Últimas:
Ténis: Francisca Jorge e Nuno Borges são os novos “Masters” Seniores da FPT – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Desportos

Ténis: Francisca Jorge e Nuno Borges são os novos “Masters” Seniores da FPT

Tetracampeã nacional e número 459 do ranking WTA, Francisca Jorge derrotou na final Elizabet Hamaliy.

Foto TDS: Nuno Borges, tenista
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Francisca Jorge e Nuno Borges são os novos “Masters” Seniores da FPT

“Campeões nacionais confirmaram o favoritismo”

Seis meses depois de terem subido ao mesmo pódio para erguerem os troféus de campeões nacionais absolutos, Francisca Jorge e Nuno Borges voltaram a fazê-lo — desta vez, para exibirem os títulos conquistados no Masters Seniores que a Federação Portuguesa de Ténis organizou no Complexo de Ténis do Jamor, onde se reuniram os melhores jogadores da última época nas provas do circuito nacional.

Tetracampeã nacional e número 459 do ranking WTA, Francisca Jorge derrotou na final Elizabet Hamaliy (que vive em Portugal há quase uma década e aguarda pela nacionalidade portuguesa) por 6-2 e 6-4, após 1h18 no court.

A vitória deste domingo foi a segunda da melhor tenista portuguesa da atualidade no Masters da Federação, uma vez que já tinha vencido a edição inaugural, em 2019 (no ano seguinte não foi a jogo).

O último lugar do pódio foi ocupado por Inês Oliveira, que venceu o duelo frente à colega de treinos Ana Filipa Santos — campeã em título — por 7-5 e 7-5. Nos restantes encontros, Maria Santos derrotou Alexandra Roque Silva (6-1 e 7-5) para ficar com o quinto lugar e Beatriz Paciletti venceu Rita Silva (3-6, 6-4 e 6-4) para ficar com o sétimo.

No torneio masculino, Nuno Borges também confirmou o favoritismo e saiu do Jamor com mais um troféu para o palmarés nacional: depois das vitórias em duas etapas do Circuito Sénior FPT e no Campeonato Nacional Absoluto, no verão, o maiato (que já é o 399.º da tabela ATP) impôs-se por 6-2 e 7-5 a Pedro Araújo para “tirar” ao lisboeta o título que tinha conquistado há um ano.

O terceiro lugar ficou entregue a Luís Faria, que venceu Tiago Cação por equilibrados 7-6(6), 4-6 e 6-4 num encontro entre dois tenistas do CAR. Em quinto ficou Tiago Torres, que nem precisou de entrar em court porque João Monteiro desistiu, e em sétimo Daniel Batista, que superou José Ricardo Nunes por 6-4 e 6-2. Nos últimos duelos, Francisco Faria bateu Illia Stoliar por 7-6(6) e 6-2 para ficar com a nona posição e João Gonçalves impôs 6-2 e 6-3 a Henrique Petiz para terminar como décimo primeiro classificado.

Continuar a ler
Publicidade

Desportos

Ciclismo: Volta ao Algarve em maio e Volta ao Alentejo em Junho.

Pandemia adiou as duas provas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Volta ao Algarve em bicicleta

“Na estrada entre 05 e 09 de maio”

A Volta ao Algarve em bicicleta vai para a estrada, este ano, entre 05 e 09 de maio, segundo o calendário atualizado hoje pela União Ciclista Internacional (UCI).

A prova estava inicialmente prevista entre 17 e 21 de fevereiro.

Entre as provas categorizadas pelo organismo de cúpula do ciclismo mundial (que não englobam todo o calendário nacional), a primeira é a Clássica da Arrábida (1.2), para dia 02 de maio.

Segue-se a Volta ao Alentejo (2.2), que em janeiro tinha sido adiada para o segundo semestre do ano e agora surge de 23 a 27 de junho, três meses depois das datas previstas, de 17 a 21 de março.

De 16 a 18 de julho está marcado o Grande Prémio Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho, de categoria 2.2, com a 82.ª Volta a Portugal (2.1) marcada para as datas que a Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC) tinha apontado em dezembro de 2020: de 04 a 15 de agosto.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!