Siga-nos

Crime

Surto de Mora: Justiça abriu inquérito

Mais de 50 pessoas estão infectadas na vila.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto de Mora

“Início do surto merece investigação do MP”

A Procuradoria-Geral da República (PGR) abriu um inquérito relacionado com o surto de Covid-19 em Mora.

O inquérito tem por objeto esclarecer uma situação concreta relacionada com o surto de Mora, nomeadamente a forma como a doença terá chegado a Mora.

O foco surgiu, segundo notícias vindas a público, com um casal de idosos que foi infetado após uma viagem em Espanha, tendo de seguida ido para o Algarve.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público do DIAP de Évora.

Actualmente existem 54 pessoas infectadas.

Crime

PSP faz buscas domiciliárias

Em causa estão crimes contra o património

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Comando Distrital de Portalegre da PSP, através da Divisão Policial de Elvas, informa que hoje, procedeu ao cumprimento de Mandados de Busca Domiciliária, em 4 residências localizadas no Centro Histórico de Elvas.

“Crimes contra Património “

O processo em investigação é referente a crimes contra o património e a sua investigação decorre à seis meses.

As diligências realizadas resultaram na detenção de um indivíduo do sexo masculino com 22 anos de idade, na identificação e constituição de arguido de um outro indivíduo do sexo masculino com 17 anos de idade e na identificação de um menor ao abrigo da Lei Tutelar Educativa.

Na presente ação foram empenhadas 4 Equipas de Investigação Criminal e 1 Equipa de Intervenção Rápida da Divisão Policial de Elvas.

Durante as referidas diligências, foi possível recuperar vários diversos objetos, sob os quais existem fundadas suspeitas de terem sido furtados, nomeadamente:

  • 7 telemóveis;
  • 1 televisão;
  • 1 coluna de som;
  • 1 computador portátil;
  • 1 tablet;
  • 2 carteiras.

Foram ainda apreendidos cautelarmente:

  • 1 passa montanhas;
  • 1 par de luvas;
  • 1 arma branca;
  • 7 bastões de equitação, suscetíveis de serem utilizados como arma de agressão.

Sobre este material suspeito, a PSP vai desde já encetar diligências no sentido de proceder à identificação dos lesados para que os bens recuperados lhes sejam restituídos.

Com esta operação policial, a PSP conta igualmente reforçar o sentimento de segurança à população elvense, mantendo a sua atenção e atuação de âmbito preventivo no que se refere à ocorrência de crimes contra o património e contra as pessoas, procedendo à identificação dos autores dos furtos, recuperação do material furtado e posterior restituição dos bens aos seus proprietários.

Todos os indivíduos foram restituídos à liberdade, onde aguardam os trâmites legais do processo.

Continuar a ler

error: Content is protected !!