Últimas:
Ténis: Qualifying sem apurados portugueses – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Desportos

Ténis: Qualifying sem apurados portugueses

Em jogo 25.000 dólares em prémios monetários.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Jornada dedicada à primeira ronda de singulares

“Qualifying sem apurados portugueses”

O quadro principal de singulares do Vale do Lobo Open Magnesium-K Active começa a jogar-se esta quarta-feira e serão seis os tenistas portugueses a irem a jogo, depois dos dois “sobreviventes” terem ficado pelo caminho na última ronda do qualifying.

O torneio é organizado pela Premier Sports com o apoio da Federação Portuguesa de Ténis e termina no domingo, 28 de fevereiro, tendo em jogo 25.000 dólares em prémios monetários.

Devido à pandemia, e de acordo com as normas da Direção-Geral da Saúde, a presença de público não é permitida.

Nuno Borges (366.º ATP), Gastão Elias (379.º), Tiago Cação (552.º), Luís Faria (803.º), Pedro Araújo (1321.º) e Tiago Torres (1954.º) serão os tenistas portugueses em ação a partir das 10h30 de quarta-feira, nos courts de piso rápido da Vale do Lobo Tennis Academy, em Loulé.

Esta terça-feira, os dois portugueses que ainda tinham hipóteses de chegar ao quadro principal foram eliminados por jogadores mais cotados: a jogar o primeiro torneio internacional desde fevereiro do ano passado, João António perdeu por 6-0 e 6-1 para o ex-top 70 ATP Kenny de Schepper, enquanto Gonçalo Falcão ofereceu mais resistência, mas também perdeu (6-1 e 6-3) frente a um tenista francês, Ugo Blanchet.

As restantes horas da jornada foram dedicadas à primeira ronda do quadro de pares, que viu 11 tenistas “da casa” em competição. Deles, apenas um seguiu em frente: Gonçalo Falcão, que ao lado do esloveno Tomas Lipovsek Puches confirmou o estatuto de segundo cabeça de série ao superar os compatriotas João António e Illia Stoliar, por 6-1 e 6-0.

Continuar a ler
Publicidade

Desportos

Ciclismo: Volta ao Algarve em maio e Volta ao Alentejo em Junho.

Pandemia adiou as duas provas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Volta ao Algarve em bicicleta

“Na estrada entre 05 e 09 de maio”

A Volta ao Algarve em bicicleta vai para a estrada, este ano, entre 05 e 09 de maio, segundo o calendário atualizado hoje pela União Ciclista Internacional (UCI).

A prova estava inicialmente prevista entre 17 e 21 de fevereiro.

Entre as provas categorizadas pelo organismo de cúpula do ciclismo mundial (que não englobam todo o calendário nacional), a primeira é a Clássica da Arrábida (1.2), para dia 02 de maio.

Segue-se a Volta ao Alentejo (2.2), que em janeiro tinha sido adiada para o segundo semestre do ano e agora surge de 23 a 27 de junho, três meses depois das datas previstas, de 17 a 21 de março.

De 16 a 18 de julho está marcado o Grande Prémio Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, de categoria 2.2, com a 82.ª Volta a Portugal (2.1) marcada para as datas que a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) tinha apontado em dezembro de 2020: de 04 a 15 de agosto.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!