Últimas:
Programa Valorizar com 24 projetos apoiados no Ribatejo e no Alentejo – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Economia

Programa Valorizar com 24 projetos apoiados no Ribatejo e no Alentejo

Investimento supera os 6,8 milhões de euros

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Investimento supera os 6,8 milhões de euros

“A lista inclui 8 projetos da rede de Turismo Literário do Alentejo, com um investimento total de 2 milhões de euros e um financiamento de 1,3 milhões de euros.”

 No dia dedicado ao investimento e promoção na Semana do Turismo 2020, foram oficializados os apoios, no âmbito do Programa Valorizar, a 24 projetos localizados no Ribatejo e no Alentejo, num investimento superior a 6,8 milhões de euros.

Os projetos que abrangem as áreas do Autocaravanismo, Turismo Literário, Praias Fluviais Estações Náuticas, Enoturismo e Recursos endógenos envolvem um incentivo de aproximadamente 4,3 milhões de euros.

A lista inclui 8 projetos da rede de Turismo Literário do Alentejo, com um investimento total de 2 milhões de euros e um financiamento de 1,3 milhões de euros.

São registados também 4 novos projetos da região do Alentejo dedicados à rede das Áreas de Serviço de Autocaravanas (ASA), com um investimento de 650 mil euros e um financiamento de 365 mil euros.

Destaca-se ainda o projeto dedicado à valorização, promoção e projeção do património nacional e internacional da Tapeçaria de Portalegre, com a implementação do plano estratégico contemplando a dimensão académica, artística, patrimonial e comercial das Tapeçarias. Este projeto desenvolvido pela Câmara Municipal de Portalegre tem um investimento de 420 mil euros e um apoio de 294 mil euros.

Também se assinala o projeto integrado Casa Museu/Prémio Literário/Bolsa de Investigação – Ruy Belo, em Rio Maior, envolvendo um investimento de 525 mil euros e um incentivo de 300 mil euros.

O 2.º aviso do Programa Valorizar recebeu 352 candidaturas, num total de 100 milhões de euros de investimento. Regista-se a aprovação de 85 candidaturas, num total de 14 milhões de euros.

Economia

Sabe como estar na esplanada ou no restaurante ?

Conheça as novas regras

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Boas Práticas para o funcionamento da restauração e bebidas

” regras da DGS “

Na sequência da reunião de trabalho que a AHRESP teve no dia 31 de março com a Direção Geral da Saúde (DGS), resultou a atualização do Guia de Boas Práticas para o funcionamento da Restauração e Bebidas.

Esta nova versão do Guia, igualmente validado pela DGS, introduz alguns ajustes, tais como:

  • Na esplanada, a distância no corredor entre mesas, passa a ser, no mínimo, 1,5 metros.
  • No interior do estabelecimento, mantêm-se os 2 metros;
  • Reforço da necessidade de manter a distância de 2 metros entre os colaboradores e, de um modo geral, entre as pessoas;
  • Necessidade de solicitar à entidade que comercializa os produtos desinfetantes que esta disponibilize a apresentação do comprovativo da “Notificação do produto biocida” e
  • Reforço da necessidade do uso adequado de máscara.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!