Últimas:
Queixas ao IMT duplicaram. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Sociedade

Queixas ao IMT duplicaram.

53% denunciam problemas com a troca de cartas de condução

Publicado

em

Uma análise do Portal da Queixa revela que o número de reclamações dirigidas ao IMT duplicou no primeiro trimestre deste ano, comparativamente com o período homólogo de 2021.

” mais 53%”

A dificuldade na troca da carta de condução foi o principal motivo de reclamação dos consumidores, a gerar 53% do total das queixas e a registar uma acentuada subida de 76% face ao ano anterior.

Em abril, a curva de crescimento de reclamações contra o IMT continua a manter a tendência ascendente.

Entre janeiro e março deste ano, o Portal da Queixa recebeu mais de 1.600 reclamações relacionadas com o IMT (Instituto da Mobilidade e dos Transportes), identificando-se a tendência crescente do número de queixas dirigidas a este organismo público. Em 2022, assiste-se a uma duplicação do número de reclamações (aumento de 106%), comparativamente com o primeiro trimestre de 2021, onde se registaram 800 queixas.

De acordo com o Portal da Queixa, do total de reclamações feitas pelos consumidores contra o IMT, 53% denunciam problemas com a troca de cartas de condução, sendo que 20% destas, referem-se a problemas específicos com a troca da carta de condução estrangeira. Da análise comparativa entre os dois trimestres, evidencia-se um aumento significativo de reclamações sobre este tema, registando-se uma subida de 76%, face a 2021.

Este ano, para além das reclamações relativas aos problemas e atrasos com a troca das cartas de condução, o mau funcionamento do serviço de atendimento ao cliente do instituto, a incapacidade de resposta e solução, bem como as dificuldades no funcionamento do portal do IMT, são outros dos motivos de insatisfação reportados pelos consumidores.

Abril mantém tendência de crescimento de queixas

Este mês, uma nova análise do Portal da Queixa revela que a curva de crescimento de reclamações contra o IMT continua a manter a tendência ascendente. Só nas últimas três semanas de abril de 2022, a entidade recebeu cerca de 473 queixas, representando um aumento de 45% face ao ano anterior (que registou 325 reclamações no mesmo período considerado).

 

Continuar a ler
Publicidade

Sociedade

Homem detido em pleno assalto.

Em Cortiçadas de Lavre.

Publicado

em

Montemor-o-Novo

Detido por furto em interior de residência

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Montemor-o-Novo e do Posto Territorial de Vendas Novas, no dia 16 de maio, deteve um homem de 26 anos por furto em interior de residência, na localidade das Cortiçadas de Lavre, no concelho de Montemor-o-Novo.

No âmbito de uma denúncia que estaria a decorrer um furto em interior de residência, os militares da Guarda efetuaram diligências policiais que culminaram na recuperação do material furtado, nomeadamente uma motosserra e uma televisão.

O detido foi constituído arguido, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Montemor-o-Novo.

Continuar a ler

Crime

Casal detido em campo Maior por furto

Os factos comunicados ao Tribunal Judicial de Elvas.

Publicado

em

Campo Maior

Casal detido em flagrante por furto de metais não preciosos

O Comando Territorial de Portalegre, através do Posto Territorial de Campo Maior, ontem, dia 19 de maio, deteve um homem e uma mulher de 64 e 66 anos, respetivamente, pelo crime de furto de metais não preciosos, em Campo Maior.

Na sequência de uma denúncia que os suspeitos se encontravam introduzidos num centro de armazenamento de resíduos, os militares da Guarda de imediato se deslocaram ao local, onde surpreenderam em flagrante os autores do furto a subtrair diversos materiais ferrosos, nomeadamente um frigorifico, uma caldeira e outros materiais avulsos e em metal, sem qualquer tipo de autorização.

Foi possível apurar-se ainda que os suspeitos entraram no interior do edifício através do corte da vedação, local por onde retiraram os objetos e os carregaram no seu veículo.

O material foi apreendidos e os detidos foram constituídos arguidos.

Os factos comunicados ao Tribunal Judicial de Elvas.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!