Siga-nos

Economia

Quebra da azeitona no Alentejo deverá ser de 20% este ano

No ano passado, foi atingido a produção mais alta desde que há registo – cerca de 134 mil toneladas.

Avatar

Publicado

em

A produção de azeitona para azeite deverá registar, este ano, uma quebra que pode superar 20% em algumas regiões, mas na próxima campanha e até 2022 poderá atingir 180 mil toneladas, disse a secretária-geral da Casa do Azeite.

Esta quebra vai refletir-se sobretudo na região do Alentejo, que representa quase 80% da produção nacional.

“A campanha este ano atrasou muito. A maturação da azeitona foi muito mais tardia e ainda há cerca de um mês havia lagares a laborar.

Não sabemos exatamente, mas haverá uma quebra entre 15% e 20% seguramente e, em algumas regiões, poderá ainda superior”, disse Mariana Matos, na apresentação do Concurso de Azeites da Ovibeja.

Apesar da quebra prevista para a produção em Portugal, as projeções da Casa do Azeite apontam para que, na próxima campanha, e até 2022 se consiga atingir uma produção entre 160 mil e 180 mil toneladas.

Segundo as previsões do Instituto Nacional de Estatística (INE), divulgadas em fevereiro, a produção de azeitona para azeite deverá registar uma quebra de 20%, penalizada pelas condições climatéricas adversas.

Economia

Presidente da Câmara de Vendas Novas exige reunião com a CP

Luis Dias, presidente da Câmara de Vendas Novas exige descontos também na CP

TDS noticias

Publicado

em

O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, por proposta do Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas, Luís Dias, aprovou uma tomada de posição que exige uma reunião com a CP, de modo a incluir no Programa de Apoio à Redução Tarifária, os passes dos utilizadores do transporte ferroviário.

Para além disso, o Conselho decidiu ainda fixar o desconto nos passes mensais de transportes rodoviários de todos os residentes no Alentejo Central em 60% do seu valor.

Na tomada de posição, que transcrevermos, é clara a intenção dos autarcas:

«No âmbito do Programa de Apoio à Redução Tarifária, PART, estatuído pelo Despacho n°1 234-N201 9, de 4 de fevereiro, foi deliberado em reunião do Conselho Intermunicipal de dia 19 de Março de 2019 que o apoio à redução tarifária seria aplicado aos transportes públicos com origem no território abrangido pela Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC), independentemente do destino dos utilizadores e a percentagem deste apoio foi então fixada em 32%.

Posteriormente esta redução tarifária ampliou-se, fixando-se nos 60%. Contudo até ao momento, o PART não abrange os passes dos utilizadores do transporte ferroviário, apesar da insistência do Município de Vendas Novas e da CIMAC, que estranham a resistência da CP em não permitir a sua aplicação e os sucessivos adiamentos das reuniões agendadas com o intuito de encontrar um entendimento.

Assim, em reunião do Conselho Intermunicipal da CIMAC de 16 de julho de 2019, foi aprovada por unanimidade a proposta do Presidente da Câmara Municipal de Vendas Novas para a assunção desta tomada de posição, que exige uma reunião imediata com a CP, com o propósito legítimo de incluir no Programa de Apoio à Redução Tarifária os passes dos utilizadores do transporte ferroviário.»

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento