Últimas:
Trator híbrido com drone é a última ‘maravilha’ na agricultura (vídeo) – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Agricultura

Trator híbrido com drone é a última ‘maravilha’ na agricultura (vídeo)

O veículo foi, entretanto, distinguido com o prémio Good Design 2020.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Todos os fabricantes de automóveis estão a desenvolver veículos eléctricos. Mas esta é uma tecnologia complexa, que os tractores agrícolas também querem explorar.

“O veículo foi, entretanto, distinguido com o prémio Good Design 2020.”

A Steyer, reputado fabricante de veículos agrícolas, apresentou um protótipo do tractor do futuro, que apelidou Steyer Konzept.

O tractor deste fabricante germânico recorre a uma mecânica híbrida, em que um motor a gasóleo apenas funciona como gerador, optimizando o seu funcionamento destinado a gerar electricidade, diminuindo consumos e emissões, para depois confiar em motores eléctricos para se deslocar e realizar as desejadas funções.

Quatro motores eléctricos, cada um instalado na sua roda, garantem a tracção em qualquer tipo de piso. Esta solução, que tem a contrariedade de tornar a massa não suspensa superior, é uma limitação importante num automóvel, especialmente se tiver pretensões desportivas, mas não parece ser nada impeditiva num veículo de trabalho deste tipo, lento e pesado.

Oferece ainda a vantagem de ter menos peças móveis, simplificando a mecânica e as operações de manutenção.

O Steyer Konzept recorre a uma bateria recarregável, mas um dos pormenores mais curiosos é o facto de estar equipado com um drone, que pode fazer descolar para estudar a seara e preparar a colheita, para depois projectar as informações num head-up display no pára-brisas.

Por muito interessante que seja este protótipo, a realidade é que as máquinas agrícolas estão mais avançadas do que muitos possam pensar, estando já disponíveis máquinas autónomas e 100% eléctricas, que dispensam condutores ou funcionários para realizar as suas operações.

Com ‘Observador’.

Continuar a ler
Publicidade

Agricultura

Quercus e GNR falam em abate ilegal de 3 mil árvores em Monforte.

Veja as declarações do dirigente da Quercus.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

ICNF ordenou a paragem imediata dos trabalhos de limpeza na herdade de Monforte

“3 mil árvores abatidas em Monforte”

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas ordenou “a paragem imediata” dos trabalhos de limpeza na herdade de Monforte que abateu azinheiras.

O ICNF foi informado pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR sobre a identificação do abate de azinheiras.

A Direção Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Alentejo esteve igualmente no local e testemunhou o abate de azinheiras jovens por excesso de densidade, sem autorização, realização de podas de formação e podas de manutenção executadas de forma excessiva”.

Entretanto a Quercus solicitou ao Serviço de Proteção da Natureza e Ambiente da GNR, para fiscalizar com regularidade no sentido de impedir a continuação do corte de azinheiras, assim com das podas abusivas.

A Quercus exige que sejam apuradas responsabilidades sobre a poda e corte ilegal de azinheiras, relembrando que fica proibida a alteração do uso do solo durante 25 anos, o estabelecimento de quaisquer novas atividades, designadamente agrícolas, industriais ou turísticas, conforme legislação aplicável.

Veja as declarações de José Janela da Quercus.

Continuar a ler

x
error: Content is protected !!