Últimas:
Testes rápidos ao Covid começam a ser comercializados. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Testes rápidos ao Covid começam a ser comercializados.

Os resultados podem se obtidos em apenas 15 minutos

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Abbott lança em Portugal um teste de antigénio rápido, portátil e fácil de usar que permite resultados em 15 minutos

” … os resultados podem se obtidos em apenas 15 minutos. “

O Abbott anunciou que recebeu marcação CE para o seu dispositivo de teste rápido Panbio ™ COVID-19 Ag, para a deteção do vírus SARS-CoV-2 em indivíduos com suspeita de ter COVID-19.

O teste rápido de antigénio, autorizado para uso por profissionais de saúde, não requer instrumentação e os resultados podem se obtidos em apenas 15 minutos, tornando-se uma ferramenta valiosa para a realização de testes em grande escala em diferentes populações.

O teste Panbio COVID-19 Ag é uma opção fiável, acessível, portátil e expansível para testes à COVID-19. O teste rápido de antigénio também pode ser uma ferramenta muito útil para apoiar estratégias de Saúde Pública, como o rastreamento de contactos e testes em grande escala de indivíduos com suspeita de infeção ativa.

“O teste rápido de antigénio permite testes frequentes à COVID-19 em grande escala, permitindo identificar rapidamente os indivíduos infetados e reduzir a propagação do vírus”, disse Tiago Cravo, Sales Manager do Abbott.

“O Abbott usou a sua liderança, conhecimento e experiência na área das doenças infeciosas para criar esta ferramenta poderosa que torna os testes em grande escala rápidos, baratos e acessíveis.

Neste momento, a companhia está a trabalhar com as autoridades nacionais para implementá-los em Portugal”.

Permitir o acesso a testes à COVID-19 usando o teste rápido de antigénio

Os testes de antigénio detetam uma proteína do vírus para determinar a infeção. Como o teste de antigénio fornece informações essenciais no período da infeção em que os indivíduos estão sob maior risco de transmitir a doença, pode ser uma ferramenta poderosa para deter a propagação da infeção.

Os testes rápidos de antigénio permitem que os resultados possam ser entregues ao doente na mesma unidade de saúde onde foram realizados.

Em Portugal, ter a capacidade de realizar testes à COVID-19 em grande escala é importante para conter a propagação do vírus. Os testes rápidos de antigénio podem contribuir para:

  • Aumentar o acesso a testes devido ao seu design simples. Os testes são portáteis, fáceis de usar e fornecem resultados rápidos que podem ser usados em unidades onde não existem instrumentos laboratoriais ou estes não são os indicados.
  • Realizar testes com maior frequência devido à sua acessibilidade e à rapidez com que os resultados são obtidos. O teste Panbio Ag usa uma tecnologia comprovada de fluxo lateral que fornece resultados possíveis de determinar por um profissional de saúde em apenas 15 minutos.
  • Aumentar a escala de testes, permitindo que a comunidade e as organizações testem milhares de indivíduos para reduzir o risco de propagação da doença, em combinação com testes de PCR.

O Abbott está a trabalhar para disponibilizar testes de antigénio a profissionais de saúde em todo o país.

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!