Últimas:
Surto no Lar de Reguengos: Hospitais do Alentejo ‘não garantiram o cumprimento do determinado’. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Surto no Lar de Reguengos: Hospitais do Alentejo ‘não garantiram o cumprimento do determinado’.

Em causa a não presença de médicos de medicina interna e o acordado nos briefings diários.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Inquérito da Inspeção-Geral das Actividades em Saúde

” … hospitais alentejanos não garantiram o cumprimento do determinado”

A Inspeção-Geral das Actividades em saúde (IGAS) apurou que “a intervenção do [Hospital do Espírito Santo de Évora, E. P. E.] HESE na gestão do surto do Lar de Reguengos de Monsaraz  (…) não cumpriu “escrupulosamente o acordado relativamente aos briefings diários de apoio”.

A IGAS refere igualmente que a ULS do Norte Alentejano, do Litoral Alentejano e do Baixo Alentejo, “não garantiram o cumprimento do determinado, passando a não assegurar a presença física do seu médico da área da medicina interna, situação que comprometeu a gestão do surto”.

No entanto, o resultado do Inquérito realizado, conclui que a deficiente colaboração dos estabelecimentos hospitalares envolvidos ‘não implicou aumento de risco ou prejuízo para os utentes do Lar e/ou para terceiros.’

Devido a estes resultados a Ministra da Saúde solicitou à Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARSA), ‘recomendação expressa de articulação entre os estabelecimentos hospitalares e os ACES da sua área de abrangência, atenta a imperativa necessidade de um melhor trabalho em rede, em semelhantes circunstâncias futuras.’

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!