Siga-nos

Educação

Reitora da Univ. de Évora queixou-se a António Costa

A reitora da UÉ revelou ter dito a António Costa que está “muito preocupada” com a situação financeira da academia alentejana, advertindo que a instituição está numa posição que “é muito difícil de gerir”.

Avatar

Publicado

em

A reitora da Universidade de Évora (UÉ), Ana Costa Freitas, alertou o primeiro-ministro (ver momento em foto da TDS) para as “dificuldades de tesouraria” que a academia alentejana atravessa, devido ao aumento das despesas com salários e progressões remuneratórias.

“Tivemos um aumento de dotação orçamental para este ano à volta de 100 mil euros, mas os aumentos de despesas decorrentes de decisões legislativas, como as progressões remuneratórias, têm um impacto, em 2019, de cerca 1,3 milhões de euros”, afirmou.

O primeiro-ministro, que não prestou declarações aos jornalistas, assistiu à cerimónia acompanhado pelo ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e pelo líder parlamentar socialista, Carlos César, entre outros.

Educação

Acesso ao Ensino Superior: Instituto Politécnico de Beja perde 15 vagas em relação a 2018

Portalegre e Évora sobem número de vagas enquanto Algarve e Setúbal continuam com os mesmos números

TDS noticias

Publicado

em

Beja perde 15 vagas, Évora ganha 25, Portalegre ganha 13 enquanto Algarve e Setúbal mantêm

O Ministério do Ensino Superior tem vindo a criar vários mecanismos para fomentar as instituições com menor procura ou em zonas com menos densidade populacional, mas Beja, acaba de perder 15 vagas em relação a 2018. ( veja MAPA )

Um número só ultrapassado por Santarém que teve um corte de 70 vagas para este ano letivo.

O Instituto Politécnico de Beja tem um resultado ‘negativo’ quanto à variação do número de vagas do regime geral de acesso comparando 2018 e 2019.

O estabelecimento de ensino superior perde 15 vagas descendo de 531 em 2018 para 516 em 2019. No Alentejo é o único a perder alunos.

Em Portalegre o resultado foi inverso. No norte Alentejo registou-se um aumento de 13 vagas passando de 537 para 550.

Idêntica tendência aconteceu em Évora. Na Universidade de Évora, onde se regista este ano a abertura do Curso de Enologia (10 vagas) registou-se um aumento de 25 vagas. Em 2018 registaram-se 1221 e em 2019 subiu para 1246.

Em Setúbal e no Algarve os valores mantiveram-se idênticos comparando 2018 a 2019.

 

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento