Últimas:
Surto de Reguengos: Doente zero ainda não está identificado. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Surto de Reguengos: Doente zero ainda não está identificado.

Investigação Epidemiológica continua a decorrer.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto de Reguengos

” Doente zero ainda não está identificado “

A Autoridade de Saúde Pública ainda não identificou o doente ‘zero’ do surto de Reguengos de Monsaraz.

As autoridades de saúde através da Investigação Epidemiológica ao surto não só devem identificar o doente ‘zero’ como como todas as cadeias existentes.

A origem do surto poderá ter origem nos utentes ou nos funcionários.

Uma coisa parece ser certa, visitas feitas por familiares a utentes ou funcionários, no fim de semana após os feriados de junho, estarão na origem do surto no lar.

Surto de Reguengos: Três portadores de Covid 19 transportados para casa paroquial de S.Marcos do Campo.

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!