Últimas:
Projeto da Misericórdia de Sines selecionado no Programa Gulbenkian Cuida – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Projeto da Misericórdia de Sines selecionado no Programa Gulbenkian Cuida

Este projeto conta com a parceria de entidades locais do concelho.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O projeto “Cuidar o Bem-Estar em tempo de isolamento”, da Santa Casa da Misericórdia de Sines (SCMS) foi um dos selecionados pelo Programa Gulbenkian Cuida.

“Cuidar o Bem-Estar em tempo de isolamento” – Projeto da Santa Casa da Misericórdia de Sines selecionado no Programa Gulbenkian Cuida.

A Santa Casa da Misericórdia de Sines (SCMS) candidatou-se a este Programa, promovido no âmbito do Fundo de Emergência Covid-19, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com o Instituto da Segurança Social, destinado a reforçar a capacidade de resposta das instituições da sociedade civil no apoio aos idosos, um dos grupos de maior risco desta pandemia.

De acordo com o Provedor da SCMS, Eduardo Bandeira, “o projeto “Cuidar o Bem-Estar em tempo de isolamento” tem como objetivo principal intensificar as nossas ações para fazer face às principais necessidades da população idosa, melhorar o seu bem-estar e atenuar o consequente isolamento nos seus domicílios que resulta da atual pandemia.”

Eduardo Bandeira esclarece ainda que “Neste âmbito, serão desenvolvidas um conjunto de atividades (apoio psicológico, atividades lúdicas, pequenas reparações no domicílio, apoio no acesso a bens essenciais como alimentação, higiene pessoal, medicação e idas ao correio), reforçando a nossa Equipa de Serviço de Apoio Domiciliário, e, com o apoio de instrumentos de comunicação mais avançados, permitir a interação com familiares e amigos distantes.

Pretende-se atenuar a solidão e suprir as necessidades básicas dos nossos idosos, aumentando o seu bem-estar em tempo de isolamento. Serão abrangidos os atuais 113 utentes do Serviço de Apoio Domiciliário da SCMS.”

Este projeto conta com a parceria de entidades locais do concelho, tais como a Câmara Municipal de Sines, a Junta de Freguesia de Sines, a Junta de Freguesia de Porto Covo, a Guarda Nacional Republicana – Sines e o Centro de Saúde de Sines.

 

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!