Siga-nos

Saúde

Surto de Sines: Mais uma vítima mortal, mais 1 utente infectado e 5 funcionários.

Desde a deteção do primeiro caso, registam-se 50 casos positivos, dos quais 38 são residentes e 12 são funcionários.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Dos 284 testes à Covid-19 realizados durante o dia de ontem, após a deteção de casos positivos no Lar Prats da Santa Casa da Misericórdia de Sines, não se registam casos positivos entre os residentes das restantes alas e valências da instituição, registando-se, contudo, mais um utente positivo na área onde foram detetados os primeiros dois casos.

“Testes realizados concluem que há mais um residente positivo para a Covid-19”

Relativamente aos trabalhadores testados ontem há a registar mais 5 novos casos positivos. 

Há ainda a lamentar um segundo óbito. Faleceu esta manhã a utente que estava hospitalizada, desde o passado domingo, no Hospital do Litoral Alentejano.

Face aos resultados dos testes hoje conhecidos, importa sublinhar que a inexistência de novas infeções entre os residentes de outras alas do Lar está diretamente relacionada com a implementação e cumprimento do plano de contingência da instituição, bem como das regras de segurança.

Recorde-se que este surto teve início no passado fim-de-semana quando duas residentes foram hospitalizadas após a apresentação de sintomas.

De imediato, toda a ala do Lar Prats foi testada, tendo-se registado 42 casos positivos: 35 residentes e 7 funcionários. Foi também decidida a realização, esta quarta-feira, de testes a todos os residentes e trabalhadores de todas as valências da Santa Casa da Misericórdia de Sines.

Desde a deteção do primeiro caso, registam-se 50 casos positivos, dos quais 38 são residentes e 12 são funcionários. 

A Câmara Municipal de Sines, a Autoridade Local de Saúde e a Santa Casa da Misericórdia de Sines promoveram hoje uma reunião com diversas entidades, garantindo-se a plena articulação entre todos. 

A existência de funcionários infetados, e as necessidades de isolamento profilático destes e dos seus contactos, exige que sejam providenciados meios complementares para o regular funcionamento da instituição.

A Segurança Social está a assegurar a disponibilização de recursos humanos para auxiliar nos cuidados aos residentes do lar.

A Câmara Municipal de Sines garante, igualmente, a criação de todas as condições logísticas para o acolhimento dos meios humanos disponibilizados pela Segurança Social e reforça o apoio à Santa Casa em termos de equipamentos de proteção individual. Apoiará, ainda, financeiramente a Santa Casa da Misericórdia no sentido de serem contratualizados os serviços especializados complementares que se venham a justificar para o normal funcionamento das diversas valências.

Uma vez que a situação impõe novamente a suspensão de todas as visitas, mas tendo em consideração a natural preocupação dos familiares dos residentes, a Santa Casa da Misericórdia tomou a iniciativa de criar uma linha telefónica dedicada à prestação de informações aos familiares dos residentes, a qual funciona através do número 924 187 817.

A Autoridade Local de Saúde continua a acompanhar a situação e encontra-se em permanente comunicação com o clínico residente da Santa Casa da Misericórdia de Sines e médico da Unidade Local de Saúde, assim como com o corpo clínico de retaguarda do Hospital do Litoral Alentejano.

Saúde

Surto de Montemor o Novo: 6 novos casos

Existem agora 42 doentes de covid 19 no concelho

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto de Montemor o Novo

“No total o concelho já registou 190 casos de covid 19”

Subiu para 42 o número de casos activos em Montemor o Novo.

Nas últimas horas registaram-se mais 6 casos no concelho.

Sem casos recuperados o concelho atinge 190 positivos e mantém os 147 doentes já recuperados.

Segundo refere a autarquia em nota informativa as “autoridades de saúde estão a desenvolver todas as medidas preventivas,
nomeadamente, através de isolamento profilático, quarentena e realização de testes aos contatos diretos das pessoas que testaram positivo, sendo as autoridades de saúde que estabelecem os contatos com quem estiver nesta situação”, segundo refere.

Continuar a ler

error: Content is protected !!