Últimas:
Situação preocupante em Vila de Frades e Vidigueira leva a operação geral de desinfeção – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Situação preocupante em Vila de Frades e Vidigueira leva a operação geral de desinfeção

Só a freguesia de Vila de Frades regista 48 casos

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Operação geral de desinfecção de arruamentos e outros espaços públicos

” Só na freguesia de Vila de Frades existem 48 casos de covid 19″

O Município de Vidigueira vai proceder esta segunda-feira, 21 de dezembro, a partir das 21 horas, a uma operação geral de desinfeção de arruamentos e outros espaços públicos, nas localidades de Vidigueira e Vila de Frades.

O produto a utilizar é o hipoclorito de sódio, um dos indicados pelas autoridades de saúde, sendo aplicado por pulverização. Informa-se que o mesmo não causa quaisquer danos a viaturas e outros bens existentes nesses espaços.

A autarquia solicita à população que evite circular na via pública a partir dessa hora.

SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA NO CONCELHO DE VIDIGUEIRA

Atualização (20/12/2020):

Nº. de casos ativos: 91 (48 na freguesia de Vila de Frades, 41 na freguesia de Vidigueira e 2 na freguesia de Selmes)

Total de casos positivos confirmados (desde o início da pandemia): 110

Nº. de casos recuperados: 18

Nº. de óbitos: 1

Justiça

Juiz Ivo Rosa levanta arresto da propriedade da ex mulher de Sócrates, em Montemor o Novo.

Em causa o Monte das Margaridas propriedade de Sofia Fava.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arresto levantado ao Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo.

” Operação Marquês “

No despacho instrutório, proferido na sexta-feira, o juiz Ivo Rosa ordenou o levantamento imediato do arresto de vários bens imóveis dos arguidos, designadamente o Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo, adquirido pela ex-mulher de Sócrates Sofia Fava.

“Tendo em conta a decisão de não pronúncia relativamente aos crimes ora em causa, quanto aos saldos bancários apreendidos e bens imóveis arrestados, verifica-se que não existem indícios que as quantias e bens imóveis em causa são produto dos crimes de corrupção passiva de titular de cargo político imputados ao arguido José Sócrates”, lê-se no despacho.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!