Últimas:
Ricardo Pinheiro é o novo Secretário de Estado do Planeamento. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Política

Ricardo Pinheiro é o novo Secretário de Estado do Planeamento.

Antigo presidente da Câmara de Campo Maior chega ao governo de António Costa.

Ricardo Pinheiro
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Posse já teve lugar no Palácio de Belém

“Ex autarca de Campo Maior chega ao governo”

O deputado socialista, e antigo presidente da câmara de Campo Maior, Ricardo Pinheiro vai substituir José Mendes no cargo de secretário de Estado do Planeamento, mudança que foi anunciada, através de uma nota divulgada no portal da Presidência da República.

“O Presidente da República aceitou a proposta do primeiro-ministro de exoneração, a seu pedido, de José Fernandes Gomes Mendes, como secretário de Estado do Planeamento, e a nomeação, para o mesmo cargo, de Ricardo Miguel Furtado Pinheiro”, lê-se na nota.

Ricardo Pinheiro foi presidente da Câmara de Campo Maior, círculo pelo qual foi eleito deputado nas últimas eleições legislativas.

No Parlamento, Ricardo Pinheiro tem exercido as funções de coordenador do Grupo Parlamentar do PS na Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território.

Autarquias

Cabrita promete mais militares da GNR para Reguengos de Monsaraz

Promessa foi feita ao presidente da autarquia numa reunião a que assistiram o Comandante Operacional da GNR e o Comandante Territorial de Évora.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Reunião com ‘balanço bastante positivo’, segundo José Calixto

” Audiência esteve agendada durante dois anos”

A audiência foi pedida em 2019 mas só agora, após os acontecimentos recentes, teve lugar.

Eduardo Cabrita ‘prometeu’ ao autarca que após a saída dos novos militares, que estão em formação, em Portalegre, haverá um ‘reforço significativo’ do posto de Reguengos de Monsaraz.

Uma das matérias abordadas foi o número de efectivos em Reguengos ( 24 operacionais ) e o envelhecimento dos efectivos (média etária de 49 anos).

“… tem-se registado um envelhecimento dos efectivos e em populações dispersas é mais grave quando é necessária a ajuda de outros militares”, frisou José Calixto, em declarações após a reunião com o MAI.

O número de militares em formação, segundo o autarca, aumentou significativamente. Passou de 1000 para 1400 militares o que vai promover uma maior distribuição de meios humanos.

Obras no Posto da GNR

A velha ambição de uma ‘nova’ casa para a GNR, em Reguengos de Monsaraz, também foi debatida.

” O posto territorial de Reguengos e do Destacamento são ambições antigas… foi-nos prometido que neste quadro de programação vai ser consignada essa obra”, referiu José Calixto.

O autarca ficou ainda que saiu com a garantia de uma maior presença do Corpo de Intervenção da GNR em Reguengos.

Um dos argumentos utilizados pelo autarca junto do Ministro e dos Comandos da GNR foi o crescimento claro do concelho.

Só Monsaraz recebe 100 mil habitantes por ano e o crescimento das unidades turísticas foi numa escala de 11 para 159 unidades.

Reguengos de Monsaraz tem 12 mil habitantes e ‘quer ter uma sensação de segurança’, referiu.

A reunião decorreu no Ministério da Administração Interna e contou com o Comandante Operacional da GNR, o Comandante Territorial da GNR de Évora, Coronel Joaquim Vivas, o Ministro Eduardo Cabrita e o presidente da autarquia de Reguengos de Monsaraz, José Calixto.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!