Últimas:
Tauromaquia de luto. Morreu, de Covid, o maior rabejador de todos os tempos. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Tauromaquia de luto. Morreu, de Covid, o maior rabejador de todos os tempos.

Simão Comenda faleceu hoje.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Faleceu hoje, vítima de covid 19, Simão Nunes Comenda

“Referência do mundo dos Forcados e da Tauromaquia em geral”

Simão Nunes Comenda foi para muitos o melhor rabejador de todos os tempos.

Precursor de uma nova forma de rabejar, foi quem introduziu a beleza estética que vemos hoje nos melhores rabejadores. Pioneiro a rematar as pegas, saindo na cara dos Toiros e para o meio da praça, depois de conduzir o Toiro para o interior do Grupo no decorrer da pega de caras.

A cernelhar fez dupla com dois grandes cernelheiros da nossa História, José Manuel Sousa e António José Zuzarte, destacando-se também nessa vertente da pega.

Um orador nato e incrível contador de histórias, que colecionou ao longo da vida, onde teve a oportunidade de pegar Toiros nos 4 continentes.

Integrou o Grupo de Forcados que foi pela primeira vez ao México em 1970, com o objectivo de demonstrar o que era o Forcado Amador.

O êxito foi tal que se criaram os Grupos de Forcados no México que se mantêm até aos dias de hoje.

Era actualmente empresário da Praça de Montemor-o-Novo que, juntamente com Paulo Vacas de Carvalho, compunham a empresa “Montemor é Praça Cheia”.

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!