Últimas:
Telhado do Mercado do Torrão foi substituído. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Autarquias

Telhado do Mercado do Torrão foi substituído.

Investimento superior a 48 mil euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Telhado em fibrocimento do Mercado do Torrão foi substituído

“Investimento superior a 48 mil euros”

A substituição da cobertura em fibrocimento do Mercado Municipal do Torrão por um novo revestimento de cobertura em painel sandwich foi recentemente terminada.

A conclusão dos trabalhos passou pela lavagem e escovagem da estrutura metálica de suporte à cobertura, pelo tratamento da estrutura de suporte à cobertura, através da aplicação de produtos anticorrosivos, e pela limpeza e impermeabilização das caleiras e algerozes da cobertura.

Atualmente, equipas de trabalhadores do Município dão os últimos retoques no interior do Mercado para que o funcionamento do mesmo se inicie assim que possível.

Recorde-se que esta obra, promovida pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal com o objetivo de assegurar as melhores condições de segurança e de conforto aos utilizadores do Mercado do Torrão, representa um investimento de 48.633,17 euros e foi concretizada pela empresa Thermotelha, Lda.

Autarquias

Autarcas do litoral contra medidas do governo para Odemira.

Autarcas falam de duvidosa eficácia.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Autarcas do Alentejo Litoral condenam decisão de regressão no processo de desconfinamento para o concelho de Odemira e alertam para a sua duvidosa eficácia.

“Autarcas falam em duvidosa eficácia”

O Conselho Intermunicipal da CIMAL, que reúne os Presidentes de Câmara de Alcácer do Sal, Grândola, Odemira, Santiago do Cacém e Sines decidiu por unanimidade repudiar a regressão no processo de desconfinamento para o concelho de Odemira e associar-se integral e inequivocamente à posição da Câmara Municipal de Odemira.

A CIMAL, em comunicado, refere que “Esta decisão do Conselho de Ministros, que é substanciada em critérios desadequados à realidade do território, manifestamente preocupa o conjunto dos Presidentes de Câmara pelo prejudicial efeito acumulado que incidirá sobre os cidadãos no Alentejo Litoral e mais imediatamente sobre os odemirenses. Mas também, pelo agudizar da consequência económica adversa que inevitavelmente avançará.”

O Conselho Intermunicipal do Alentejo Litoral insta o Governo Português a “robustecer a resposta sanitária, social e económica de modo a sanar esta circunstância e a melhor garantir o bem estar dos nossos concidadão.”

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!