Últimas:
Preço da cortiça desce 10% no Alentejo – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Preço da cortiça desce 10% no Alentejo

Nível internacional aumenta de forma positiva

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Imagem: TDS

No comércio internacional, a variação é positiva.

“O preço da matéria-prima desceu e o da mão-de-obra aumentou.”

Uma análise feita pela SIMA (SISTEMA DE INFORMAÇÃO DE MERCADOS AGRÍCOLAS) durante a semana de 28 de Junho a 4 de julho de 2021, revela que a cortiça mais frequentes na área de mercado do Alentejo apresentou uma diminuição de 5% a 10% em relação ao ano anterior. Já os custos de mão-de-obra a aumentaram entre 1 a 2 euros por arroba.

Segundo o site Agricultura e Mar, “as cotações registadas de cortiça amadia na árvore (extração por conta do comprador) foram de 22€/15kg na área de mercado do Alentejo, enquanto as cotações de cortiça amadia na pilha (extração e empilhamento por conta do produtor) variaram entre 28€/15kg na área de mercado do Alentejo e 30€/15 kg na área de mercado do Ribatejo e Península de Setúbal.”

A nível internacional, o site refere que, comparando os dados no período de Janeiro a Abril de 2021 com o período homologo de 2020, é possível verificar que o saldo comercial português apresentou uma variação positiva de 6% em peso e de 1,4% em valor monetário.

Saúde

Última hora: Surto em Lar de Almodôvar com 38 infectados.

Lar não tinha registado casos durante toda a pandemia.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Situação Epidemiológica do concelho.

“Surto no Lar da Graça”

Um surto com 38 infectados foi identificado no Lar da Graça, concelho de Almodôvar.

O lar foi um dos poucos que não registou qualquer caso durante a pandemia sendo agora alvo de um surto.

Segundo a autarquia, em informação na sua página de Facebook, “Vale a resiliência dos nossos seniores e especialmente o facto de estarem todos vacinados, o que traz a vantagem de existirem, na sua maior parte, utentes com poucos sintomas ou assintomáticos.”

A Câmara Municipal reuniu hoje com a sub-comissão de proteção civil afim de encontrar rapidamente soluções para fazer cumprir os protocolos de isolamento de todos.

O concelho regista agora 60 casos ativos e passa a ser a principal preocupação no Baixo Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!