Siga-nos

Política

PS acusa CDU de Serpa de ‘falsidade’

O PS diz que ‘O comunicado foi emitido um dia depois do resultado desastroso da CDU nas EleiçõesEuropeias e antes de ser conhecida a decisão do ME, o que só pode ter uma leitura,sendo por isso precipitado e demagogo.´

TDS noticias

Publicado

em

O PS do Concelho de Serpa considera “PRECIPITADO” e “DEMAGOGO” o comunicado emitido a 27/05 pelo executivo CDU da Câmara Municipal de Serpa.

O executivo CDU da CMS acusa o Ministério da Educação (ME) de utilizar “critérioscegos”, para o encerramento da Escola Primária de A-do-Pinto (pré-escolar e primeirociclo) e do Pré-Escolar de Vales Mortos, o que é falso, a decisão tem por base rácios que foram definidos, com os quais até podemos discordar, mas que não seriam aplicadossem que antes fosse solicitado, pelo ME, que a autarquia que se pronunciasse sobre oassunto.

Esta matéria esteve por duas vezes em sessão de câmara, sempre com unanimidade (PSe CDU) nas decisões de rejeição dos encerramentos e na resposta aos ofícios n.o 797 e803 enviados por parte da DGESTE, com as fundamentações que justificam amanutenção dessas escolas.

O comunicado foi emitido um dia depois do resultado desastroso da CDU nas EleiçõesEuropeias e antes de ser conhecida a decisão do ME, o que só pode ter uma leitura,sendo por isso precipitado e demagogo.

Tendo sido informado pelo Senhor Presidente da CMS na sessão pública de ontem, dia29/05, que lhe foi comunicado pela Secretaria de Estado que não haveria lugar aqualquer encerramento nas escolas de A-do-Pinto e de Vales Mortos, os vereadores doPS recomendaram ao executivo que faça novo comunicado a corrigir a situação e assimtranquilizar os nossos munícipes.

Política

Jerónimo de Sousa em Alter do Chão e a nova Lei de Bases da Saúde.

Secretário geral do PCP abordou a novo Lei de Bases da Saúde recentemente aprovada pelo presidente da república

TDS noticias

Publicado

em

Jerónimo de Sousa almoçou hoje em Alter do Chão num ‘Almoço-comício da CDU.

Jerónimo de Sousa e a nova Lei de Bases da Saúde

Jerónimo de Sousa, referiu que se não fosse o PCP não havia nova Lei de Bases da Saúde. “Com a nossa intervenção, abriram-se possibilidades para uma lei de bases verdadeiramente progressista. Não sendo em todos os aspetos a versão que era necessária, e pela qual o PCP se debateu, responde a três questões essenciais”, assumiu.

Jerónimo de Sousa adiantou que “revoga a anterior lei aprovada nos governos de Cavaco Silva, em segundo, revoga a legislação das PPP [Parcerias Público Privadas] de 2002, impedindo a criação de novas PPP e, em terceiro lugar, consagra, na gestão do estabelecimento do SNS [Serviço Nacional de Saúde], o princípio da gestão pública e não o da mera responsabilidade pública”.

Antes do secretário geral do partido, Manuela Cunha, 1.ª candidata de CDU pelo círculo eleitoral de Portalegre, fez a sua intervenção abordando as principais questões que preocupam o distrito.

A intervenção da candidata

Manuela Cunha, animadora cultural, defendeu o papel do PCP na defesa da manutenção dos serviços no distrito assim como a luta do partido pelo aumento das reformas.

A contratação de novos enfermeiros foi igualmente destacado pela candidata que não esqueceu a contratação de novos guardas florestais, alguns deles para o Parque Natural de S.Mamede.

Os benefícios para as pequenas e médias empresas foi um outro dos temas também abordados por Manuela Cunha que frisou que a diminuição de população no Alentejo tem a ver ‘ com a diminuição do trabalho e de empresas na região’, frisou.

(foto TDS direitos reservados)

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Agosto 2019
S T Q Q S S D
« Jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul