Últimas:
Sindicato dos Médicos envia carta ao primeiro ministro sobre o Lar de Reguengos. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Política

Sindicato dos Médicos envia carta ao primeiro ministro sobre o Lar de Reguengos.

“Os médicos não se recusam a ver doentes. Os médicos salvam doentes e merecem respeito.”

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Surto de Reguengos de Monsaraz

” a carta do SIM para António Costa “

Leia na integra na TDS a carta enviada ao chefe do governo enviada pelo Sindicato dos Médicos dos Médicos.

“NÃO, SENHOR PRIMEIRO-MINISTRO!!!!

Os médicos não se recusam a ver doentes. Os médicos salvam doentes e merecem respeito.

Perante o surto de COVID-19 do Lar de idosos de Reguengos de Monsaraz, detetado em 18 de Junho, e em resultado e no contexto do qual, até à data, morreram 16 utentes, 1 trabalhadora e 1 outro cidadão, três primordiais reparos devem ser feitos:

Não, Senhor Primeiro-Ministro, os médicos, que foram convocados administrativamente pelas hierarquias sob uma muito alta pressão coativa, que configura grave exemplo de assédio moral, para trabalhar nas deploráveis condições existentes no Lar, ainda assim não se furtaram ao cumprimento de quaisquer deveres seus, laborais ou deontológicos, antes os honraram;

Não, Senhor Primeiro-Ministro, os médicos, que se encontram exaustos no desempenho porfiado das tarefas assistenciais que sobre si impendem, esgotados no cumprimento de cargas de trabalho suplementar de períodos sucessivos de mais 6 e de mais 12 horas diárias, para além de todos os limites semanais e anuais a que estão obrigados nos termos da lei e das convenções coletivas de trabalho em vigor, não faltaram à chamada nem abandonaram os seus doentes, defenderam-nos;

Não, Senhor Primeiro-Ministro, os médicos, que tempestiva e reiteradamente denunciaram, por intermédio das associações profissionais que os representam, os atropelos, desde logo omissivos, que os sistemas de assistência e solidariedade social e de saúde revelaram, não atuaram levianamente, pelo contrário, provocaram abertamente, e bem, o clamor nacional que, com horror, pôs cobro à sobranceria e à indiferença de alguns dos responsáveis locais, regionais e nacionais desta tragédia, em que se jogou com a vida e a morte de alguns dos mais carenciados de entre todos.

Visto isto, Senhor Primeiro-Ministro, melhor seria que o Governo a que preside, genuinamente, se interessasse por superar as deficiências reconhecidas agora expostas publicamente e tudo fizesse por resolver as gravíssimas lacunas materiais e humanas do setor da saúde, em vez de propalar inverdades e juízos preconceituosos contra quem, ao longo de centenas de jornadas de trabalho, tem dado o seu melhor e garantido uma prestação de cuidados da maior qualidade, o que tanto nos honra.”

Continuar a ler
Publicidade
1 Comentário

1
Deixe um comentário

avatar
700
1 Respostas ao comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentários com mais reações
Comentários mais populares
1 Autores dos comentários
Myronguemn Autores dos comentários mais recentes
Myronguemn
Visitante
Myronguemn

over 50 dating singles
dating personal ads

Policias

Eduardo Cabrita inaugura postos da GNR de Serpa e Barrancos.

Valor total é superior a 1 milhão de euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Eduardo Cabrita ‘corta fitas’ no Alentejo

“Inauguração dos postos de Barrancos e Serpa”

Já é conhecido o programa de inauguração de dois postos da GNR na margem esquerda do Guadiana.

Após a conclusão das obras os edifícios irão ser inaugurados esta sexta feira por Eduardo Cabrita.

Programa:

10h00 – O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, preside à cerimónia de inauguração do Posto Territorial de Serpa da Guarda Nacional Republicana.

A reabilitação do Posto Territorial representou um investimento de 861,8 mil euros, no âmbito da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança 2017-21.

12h30 – O Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, preside à cerimónia de inauguração do Posto Territorial de Barrancos da Guarda Nacional Republicana.

A reabilitação do Posto Territorial representou um investimento de 360,6 mil euros, no âmbito da Lei de Programação de Infraestruturas e Equipamentos das Forças e Serviços de Segurança 2017-21.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!