Siga-nos

Economia

Prensa de 40 toneladas transportada de Sines para EUA

A Rangel Logistics Solutions transportou uma prensa com um peso total de 40 toneladas desde o Porto de Sines para o estado da Geórgia, nos Estados Unidos da América.

Avatar

Publicado

em

A Rangel Logistics Solutions transportou uma prensa com um peso total de 40 toneladas desde o Porto de Sines para o estado da Geórgia, nos Estados Unidos da América.

O exigente desafio foi colocado por uma empresa de referência na indústria metalomecânica.

«Face às necessidades de exportação e importação das empresas portuguesas, temos vindo a investir estrategicamente no mercado norte-americano. O nosso know-how na área de transporte e logística permite-nos unir sinergias e responder assertivamente a projectos complexos e rigorosos, tal como este», sustenta Nuno Rangel, CEO da Rangel Logistics Solutions.

O investimento da Rangel no mercado norte-americano está alinhado com as tendências comerciais portuguesas, sendo os EUA o principal destino das exportações nacionais fora da União Europeia. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, as exportações para os EUA ascenderam em 2018 aos 2,9 mil milhões de euros, um aumento de 1,2% face a 2017.

Através da unidade Air & Sea Freight, a Rangel Logistics Solutions assegura serviços especializados de transporte aéreo e marítimo e actividade aduaneira de e para os Estados Unidos. As operações de transporte com o mercado norte-americano têm aumentado de forma significativa nos últimos anos, quer em termos de volume de negócios e de mercadorias transportadas. Entre 2017 e 2018, o volume de TEUS transportados via marítima teve um aumento médio de 77% ao ano, enquanto que por via aérea verificou-se um aumento de 144.

Economia

Central fotovoltaica de Évora sem apoios do estado

Tem uma área de 55 hectares e uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts

TDS noticias

Publicado

em

A instalação de energia solar de Vale de Moura é das primeiras centrais fotovoltaicas na Península Ibérica a ser explorada sem ajudas públicas.

A central fotovoltaica de Vale de Moura, no concelho de Évora – uma das primeiras em toda a Península Ibérica a ser explorada sem qualquer tipo de subsídios públicos – entrou em funcionamento no passado dia 14 de Junho, anunciou o grupo energético Axpo.

Sobre a central solar fotovoltaica de Vale de Moura – Évora

  • A central tem uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts e vai produzir anualmente mais de 52 gigawatts-hora, o equivalente ao consumo médio anual de 10 mil habitações.
  • A venda da energia produzida pela central será feita em regime de mercado, graças a um contrato pioneiro de compra de energia (PPA) a 10 anos, com a Axpo, que garante a comercialização de energia até 2029.
  • O projeto, desenvolvido e promovido pelo grupo Hyperion Renewables, conta com o fundo de investimento Mirova como acionista maioritário e permitirá evitar a emissão de mais de 110.000 toneladas de CO2 por ano.

Com uma área de 55 hectares e uma capacidade total instalada de 28,8 mw vai produzir mais de 52 gigawatts-hora de energia limpa por ano – o equivalente ao consumo médio anual de quase 10.000 habitações.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento