Siga-nos

Autarquias

Renovado Cais Palafítico da Carrasqueira

Requisitada pela Câmara Municipal de Alcácer do Sal e adjudicada à Carmo Wood, a obra teve um custo total na ordem dos 92 mil euros.

Avatar

Publicado

em

Foi inaugurado o novo passadiço do Cais Palafítico da Carrasqueira. As comemorações tiveram início de manhã com um jogo de futsal entre “Os Traquinas”, que opôs pais e filhos, dando-se de seguida início à cerimónia de inauguração do restaurado Cais, à qual se seguiu um almoço-convívio.

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, interveio na formalidade, e a vereadora Ana Soares também esteve presente, assim como a presidente da Junta de Freguesia da Comporta, Deolinda Florêncio.

Recorde-se que a renovação da madeira do passadiço, iniciada em janeiro de 2019, foi efetuada quer a nível estrutural, quer a nível da plataforma com a substituição de pilares, travessas, longarinas, travamentos e piso, e colocação de novos elementos de suporte e também de revestimento, em madeira de pinho silvestre com tratamento em autoclave.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Autarquias

Évora vai recuperar Poços e Nascentes do Aqueduto

A implementação deste sistema permitirá uma redução da quantidade de água tratada usada para rega na ordem dos 140.000m3/por ano. O custo dos trabalhos é estimado em 653.100 euros+IVA.

TDS noticias

Publicado

em

O Executivo da Câmara Municipal de Évora aprovou por unanimidade a Abertura de Concurso para Reabilitação de Poços e Nascentes do Aqueduto, Execução de Reservatório e Rede de Distribuição de Água para Rega.

Uma medida aplaudida por toda a Vereação, uma vez que permitirá uma grande poupança financeira à autarquia, além da importância que tem no plano ecológico.

Esta candidatura, elaborada e aprovada ainda no anterior mandato no âmbito do Projecto LIFE – Água da Prata, beneficia de apoio financeiro da Comissão Europeia a 60%.

Visa dar uso à água proveniente do Aqueduto da Água da Prata, tendo em conta que não se prevê a sua utilização para consumo humano no âmbito do contrato entre a Câmara e a Águas de Vale do Tejo.

Procura-se, assim, reduzir os gastos municipais relativamente ao consumo de água da rede pública para rega dos espaços verdes e diminuir a dependência que a rega de espaços verdes tem na rede pública de água tratada.

Os trabalhos incluem a reparação de nascentes e condutas do Aqueduto e reequipamento das estações de bombagem nos poços da Graça do Divor; construção de um reservatório de água em S. Bento; e construção de rede de distribuição de água exclusivamente para rega.

Com esta decisão, pretende-se reforçar o caudal de água captado na Graça do Divor, criar um armazenamento de água exclusivamente para rega e fazer distribuição de água por cerca de 20,3ha, aproximadamente metade das áreas verdes regadas da cidade. Está previsto ainda um futuro alargamento da rede a eventuais jardins no Bairro da Casinha e à expansão do jardim do Bairro do Moinho.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento