Siga-nos

Saúde

Surto de Reguengos: Militares no apoio aos idosos com COVID-19

Proteção Civil pediu ajuda às Forças Armadas

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: TDS

O Hospital das Forças Armadas, Polo de Lisboa, enviou 15 profissionais de saúde, divididos por cinco equipas, para apoiar o Lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva, em Reguengos de Monsaraz.

“O apoio está a ser prestado a 74 idosos todos infectados com covid 19”

Cada equipa é composta por um médico e dois enfermeiros, que serão empenhados em turnos de 24 horas, rotativos entre cada uma das equipas.

A atividade dos militares inclui a organização e prestação de cuidados de rotina, bem como a avaliação clínica dos doentes e abordagem de eventuais intercorrências.

Adicionalmente, será prestado apoio de consultadoria/aconselhamento técnico em termos de gestão de processos e do espaço, no contexto das adaptações necessárias numa unidade em que se encontram doentes infetados por este vírus.​

Este apoio, que começou na noite de ontem e irá durar, numa primeira fase, até à próxima terça-feira, dia 30 de junho, resulta de um pedido da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil ao Estado-Maior-General das Forças Armadas.

Saúde

Hospital de Beja com 16 profissionais infectados.

Até momento foram adiadas 20 cirurgias programadas, que serão reagendadas logo que possível. 

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto no Hospital de Beja

“Bloco operatório só funciona em caso de urgência”

O Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo, EPE atualizou a informação relativa à existência casos de infeção por covid-19 entre profissionais de saúde.

Total de testes efetuados a profissionais: aproximadamente 100. 

Positivos: 16 

Inconclusivos: 1 

Trata-se de 10 enfermeiros, 4 assistentes operacionais, 1 técnico e 1 médico e estão em isolamento no domicílio, apresentando apenas sintomas ligeiros. 

Face à avaliação em curso estima-se que sejam cerca de 200 os contactos a serem avaliados e acompanhados. 

Até momento foram adiadas 20 cirurgias programadas, que serão reagendadas logo que possível. 

Ao abrigo do plano de contingência da ULSBA, a situação está a ser monitorizada pela Unidade de Saúde Pública, pelo Serviço de Saúde Ocupacional e pelo Grupo de Coordenador Local do Programa de Prevenção e Controlo de Infeções e de Resistência aos Antimicrobianos.

Reforçamos que estas equipas iniciaram de imediato os procedimentos de avaliação de risco dos colaboradores, assim como o pedido de testes e isolamento dos casos suspeitos.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!