Siga-nos

Sociedade

Seniores de Castro Verde fazem 3 mil peças de roupa para crianças de Cabo Verde, Moçambique e Portugal(fotos)

A Associação Sénior Castrense vai organizar na Praça da Liberdade, em frente à sua sede em Castro Verde, no próximo dia 11 de outubro, a partir das 15h30, um estendal simbólico com peças de vestuário confecionadas pela Oficina de Costura Solidária

TDS noticias

Publicado

em

Estendal simbólico vai assinalar a confeção de 3 000 vestidos e calções e a sua distribuição em Cabo Verde, Moçambique e Portugal.

A Oficina de Costura Solidária é um projeto de solidariedade e voluntariado, que integra a Universidade Sénior de Castro Verde, promovido pela Associação Sénior Castrense, e que desde o seu início, em abril de 2016, já confecionou 3 000 vestidos e calções que fora distribuídos em Cabo Verde (Maio, Santo Antão, Santiago e Brava), Moçambique (Monapo) e também junto de Instituições de Acolhimento Temporário de Crianças, em Portugal.

Para assinalar o número alcançado, a Associação Sénior Castrense vai organizar na Praça da Liberdade, em frente à sua sede em Castro Verde, no próximo dia 11 de outubro, a partir das 15h30, um estendal simbólico com peças de vestuário confecionadas pela Oficina de Costura Solidária. Este gesto é um reconhecimento público à boa vontade das mulheres que todas as semanas se dedicam a costurar para crianças que precisam da sua ajuda, bem como um agradecimento à rede de parceiros que colabora no projeto, e lhe confere também um âmbito de ação comunitária.

A nível local, o projeto tem envolvido as Instituições de Solidariedade Social e o Agrupamento de Escolas de Castro Verde (jardins-de-infância e escolas do 1º ciclo), que produzem elementos decorativos que são posteriormente aplicados nos vestidos. A distribuição em África é assegurada pelas parcerias estabelecidas com a Associação Festival Sete Sóis Sete Luas e a Associação de Defesa do Património de Mértola.

Notícia TDS

Homem detido por ‘chicotear’ cão na via pública

O agressor responderá em processo crime pelos seus actos.

TDS noticias

Publicado

em

Foto:Facebook

O triste episódio aconteceu numa rua de Sintra mas acaba por ser um (mau) exemplo que poderia ter acontecido em qualquer outro local.

Um homem, que diz ser proprietário do animal, estava em plena via pública a dar uma tareia de cinto tendo sido interpelado por uma mulher que chamou as autoridades.

Os agentes da PSP de Cacém chegaram rapidamente ao local enquanto a mulher garantiu a integridade do animal.

O homem foi detido e levado para a esquadra para identificação.

O canídeo encontra-se à custódia do canil Municipal de Sintra.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Outubro 2019
S T Q Q S S D
« Set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul