Últimas:
Surto de COVID-19 no Lar da Casa do Povo de Vendas Novas está controlado – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Surto de COVID-19 no Lar da Casa do Povo de Vendas Novas está controlado

Autarquia avança com apoio extraordinário no valor de 32 mil euros a atribuir à Casa do Povo de Vendas Novas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto de COVID-19 no Lar da Casa do Povo de Vendas Novas está controlado

“Autarquia avança com apoio extraordinário no valor de 32 mil euros a atribuir à Casa do Povo de Vendas Novas”

O surgimento de um surto de COVID-19 numa estrutura residencial para idosos é uma preocupação para a toda uma comunidade. Importa desde a primeira hora, desbloquear todas as ajudas e apoios que se possam concretizar, quer através de entidades locais, quer nacionais, para que a situação seja controlada o mais cedo possível.

Em Vendas Novas, com a confirmação, a 13 de dezembro, de um surto no Lar Nossa Senhora da Saúde da Casa do Povo, não houve tempo a perder por parte do Município, que tem estado no terreno a acompanhar a situação, apoiando a Direção e a equipa de enfermagem nos processos de decisão, mobilizando meios para a contenção da situação e dando resposta às várias solicitações.

Na altura mais crítica, ajudou a criar zonas para utentes negativos, positivos e suspeitos dentro do Lar; forneceu desinfetante e fatos completos de proteção individual (em articulação com o Lar Quinta do Mestre) e disponibilizou funcionários do Município para a realização de tarefas e de alguns turnos.

Tem, desde então, estado em articulação constante com a Segurança Social, o Centro de Saúde e com a Diretora Técnica especializada em gestão em crise, que desbloqueou uma equipa de intervenção pronta a dar resposta ao surto.

Para essa mesma equipa externa tratou do local e condições de alojamento e, através de voluntários, funcionários e do executivo municipal, certifica-se que chegam até eles as refeições diárias.

Para os utentes e funcionários do Lar, contactou Santa Casa da Misericórdia, que tem assegurado as refeições.

A recolha dos resíduos contaminados acumulados tem sido também um assunto tratado com todo o cuidado pelo Município, contratando uma empresa especializada para fazer este serviço, no valor de cerca de 6 mil euros.

Com tudo aquilo que tem vivido e para fazer face ao cenário de crise aprovou ainda, em reunião de câmara, o apoio extraordinário no valor de 32 mil euros a atribuir à Casa do Povo de Vendas Novas.

Felizmente a situação está agora controlada. No dia 25 de janeiro, foi declarada alta clínica e fim das medidas de isolamento dos 16 utentes que estavam com COVID-19. No entanto, o balanço não pode ser positivo porque 11 idosos perderam a vida para a doença, o que lamentamos profundamente e aproveitamos para apresentar sentidas condolências às famílias.

Resta-nos agradecer a dedicação da direção e funcionários do Lar, da equipa externa, brigada de intervenção da Cruz Vermelha, voluntários do projeto Portugal COmVIDas, voluntários locais e de várias as instituições que se prontificaram a ajudar, criando-se uma rede de sinergias, só possível graças à solidariedade e disponibilidade de muitos.

Foram incansáveis, por isso, o Município quer deixar, uma vez mais, o sentido reconhecimento e gratidão a todas elas. Graças a vocês somos agora uma comunidade mais resiliente.

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!