Últimas:
Serviço de Urgência Básica de Moura com surto de Covid 19 – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Serviço de Urgência Básica de Moura com surto de Covid 19

10 casos confirmados

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

 O Serviço Municipal de Proteção Civil, em articulação com a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) informam que, foi identificado um surto de COVID-19 no Serviço de Urgência Básica de Moura (SUB), estando neste momento confirmados 10 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, encontrando-se a maioria dos restantes profissionais, deste serviço, em vigilância ativa.

” 10 casos confirmados “

A presente situação levou à escassez de recursos humanos, o que comprometeu o normal funcionamento da SUB, tendo a ULSBA decidido encerrar, ontem, este mesmo serviço. 

A situação despoletou uma reunião de emergência do Centro de Coordenação Operacional Municipal, onde esteve representado o Conselho de Administração da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo.

A solução encontrada permite que a SUB de Moura reabra este domingo, pelas 16:00, funcionando todos os dias, entre as 08:00 e as 24:00, com consultas de recurso, um serviço que será assegurado por 1 (um) médico, 1 (um) enfermeiro, 1 (um) assistente técnico e 1 (um) assistente operacional.

A reabertura deste serviço, ainda que de forma condicionada, devido ao surto anteriormente mencionado, permitirá assegurar à população a prestação básica de cuidados de urgência, até data a definir. 

A desinfeção de todo o edifício (SUB e Centro de Saúde) será assegurada pela Câmara Municipal de Moura. 

Refira-se ainda que, o Centro de Coordenação Operacional Municipal continua a realizar as suas habituais reuniões diárias, onde será acompanhada a evolução do surto identificado na SUB de Moura, bem como as restantes situações que se verificam no concelho. 

Saúde

Odemira recua no desconfinamento. Grândola e Sines estão em alerta.

Veja a lista completa do desconfinamento

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

“Dez concelhos recuam, quatro recuperam”

Lisboa e Braga são as duas capitais de distrito entre os 10 concelhos que recuam no desconfinamento entre eles Odemira.

Quatro recuperaram, mas há 20 sob alerta das autoridades entre os quais estão Grândola e Sines.

Há 10 concelhos que, devido às altas incidências de casos positivos de infeção por SARS-CoV-2, não acompanham a generalidade do país e recuam no desconfinamento:

  • Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Lisboa, Loulé, Odemira, Sertã, Sintra e Sesimbra (com 480 casos por 100 mil habitantes a duas semanas).

Há 20 concelhos que ficam sob alerta:

  • Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Setúbal, Seixal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!