Últimas:
Seca agrava-se no litoral. Veja dados da Bacia do Sado. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Agricultura

Seca agrava-se no litoral. Veja dados da Bacia do Sado.

Campilhas a albufeira com menos capacidade armazenada: 4%.

Publicado

em

Bacia do Sado é a maior preocupação

“Campilhas está com 4% da sua capacidade”

As Albufeiras dependentes da Bacia do sado são as que estão com níveis mais baixos a nível nacional.

Campilhas é a maior preocupação. A albufeira, que está fora do abastecimento público, serve unicamente para a agricultura.

Está nesta altura com 4% da sua capacidade.

Monte da Rocha, igualmente no concelho de Ourique, está um pouco melhor. Os dados oficiais referem que tem agora armazenado 15,5%.

A Bacia do Sado não regista qualquer Albufeira com mais de 80% ficando todas com valores abaixo desta marca.

Entre os 50% e os 80% estão as albufeiras:

Alvito (77.3%), Monte Gato (79.9%), Monte Migueis (69.1%), Pego do Altar (56.4%) e Vale do Gaio (51.7%)

Não existe nenhuma acima dos 80%.

Até aos 50% estão:

Campilhas (4.1%), Fonte Serne (24.7%), Monte da Rocha (15.5%), Odivelas (33.5%) e Roxo (18.3%).

Continuar a ler
Publicidade

Agricultura

Agricultores discutem consequências da guerra no setor, em Elvas.

O objetivo é promover a discussão entre todos os intervenientes das fileiras dos cereais, proteaginosas, oleaginosas, pastagens e forragens e olivicultura, atendendo ao contexto marcado pela guerra.

Publicado

em

ANPOC e INIAV assinalam Dia Nacional do Agricultor

Discussão sobre Soberania Alimentar

A Associação de Produtores de Proteaginosas, Oleaginosas e Cereais (ANPOC), em conjunto com o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), assinala o Dia Nacional do Agricultor, a 17 de maio, com uma visita aos campos de ensaios das diferentes espécies para conhecer o trabalho de investigação ali desenvolvido, e com uma sessão de discussão subordinada ao tema ‘Soberania Alimentar e Agricultura em Portugal’, a decorrer no Polo de Inovação de Elvas.

O objetivo é promover a discussão entre todos os intervenientes das fileiras dos cereais, proteaginosas, oleaginosas, pastagens e forragens e olivicultura, atendendo ao contexto marcado pela guerra.

O Alentejo é uma das principais regiões produtoras e exportadoras de cereais e oleaginosas, e num momento em que se assiste à transição para os modelos preconizados na estratégia europeia ‘Do Prado ao Prato’, bem como ao aumento de preços generalizado.

Continuar a ler

Agricultura

Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios reuniu esta manhã

Em Alcácer do Sal

Publicado

em

Foto: cm Alcácer do Sal

Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios reuniu esta manhã

Realizou-se hoje, dia 3 de maio, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a reunião da Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios para o Concelho de Alcácer do Sal.
A sessão, presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Vítor Proença, onde estiveram presentes técnicos de gestão urbanística e proteção civil da autarquia e as entidades que compõem a Comissão Municipal, teve como ponto principal a análise e votação do Plano de Defesa da Floresta Contra Incêndios, que saiu desta reunião aprovado.
Recordamos que esta comissão é uma estrutura de articulação, que planifica e age com a função de definir e estruturar orientações no âmbito da defesa das florestas.
A política de defesa da floresta contra incêndios não pode ser implementada de isoladamente, mas antes inserindo-se num contexto mais alargado de ambiente e ordenamento do território, de desenvolvimento rural e de proteção civil.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!