para fazer face às necessidades das empresas.

O SIESI está a analisar a situação e a avaliar as medidas a tomar.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Economia

Sabe como estar na esplanada ou no restaurante ?

Conheça as novas regras

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Boas Práticas para o funcionamento da restauração e bebidas

” regras da DGS “

Na sequência da reunião de trabalho que a AHRESP teve no dia 31 de março com a Direção Geral da Saúde (DGS), resultou a atualização do Guia de Boas Práticas para o funcionamento da Restauração e Bebidas.

Esta nova versão do Guia, igualmente validado pela DGS, introduz alguns ajustes, tais como:

  • Na esplanada, a distância no corredor entre mesas, passa a ser, no mínimo, 1,5 metros.
  • No interior do estabelecimento, mantêm-se os 2 metros;
  • Reforço da necessidade de manter a distância de 2 metros entre os colaboradores e, de um modo geral, entre as pessoas;
  • Necessidade de solicitar à entidade que comercializa os produtos desinfetantes que esta disponibilize a apresentação do comprovativo da “Notificação do produto biocida” e
  • Reforço da necessidade do uso adequado de máscara.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!