Siga-nos

Agricultura

Projeto internacional deteta fugas de água com a ajuda de aviões e drones

Projeto já foi aplicado no Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A redução de fugas em grandes redes de distribuição de água foi identificada como um dos desafios do Horizonte 2020, para contribuir para a criação de uma sociedade eficiente em termos hídricos e energéticos e resiliente aos impactos das alterações climáticas.

No projeto H2020 WADI desenvolveu-se um conceito inovador para deteção de fugas de água nestas redes. A metodologia WADI consiste na utilização acoplada de dispositivos óticos de monitorização remota, instalados em plataformas aéreas complementares (aviões e drones).

Esta metodologia permite uma monitorização precoce das fugas de forma precisa, mesmo em sistemas de difícil acesso, sendo uma alternativa mais eficiente e barata aos métodos locais disponíveis e mais fiável do que a deteção por satélites.

A aplicação deste sistema de deteção precoce de fugas vai permitir aumentar a eficiência do uso da água. A metodologia será demonstrada em dois sítios piloto: na região da Provença para desenvolvimento da metodologia e validação da tecnologia, e no empreendimento do Alqueva, para demonstração operacional.

O sistema WADI foi já aplicado para validação preliminar na infraestrutura da rede de água da Société du Canal de Provence e no Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva.

A plataforma aérea voou sobre 3 áreas com alto potencial de humidade do solo, para deteção de várias fugas de água criadas artificialmente, validando o procedimento de deteção.

Os dados das campanhas WADI foram já processados e já validados para a determinação de comprimentos de onda otimizados para deteção de fugas. O resultado é uma série de mapas de diferentes indicadores que permitem revelar a presença de água (índice de água).”

Agricultura

Entrada em Portugal por Elvas muito condicionada por protesto de agricultores

Protestos alargam-se a toda a estremadura

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: Grafismo jornal Hoy

Os agricultores de Espanha manifestam-se amanhã(18), logo pela manhã, com milhares de tratores em todo o país.

O acesso a Portugal, via A5, em Badajoz, deverá apresentar grandes dificuldades devido ao protesto que deverá acontecer junto ao centro comercial El Faro.

A organização agrícola Asaja Extremadura pediu a todos os empresários agrícolas para não irem  trabalhar e compareçam às mobilizações planeadas na região, com o corte autorizado de doze estradas e rodovias na Extremadura.

O objetivo é que, com esse intervalo “seja perceptível que todo o sector esteja unido num dia tão especial”, como será o 18 de fevereiro, “transformando-o num dia histórico, em solidariedade com a grave crise sofrida pelo sector, demonstrado de apoio a essas mobilizações“, destaca a Asaja Extremadura em comunicado à imprensa.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Publicidade

Mais vistas

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022