Siga-nos

Religião

Santo André homenageia Padre Manuel Malvar

População agradeceu com a colocação de uma placa.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Homenagem teve hoje lugar

A população de Santo André, Santiago do Cacém, homenageou hoje o saudoso Padre Manuel Malvar. Uma placa foi descerrada numa das Avenidas de Santo André.

Em setembro a Junta de Freguesia de Santo André atribuiu o topónimo “Padre Manuel Malvar” ao Largo da Igreja, na Aldeia de Santo André.

“Após a aprovação do executivo da Junta, a proposta foi apresentada na Assembleia de Freguesia, tendo sido aprovada por unanimidade.”

O Padre Manuel José Malvar da Fonseca (21/01/1942 – 07/08/2015) foi um dos pioneiros do centro urbano de Santo André, onde foi pároco durante mais de 30 anos, e teve uma participação determinante, nas mais variadas áreas, na Freguesia de Santo André.

Religião

Despovoamento e migração no Alentejo são preocupações da Igreja.

Comissão justiça e paz refere que a migração está associada ao tráfico de pessoas com exploração das mesmas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A comissão justiça e paz da arquidiocese de Évora está preocupada com o despovoamento do Alentejo e com os movimentos migratórios.

Despovoamento. Neste domínio, identificou-se que no passado, o êxodo da população deveu-se sobretudo à busca de melhores salários e condições sociais, atendendo ao boom da indústria, do comércio e dos serviços nas grandes cidades situadas geograficamente no litoral do país.

Paralela e cumulativamente, também se verificou um forte índice de emigração, na perspetiva de busca de uma melhor expetativa de vida e estabilidade familiar.

Pelas caraterísticas patentes da sociedade vigente e nos padrões de vida atual, dificilmente a população voltará do litoral para o Alentejo, apesar das evidentes alterações de qualidade de vida que foram alcançadas nas últimas décadas na região Alentejana.

Relativamente à migração, constata-se que o Alentejo está a ser um dos seus grandes recetores, não só a nível sazonal, mas também a título permanente, sobretudo para trabalhos relacionados com a agricultura (com ênfase na fruticultura, na floricultura e na pecuária).

A migração em causa é fundamentalmente proveniente do Brasil, dos países de Leste (Roménia, Moldávia, Ucrânia, etc.) e da Ásia (India, Paquistão, Nepal, etc.) em que estes últimos, além dos problemas da língua, têm um conjunto de rituais e formas de vida (mais coletivo que individual – também por razões monetárias) a que devemos estar atentos. A comissão refere que, em muitos destes casos, suspeita-se a existência de tráfico de pessoas com exploração das mesmas, quer por máfias dos seus países de origem, quer pelas entidades empregadoras.

Como reflexão final a comissão deixa o repto de, numa primeira abordagem, denunciar/expor situações anómalas e não compagináveis com os princípios e os valores da Igreja Católica e da boa convivência entre pessoas (independentemente da sua raça, género, religião), propor medidas, que venham a criar um normal e rápido processo de integração, passando necessariamente pela agilização dos procedimentos e, dentro do possível, exercer pressão junto de entidades/individualidades que tenham/possam influenciar a decisão ao mais alto nível do Estado e das instituições públicas com responsabilidades nestes domínios.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022